Esqueceu a senha?

Lula dá entrevista indecorosa

por Artigo compilado - ter abr 29, 4:03 pm

Lula participa do III Fórum Global do Trabalho Infantil

Lula dá entrevista indecorosa sobre mensalão em Portugal.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva parece ser adepto da máxima “uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade”. Em entrevista indecorosa à TV portuguesa RTP, publicada neste domingo (27) no site da emissora, Lula — a quem caberia defender no exterior as instituições brasileiras, fosse ele estadista e não chefe de partido — desqualificou o trabalho do Supremo Tribunal Federal e afirmou que as condenações do julgamento do mensalão foram, em sua maioria, políticas e não jurídicas.

“O que eu acho é que não houve mensalão. Eu também não vou ficar discutindo a decisão da Suprema Corte. Eu só acho que essa história vai ser recontada. É apenas uma questão de tempo, e essa história vai ser recontada para saber o que aconteceu na verdade”, afirmou o ex-presidente. “O tempo vai se encarregar de provar que no mensalão você teve praticamente 80% de decisão política e 20% de decisão jurídica”.

Àquilo que Lula “acha” se contrapõem as provas das 5 000 páginas dos autos do mensalão. São documentos, perícias e testemunhos que demonstram que em seu governo instituiu-se um grande esquema de compra de apoio parlamentar. Num tribunal formado majoritariamente por ministros indicados pelo próprio Lula e por sua sucessora, Dilma Rousseff, as evidências foram tidas como suficientes para mandar para a cadeia algumas figuras centrais de seu partido — mesmo depois de esgotadas todas as instâncias de recurso previstas pela legislação.

O ex-presidente, aliás, tratou de se dissociar, de maneira desleal, dos mensaleiros que o ajudaram a fundar o Partido dos Trabalhadores, nos anos 1980, e a conquistar o mais alto posto da República, em 2002. Ele afirmou que embora haja “companheiros do PT presos, não se trata de gente da sua confiança”.

Um desses companheiros é José Dirceu, que chefiou a primeira campanha eleitoral de Lula e depois, no primeiro ano de seu mandato, exerceu o cargo de ministro-chefe da Casa Civil. Dirceu foi condenado a 7 anos e 11 meses de prisão e passa seus dias atualmente no presídio da Papuda, em Brasília.

Outro companheiro é José Genoíno, igualmente fundador do PT. Ele ocupou a presidência do partido entre 2002 e 2005 — a era do mensalão, e um momento em que Lula exercia hegemonia absoluta sobre as engrenagens do PT.

Fonte: Veja


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

5 Comentários

Comentários 1 - 5 de 5Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Para entender a “esquerda” no poder da politica é só ler o livro “A Revolução dos Bichos – George Orwell”;
    o “achômetro” dele está descalibrado.

  2. Até parece que ele diria que é tudo verdade. Ele tá envolvido até o pescoço. Aliás, isso é algo tão comum nos partidos, que teríamos muitos e muitos outros políticos presos. Talvez TODOS

  3. o delator do mensalão, roberto jeferson ainda queria um titulo de heroi “por isso”, ele é amigo pessoal do fernando collor onde esse pessoal esperaram pacientemente para dar o bote agora no PT. agora os testa de ferro são condenados pois se o lula caí o PT vai junto.

  4. outro igual é o fernando henrique, tucano, esse no exterior falava mal dos brasileiros chamando de vagabundo (quem queria aposentar cedo) e caipira (quem comprava muito). com sua formação academica deixou faltar energia eletrica, eu tive corte “por excesso” consumo.em casa.

  5. se o Brasil está numa condição melhor (talvez) não é graças ao lula, PT, FHC, PSDB e todos, é porque os brasileiros são bons no que fazem, trabalhando, exportanto etc. e não essa cambada que tem usado nossas consciencias e falando mentiras.

Comentários 1 - 5 de 5Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário