- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Livro de Mórmon: Envelhecimento instantâneo?

Aqui vou gradualmente reproduzir alguns pontos que considero mais relevantes do diálogo virtual que tive com o membro mórmon. Tudo começou quando fiz uma pergunta sobre um trecho do Livro de Mórmon (LM) contido em Mosias 1.9 “E aconteceu que depois de haver ensinado seus filhos, o rei Benjamim ENVELHECEU e viu que muito breve seguiria pelo caminho de toda a Terra…” (Ênfase por mim acrescentada). A versão em português do LM dá a entender que o dito rei Benjamim envelheceu instantaneamente após instruir seus filhos, o que seria um non sense total.  Os outros mórmons ficaram bravos comigo, mas este meu xará – mais educado e culto, por sinal – arriscou-se a me responder.

Replicou-me o membro SUD, o que resumo em minhas palavras a seguir: sua justificativa foca no texto dito original em inglês no qual usa-se o verbo “waxed old”, que seria inclusive usado pela King James e traduzido da mesma forma em português. Ele alega ainda que a mesma expressão é utilizada no inglês de Sheakspeare do século XVI, a qual apontaria para uma mudança lenta e gradual. Diz ainda que até hoje usa-se, por exemplo, “waxed moon” para referir-se às mudanças de fases da Lua que ocorre em quase um mês. Bom, o que ele quis dizer resumidamente é que no texto original em inglês do LM não há erro e quando li a tradução em português na passagem referida, o problema foi a minha interpretação – julgo eu que ele quis dizer por não conhecer o texto em inglês. Só que ele não explicou por que a incoerência ocorre em nossa língua se o LM é “o livro mais correto da Terra” (History of the Church, vol. 4, p. 461), como asseverado por Joseph Smith? Por que o trecho não foi traduzido tipo “E aconteceu que depois de haver ensinado seus filhos, O REI BENJAMIM, JÁ VELHO E AVANÇADO EM DIAS, viu que muito breve seguiria o caminho de toda a Terra”? Quem traduziu o LM para o português, um estagiário da imprensa mórmon, um colegial em formação e por que não o profeta-presidente, que supostamente tem acesso ao Pai Celestial ou um integrante do quórum dos 12 apóstolos de sua hierarquia?

Destarte, embora a Igreja Mórmon ufane-se de que só ela possui “a plenitude do Evangelho” – justamente por possuir um profeta vivo (o presidente do mormonismo) e revelações adicionais –, não consegue administrar nem mesmo os diversos problemas de sua literatura-padrão. Isso os levou ao longo dos anos a procederem a mais de 3.000 mudanças no texto do LM, mesmo em inglês.  O site oficial SUD e alguns apologistas mórmons justificam que essas alterações em sua grande maioria foram pequenas correções textuais em termos de ortografia, gramática e pontuação e não doutrinárias. Quando admitem que foram doutrinárias como em 1 Néfi 11.18, no qual corrigiram um lapso em que o texto original dizia ser Maria “mãe de Deus”, atenuam que o profeta Smith o fez apenas para “esclarecer” a doutrina… É uma maneira bem estranha de se tratar uma suposta revelação divina, ainda mais quando não se têm os manuscritos originais do LM, embora ele seja pelo menos 18 séculos mais novo que a Bíblia (i.e. do que o Novo Testamento).

Marcelo Carvalho (membro da IEAD Cidade Nova/Ananindeua-PA e ex-mórmon)

[1] [2]Compartilhar [3]