- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Juízes são contra a descriminalização das drogas

Pesquisa: 60% dos juízes são contra a descriminalização do porte de drogas

Realizada com 4 mil juízes, a pesquisa teve como objetivo saber a opinião dos profissionais sobre temas polêmicos

A maioria dos juízes brasileiros é contrária à descriminalização do porte de drogas, indica pesquisa inédita feita pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) entre maio e julho deste ano.

Realizada com 4 mil juízes, a enquete teve como objetivo saber a opinião dos profissionais sobre temas polêmicos. De acordo com Gil Guerra, vice-presidente de comunicação da AMB, 60% dos entrevistados se posicionaram contra a descriminalização, 33,8% foram favoráveis e o restante não respondeu.

“A AMB não tem uma posição institucional sobre o tema porque isso precisaria ser discutido e votado nos nossos órgãos deliberativos. No entanto, como entidade de classe, procuramos ouvir a nossa base e fomentar o debate para poder extrair uma posição”, diz ele. O país tem hoje cerca de 16.500 juízes.

Na área da saúde, entidades também contrárias à descriminalização do porte criticaram o voto do ministro Gilmar Mendes, a favor da descriminalização. “Ele citou alguns exemplos de países e serviços de saúde que não são os mais bem sucedidos. Portugal, por exemplo, teve aumento no número de dependentes ao descriminalizar. Se o Supremo aprovar isso no Brasil, será uma grande perda, um retrocesso”, diz Antonio Geraldo da Silva, presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Fonte: Correio Braziliense

[1] [2]Compartilhar [3]