Esqueceu a senha?

Mães chatas criam filhos bem sucedidos

por Artigo compilado - qui jul 23, 11:03 am

Estudo comprova que mães chatas criam filhos bem sucedidos

  

Você considera que sua mãe é chata? Ela é daquelas que nunca te deu moleza e sempre pegava no seu pé? Então está na hora de agradecê-la — e agora com comprovante científico.

Um estudo realizado pela Universidade de Essex, na Inglaterra, mostra que os filhos de mães rígidas se dão melhor na vida. Comparados a crianças mimadas, estes se saem muito melhor em relação à vida profissional.

O estudo foi demorado justamente para ter base para fazer afirmações. Foram 15500 crianças entre 13 e 14 anos que foram acompanhadas por seis anos e separadas em dois grupos: um com mães mais “chatas”, outro com mães mais permissivas.

O grupo que tinha mães que pegavam em seus pés se saíram melhor em vestibulares e, posteriormente, em seus primeiros empregos. Uma prova empírica de que sua mãe está sempre certa e você, amigo, sempre errado.

Ensina a criança no Caminho em que deve andar, e mesmo quando for idoso não se desviará dele! (Pv 22.6)

Extraído do site br.noticias.yahoo.com/ em 23/07/2015


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

4 Comentários

Comentários 1 - 4 de 4Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Nota 10 para o artigo, e também para a loira. 

  2. Como as coisas mudaram. Agora os supostos “bem sucedidos” são os que têm mães turronas. Eu proponho um pouco de equilíbrio. Nem indulgente nem machista. No fundo o que se espera de uma mãe é o seu amor incondicional e quem foi amado já é um bem sucedido

    1. Sr.Ricardo, no artigo não fala de “mães turronas” e sim diz alegorico  “mãe chatas” (aquela que nunca dá moleza e sempre pega no pé). são mulheres que sabem o que querem dos filhos e tem perspectiva do futuro deles, nada haver “machismo” ou “tempo mudaram”, o sr. está equivocado.

  3. Ser “mãe chata” não significa que esta mãe tem desamor ou que sempre é assim,durona,mas sim que se preocupa sinceramente com o bem-estar do filho.Já vi mãe que por conta de um suposto amor não corrigir o filho(ser “chata”) e o tal se perdeu na vida.

Comentários 1 - 4 de 4Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement