Esqueceu a senha?

Memorial Chico Xavier consumiu cerca de R$6 mi

por Artigo compilado - seg dez 30, 8:27 pm

chico-xavier-em-foto-de-1999-1340929115393_956x500

Memorial Chico Xavier consumiu cerca de R$6 milhões dos cofres públicos

A ideia é fomentar o turismo religioso em Uberaba, cidade onde o médium mineiro desenvolveu seu trabalho

Em fevereiro de 2014 a cidade de Uberaba vai inaugurar o Memorial Chico Xavier, uma obra avaliada em R$6,8 milhões pagos com dinheiro público, sendo 10% do município e o restante do Ministério do Turismo.

O espaço terá 42 mil m² que abrigarão um museu composto por toda a obra de Chico Xavier, incluindo materiais audiovisuais, teatro e biblioteca. O memorial terá também um espaço para trabalhos dos centros espíritas e psicografias.

O médium nasceu em Pedro Leopoldo, mas viveu em Uberaba por muitos anos até o seu falecimento em 30 de junho de 2002. Seus atendimentos transformaram a cidade mineira em um ponto turístico para fiéis que buscavam por alívio de seus problemas nas mensagens vindas dos mortos.

Hoje a cidade conta com 130 centros espíritas que recebem mais de 40 mil pessoas todos os meses, vindas de diversas partes do Brasil e do mundo para se consultarem com os médiuns.

É pensando nessa quantidade de pessoas que a Prefeitura de Uberaba resolveu investir no Memorial Chico Xavier que consolidará o município como um dos principais destinos do turismo religioso espírita no país.

Além da obra principal, a cidade também está investindo na construção de um hotel que recebeu o nome de um dos livros de Chico Xavier: “Nosso Lar”. O empreendimento terá 142 quartos e o projeto já está em fase de licitação.

Para o administrador do memorial e presidente do Instituto Chico Xavier, Adalberto Pagliaro, as construções beneficiarão toda a região ao atrair os turistas.

“O que nós precisamos é ordenar esse turismo para fazer com que isso gere riqueza. O turismo religioso não movimenta só a religiosidade, mas os pontos turísticos e o comércio. Nosso memorial terá sustentabilidade e outras fontes de renda para sobreviver”, disse.

De acordo com o jornal O Tempo, a Prefeitura está esperançosa com a quantidade de pessoas que podem circular pela cidade e até pretende criar um evento específico para espíritas.

“Pretendemos desenvolver a Semana Espírita de Uberaba. Hoje, a nossa expressão maior de turismo religioso são as caravanas, que chegam de todo o país”, diz a Diretora do Departamento de Desenvolvimento do Turismo de Uberaba, Cynthia Lyrio.

Extraído do site http://noticias.gospelprime.com.br em 30/12/2013


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários fechados neste artigo.
Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Quando religião gera lucro então o Estado não diz que é Laico. 

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement