Esqueceu a senha?

Lampejos de apostasia

por Pr. Aureo Ribeiro - ter out 01, 8:56 am

Na segunda carta aos Tessalonicenses, Paulo faz uma exortação muito interessante a respeito de um período anterior à vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele escreve (II Tes 2.1 ao 4):

“ORA, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele, que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus”.

Gostaria de destacar alguns pontos nessa exortação de Paulo. Ele diz para que não nos movamos facilmente em nosso entendimento e, ainda, exorta para que ninguém nos engane.

Eu ainda irei escrever muito neste blog sobre o engano e a apostasia (cair dos fundamentos) da igreja do Senhor Jesus, em particular aqui no Brasil. Nesse momento, vejo a importância dessas ideias que destaquei nas palavras do apóstolo Paulo. Não nos mover facilmente em nosso entendimento e não ser enganado por ninguém.

Em Prov 14.15, o sábio nos dá um brilhante ensinamento: “O simples dá crédito a cada palavra, mas o prudente atenta para os seus passos.” Enfatizo que o texto original diz “ingênuo” ao invés de simples. Essa seria uma tradução melhor. Com esse texto, faço menção a Atos 17.11, que atribui o adjetivo de nobres aos crentes que verificavam nas Escrituras se as coisas que Paulo pregava eram como ele estava mesmo dizendo.

Meu amigo (a), você atenta para seus passos? Ou você seria aquele tipo “Maria-vai-com-as outras”? Veja que Paulo recomendou aos tessalonicenses para que eles não se movessem facilmente da fé. Isso nos mostra que, se alguém não está fundamentado, pode se mover facilmente da fé, ou melhor, do fundamento que foi colocado.

Para que alguém nos engane, não é difícil. Basta que sejamos ingênuos e imprudentes (nesse ponto, cabe salientar que ingênuo refere-se aquela pessoa cuja base e fundamento são rasos, não possuindo raízes na Palavra de Deus. Por isso, são “bobinhos” – ingênuos – acreditam em tudo). Os bereanos, como já dito, foram considerados mais nobres porque conferiam o que lhes era ministrado. Assim, mesmo que não sejamos pessoas ingênuas, se não formos prudentes para conferir o que foi ensinado, o que foi lido, o que foi pregado, enfim, aquilo que nos passaram, mesmo tendo boas raízes, seremos ENGANADOS.

Certa ocasião, em 2011, eu estava fazendo uma conferência em uma igreja na cidade de Resende-RJ, sobre um livro de minha autoria, denominado “Ele Virá”, quando, em certa parte da preleção, apresentei alguns slides de pessoas que haviam anunciado datas para o arrebatamento da Igreja e mostrei que aquelas pessoas estavam falando de algo que o próprio Senhor Jesus disse ser uma atribuição do Deus Pai. Ora, isso quem faz é um verdadeiro profeta ou um falso profeta? Apenas mencionei desta forma. Ao término daquela reunião, uma irmã muito sincera e que me parecia bem informada da Bíblia veio até mim para defender a tal pessoa. Eu apenas disse àquela irmã que o fundamento dela era JESUS e não pessoas. Eu mostrei a ela que pessoas se enganam e que, naquele caso, aquela missionária (Valnice Milhomens) havia cometido um deslize muito sério. A irmã não aceitou. Ficou defendendo a referida pregadora.

Vou dar outro exemplo. O Pr César Augusto, líder da Igreja Fonte da Vida, escreveu um livro em 2006, intitulado Restauração Apostólica, onde só existem heresias. O livro está recheado de pontos de uma falsa doutrina americana, conhecida por “Kingdom Now”, reino agora, em que as principais ênfases é que a volta de Jesus está muito distante e que o Reino de Deus será implantado fisicamente pela igreja aqui nessa terra. Veja o que ele diz na página 61, no 2º parágrafo: “O povo apostólico vai ser canal desta revelação do pleno conhecimento do Filho de Deus. Você percebe que Jesus está longe de voltar, porque seu povo sequer se aproximou do padrão que o Senhor estabeleceu à Igreja.”

Leu isso? Está no livro. Eu o tenho. Muito bem. Vamos à Bíblia? Abra sua Bíblia comigo. Vamos ao livro de Efésios. Em Efésios 4, dos versos 11 ao 14, Paulo escreveu o seguinte:

“11 E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, 12 Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; 13 Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, 14 Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.”

Ora, são os dons do ministério (v 11) que vão aperfeiçoar o homem e mulher de Deus (v 12), para que esses realizem a obra do Senhor, com o objetivo de edificar o corpo de Cristo. Com isso, todos (esse é o propósito dos dons do ministério) deverão ser aperfeiçoados e chegarão ao pleno conhecimento de Cristo Jesus. Mas o próprio texto ensina o que é isso e para que isso deve ocorrer. A finalidade disso é que não sejamos meninos inconstantes na fé, facilmente enganados e levados por ventos de doutrina. Paulo está falando justamente sobre a defesa de nossa fé, o amadurecimento para não ser enganado. O Pr César Augusto afirma que o POVO APOSTÓLICO vai ser o canal disso. Veja a sutileza. Trocou o texto. Mudou as escrituras.

Na outra frase, ele afirma que JESUS ESTÁ LONGE DE VIR, PORQUE O POVO NÃO SE APROXIMOU DO PADRÃO QUE O SENHOR ESTABELECEU À IGREJA. Amados, embora todo aquele que se converte a Jesus ouça diariamente que o Senhor está às portas, como isso passa sutilmente pelos seus membros e líderes? Porque eles são facilmente movidos em sua fé. Aquilo que já expliquei.

Ora, vejamos alguns outros textos sobre a vinda do Senhor. Pedro nos exortou, em sua segunda carta, dizendo no capítulo 3:

11 O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. 10 Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão.

Puxa vida, como alguém pode dizer que a Vinda do Senhor está longe? Olhe que o texto diz: “ainda que alguns a têm por tardia”. Meu Deus. Esse homem está se enquadrando nessa parte do texto, está tendo a vinda de Cristo como tardia. Misericórdia!

Mas, e Jesus, o que disse sobre sua vinda? Vou apresentar algumas palavras de Jesus Cristo, retiradas do livro da Revelação:

Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Apoc 3.11.

Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas. Apoc 16.15

Eis que presto venho: Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro. Apoc 22.7

E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apoc 22.12

Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus. Apoc 22.20

Se o Senhor Jesus está dizendo em TODAS suas PALAVRAS que CEDO VEM, como alguém pode dizer que sua volta vai demorar? Ainda que todo o povo de Deus fosse carnal, qual autoridade tem um homem ou uma mulher para mudar algo que foi dito por JESUS? É assim que se rechaça toda mentira e engano. É assim que não seremos enganados, você percebe isso? Percebes a sutileza do engano. Não penses que o engano são as seitas. Elas são facilmente rebatidas. Mas lembre-se que a maioria começou com enganos e doutrinas malignas. Compare o texto do livro que mencionei nessa mensagem com o texto da Palavra de Deus. A escolha de qual lado ficar é sua!

Vou finalizar essa primeira parte sobre apostasia, lembrando o que o próprio JESUS disse em Apocalipse 22. 18 e 19:

“Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.”


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Texto bastante esclarecedor. como tem varios lobos enganando o povo nos dias atuais????? obrigado por nos alertar. Deus te abençoe.

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement