Esqueceu a senha?

Leis homossexuais avançam no Estado de São Paulo

por Julio Severo - ter nov 11, 4:34 pm

Leonardo Boff e Carlos Bezerra

Braços cruzados: Leis homossexuais avançam no Estado de São Paulo enquanto líder do PSDB ali, que é pastor evangélico, ocupa seu tempo admirando Leonardo Boff, criticando conservadorismo evangélico e condenando ataques jornalísticos ao PT

Dou um exemplo: há um deputado estadual em São Paulo que é pastor da Comunidade da Graça. Ele é fã do Leonardo Boff, que é um dos líderes da Teologia da Libertação. Esse pastor é um dos líderes da Teologia da Missão Integral, que é a versão protestante da Teologia da Libertação. Se você concluiu que com essas credenciais ele só pode se deputado no PT, você errou. Na verdade, ele é o principal líder do PSDB na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

O Dep. Carlos Bezerra representa o governo Alckmin na política de São Paulo. Mas a forma como ele age, ele parece representar o próprio governo do PT. Em reportagem intitulada “O assassinato da verdade pelo covarde Carlos Bezerra,” o jornalista Thiago Cortês denuncia como o líder do PSDB se coloca até contra a liberdade de imprensa para defender um suposto direito do PT de praticar seus crimes de forma impune. (Por ameaça judicial de Bezerra e seus advogados, o artigo do Thiago foi removido do GospelPrime. Mas o mesmo artigo encontra-se agora disponível, sem censura, no Mídia Sem Máscara, neste link: http://bit.ly/1wLVAh8)

O líder máximo do PSDB na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo também foi desmascarado, em suas defesas do totalitarismo esquerdista contra a liberdade de imprensa, pelo jornalista Luciano Ayan.

Carlos Bezerra é prova viva de que o demônio esquerdista que possui a alma dos petistas também habita nas entranhas dos militantes do PSDB, partido fundado por um estrategista marxista.

Quando consideramos que sob o PSDB em São Paulo a agenda homossexual avançou muito mais do que em nível federal sob o PT, a pergunta que vem é: “Então, o que foi que o pastor da Comunidade da Graça fez para impedir esse avanço?”

Ele não fez e nunca faria nada. De acordo com esse pastor, Jesus nunca condenou o homossexualismo — sendo por isso considerado pelo tabloide Genizah como o político evangélico ideal. Daí, para ele, ficou fácil cruzar os braços.

Entretanto, quando Silas Malafaia realizou a Marcha pela Família em 2013 para denunciar as políticas de aborto e homossexualismo do PT, o pastor da Comunidade da Graça descruzou os braços para atacar o evento pró-família. Ele fez o que todo militante — do PT, PSDB e outros partidos esquerdistas — possuído pelo demônio esquerdista faria.

Esse conhecido líder do PSDB só aprova eventos esquerdistas, inclusive na Universidade Mackenzie, onde ele é palestrante.

Ele tem também feito parte de uma nova iniciativa da Teologia da Missão Integral para iludir os jovens evangélicos.

Ele pode ter pouco ou nenhum compromisso com o Evangelho, mas seu compromisso com essa teologia é total, para alegria do PSDB e PT.

Com políticos “ideais” assim, o socialismo do PSDB e do PT só pode se dar muito bem.

Fonte: www.juliosevero.com


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

19 Comentários

Comentários 1 - 19 de 19Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. De um site de conteúdo teológico e apologético agora virou um campo de ataque político?

  2. Se crente é indiferente a politica criticam falando que só sabe orar, se crente critica dizem agora que faz “campo de ataque politico” … vai entender esses LEONARDO’S. 
    esse leonardo boff está mais para papai noel sem renas e sem presentes.

  3. Não cai uma folha se não for da vontade de Deus. Se tudo isso está acontecendo é com a permissão dele , pois até o Diabo para agir na vida do homem tem que ser com a permissão de Deus.

  4. Permissividade de Deus versus Desobediência a Deus, são cousas distintas, o ativismo homo está incorrendo na segunda atitude. Ló, demorando em Sodoma e tendo que ser arrastado para fora da cidade por Deus.Gênesis 19:1-16. Não está permitindo, está dando tempo para arrependerem-se.

  5. A permissividade de Deus é só no contexto bíblico e quando sabemos o fim da história.
    Deus permitiu o demônio tocar em Jó e permitiu levar Jesus no pináculo do templo. 
    Agora sobre o Homo Ativismo não interessa saber se Deus está permitindo ou não, a nossa função é reprovar.

    1. CONCORDO!!!!!

  6. “A permissividade de Deus é só no contexto bíblico..”. 

    quanto aos que sabem o fim da história sobre os falsos profeta e mesmo assim dizem que é o cumprimento das escrituras ou que ainda defendem não cabe tb a tal reprovação?
    que critério é esse que só vale para gay?

  7. “Agora, quado ao ativimso sobre o Homo Ativismo não interessa saber se Deus está permitindo ou não”

    tome cuidado com o que diz amigo.Tem muito crente aí se juanto ao que tem de pior na política em nome de uns trocados mas os outros batem palma orque é para “destruir o comuna” 

  8. “A permissividade de Deus é só no contexto bíblico…”
    por que não julgai por vós o que é justo, diz Jesus em algum evangelho
    o que ele diz vale para a vida concreta, não só para o ativismo homo ou para ficar esperando revelações
    melhore sua teologia

  9. ilson qui mai 26 at 1:08 pm  “…que critério é esse que só vale para gay?”

    em NENHUM momento bíblico tem ou há apoio permissivo para a atitude e comportamento gay. contudo, Deus ama todos os homens, e quem quiser Jesus será salvo João 3:16.

    1. vc não respondeu a outra parte:
      quanto aos que sabem o fim da história sobre os falsos profeta e mesmo assim dizem que é o cumprimento das escrituras ou que ainda defendem não cabe tb a tal reprovação?

    2. quanto ao falso profetismo é refutado nos vários tópicos, ou não percebeu ainda ? 

      http://www.cacp.org.br/category/seitas/

      e não adianta cirandar no assunto porque a atitude e comportamento gay não tem respaldo bíblico.
      não insista.

  10. mirna qui mai 26 at 1:25 pm “por que não julgai por vós o que é justo, diz Jesus em algum evangelho o que ele diz vale para a vida concreta, não só para o ativismo homo”

    O tema do artigo é sobre “ativismo-gay” e não outro assunto. presta mais atenção.

    1. mas a palavra de Jesus é universal, correto? melhore sua argumnetação

    2. nunca leu ? “Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais” .João 8:11

      o problema de vocês parece-me que talvez queiram uma “cristandade” que apoie o vosso vicio neste coito anormal. E não tem como “melhorar a argumentação”, porque você não aceita.

    3. jcp
       falo de um processo de ação perante a vida no tocante á interpretação das escrituras quanto a permissividade ou não.O fator homo foi o que trouxe a discussão á tona.Assim como poderia ser outro fator, tal como permissividade de falso profeta.Falo do processo não do fator

  11. mirna sáb mai 28 at 6:54 pm ” interpretação das escrituras quanto a permissividade ou não.O fator homo foi o que trouxe a discussão”

    como disse ao seu amigo ilson : não adianta cirandar no assunto, a atitude e comportamento gay não tem respaldo bíblico. 

  12. “não adianta cirandar no assunto”
    o que questionei aqui é que o critério de “saber o fim da história” não vale apenas para homossexualismo mas também para o falso profetismo
    entendeu agora?

    1. o falso profetismo já é catalogado no site como heresia pesquisa mais.

Comentários 1 - 19 de 19Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement