Esqueceu a senha?

Líder de seita polígama é condenado por relações com menores de idade

por Pr. Natanael Rinaldi - sáb set 15, 11:47 pm

Tomamos conhecimento* de uma sentença de um tribunal no Texas, Estados Unidos, dada a um líder do mormonismo por nome Warren Jefts que passará o resto da vida na prisão. O homem tinha mais de dez jovens ‘esposas’ de até 12 anos de idade. Warren Jeffs, de 55 anos, era líder da Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Últimos Dias, e também recebeu uma sentença de 20 anos na cadeia por abusar de uma jovem de 15 anos. A seita tem origem na fé mórmon e acredita que a poligamia conduz a um estado de exaltação à divindade no após-vida. A seita tem mais de 10 mil seguidores, que acreditam que Jeffs é o porta-voz de Deus na Terra. Os promotores fizeram o pedido da pena de prisão perpétua depois de apresentarem provas duras e, por vezes, gráficas de que o homem abusava das jovens, recusando o argumento usado por Jeffs de que era vítima de perseguição religiosa. Além disso, exames de DNA provaram que ele engravidou uma menina de 15 anos. Uma gravação em áudio também foi apresentada como evidência, explicitando o que seria o homem abusando sexualmente de uma garota de 12 anos de idade. Outra gravação foi apresentada como prova no processo, na qual o homem é ouvido ensinando pelo menos 12 de suas jovens esposas a agradá-lo sexualmente – e assim, segundo ele, agradar a Deus. “Se o mundo soubesse o que estou fazendo, eles me pendurariam enforcado na árvore mais alta” declarou Warren Jeffs, em texto usado como prova. Antes de ser preso, ele ainda conseguiu enganar a polícia por vários anos foragido viajando pelo país, chegando a figurar entre os 10 homens mais procurados pelo FBI antes de ser preso.

PR.. NATANAEL: O irmão que é um estudioso no campo da heresiologia poderia esclarecer como pode um entidade religiosa ter em seus meio ensinos tão escabrosos segundo os quais a prática da poligamia leva uma pessoa, depois da morte, ser exaltada à divindade, tornando-se um deus?

A seita da qual era líder o homem que cometeu essa torpeza, é uma divisão do mormonismo nos Estados Unidos e que se orienta religiosamente por um livro com o título DOUTRINA E CONVÊNIOS. Esse livro é uma série de revelações que os mórmons crêem terem sido recebidas pelo fundador da seita por nome Joseph Smith Júnior. Segundo ele, essas revelações foram dadas por Jesus Cristo.

Como surgiu essa seita dos mórmons nos Estados Unidos?

A Igreja mórmon ensina que houve uma grande e total apostasia na igreja estabelecida por Jesus Cristo e este estado de apostasia ainda prevalece, exceto para aqueles que se voltarem para um conhecimento do ‘evangelho restaurado’ pela igreja Mórmon. Depois de fazerem essa declaração que os favorece, escreveram um livro com o título Uma Obra Maravilhosa e um Assombro, onde na página 26 escreveram o seguinte: “a missão da verdadeira é a de reunir numa só igreja todas as verdades que são encontradas em todas as outras igrejas.” Se a igreja mórmon foi fundada sob o argumento de que todas as incorretas e que eram uma abominação a Deus, como funda uma igreja e depois vem declarar que a sua criada tem por objetivo reunir todas as verdades que foram encontradas nas outras igrejas? Poderia a igreja fundada por Jesus ter apostatado, quando Jesus prometeu estar com a igreja até os fins dos tempos como lemos em Mateus 28:19-20 – “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; 20 – Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.”

E o que consta do livro mencionado DOUTRINA E CONVÊNIOS sobre a prática da poligamia? 

Na seção 132 desse livro, versículos 61 e 62 lemos o seguinte: “E novamente, no tocante a lei do sacerdócio, se um homem desposar uma virgem e desejar desposar outra, e a primeira o consentir, e, se ele desposar a segunda, e elas forem virgens, e não se tiverem comprometido a nenhum outro homem, então êle será justificado; não estará cometendo adultério porque elas lhes foram dadas; e ele não pode cometer adultério com o que pertence a ele e a ninguém mais. E, se dez virgens lhe forem dadas por esta lei, ele não está cometendo adultério, pois elas lhe pertencem, e lhe são dadas; portanto, ele estará justificado.”

Pode citar mais algumas doutrinas ensinadas pelos mórmons?

Outro ensino “aberracional” é o homem alcançar um estado de exaltação depois da morte, isto é alcançar à divindade. No livro Ensinos do Profeta Joseph Smith, a página 337 são dadas orientações para atingir à divindade: “Aqui, então, está a vida eterna – conhecer o único Deus sábio e verdadeiro; e tereis que aprender como tornar-vos deuses vós mesmos, e como serdes reis e sacerdotes para Deus, da mesma forma como todos os deuses fizeram antes de vós, isto é, passando de um pequeno degrau para outro, de uma capacidade menor para outra maior…” E mais: existe um frase muito corrente entre os mórmons: “Deus foi o que nós somos e nós seremos o que Deus é.” “Deus é um homem exaltado, entronizado nos mais altos céus.”

E como refutar esse ensino para alcançarmos a divindade e sermos iguais a Deus?

O primeiro ser que uma vez tentou ser igual a Deus foi Lúcifer e o registro dessa tentativa e os resultados estão em Isaías 14:12-15 – “Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! 13 – E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. 14 – Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. 15 – E, contudo levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo.” Este ser é conhecido pelo nome de Diabo. Ele se personificou na serpente e foi ao Jardim do Éden fazer a mesma proposta ao casal Gênesis 3:4-5 – “Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. 5 – Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.” Em vez de se tornarem deuses foram expulsos do Éden para nunca mais entrar. A Bíblia aponta a existência de um só Deus e nenhum homem é ele. Isaías 44:6 – “Assim diz o SENHOR, Rei de Israel, e seu Redentor, o SENHOR dos Exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus.” Isaías 45:5 – Eu sou o SENHOR, e não há outro; fora de mim não há Deus; eu te cingirei, ainda que tu não me conheças;”.

* Pela internet e com data de 13 de agosto de 2011


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement