Esqueceu a senha?

Migliorini leiloa virgindade novamente e cita a Bíblia

por Artigo compilado - qua dez 04, 9:25 am

Catarina Migliorini leiloa virgindade pela segunda vez e cita a Bíblia para justificar

A jovem Ingrid Migliorini, de 21 anos, também conhecida como Catarina, em referência ao nome do estado do sul do país, onde nasceu, está leiloando sua virgindade pela segunda vez e conversou com o jornal carioca Extra, que publicou uma entrevista com a garota no último sábado.

A estudante surpreendeu com sua interpretação “sociocultural religiosa” sobre virgindade: “é apenas um termo criado pela sociedade para reprimir os desejos sexuais, principalmente das mulheres, pelo menos até o casamento. Na verdade, é só uma película que existe na entrada da vagina para sua proteção, nada mais. Não sou eu quem dou tal valor para a virgindade e sim algumas pessoas que possuem grande desejo de possuir uma virgem, talvez seja uma fantasia”.

Em seguida, ela citou o livro sagrado dos cristãos e fez uma comparação com a pedra preciosa rubi, uma variedade do mineral corindon – óxido de alumínio, cuja cor é decorrência, principalmente, da presença de crômio: “Há uma passagem na bíblia que diz que a ‘virgindade vale mais do que o rubi’ e o que eu achei interessante é que ambos são vermelhos, ou seja: a pedra por si só e o sangue que escorre de uma virgem. Bem, cada mulher sabe o valor do seu rubi, né?”.

A fala de Catarina gerou polêmica. Uma leitora disse no site do jornal: “Fala só o que interessa a ela [Catarina] na Bíblia, né?!? Isso também está escrito na Bíblia: ‘O meu povo consulta a sua madeira, e a sua vara lhe responde, porque o espírito da luxúria os engana, e prostituem-se, apartando-se da sujeição do seu Deus’”.

Outra comentou: “Melhor você deixar a Bíblia fora disso, porque a pureza que ali está é de alma também. E quem se vende, em rede mundial de computadores, não a tem…”. E, por fim, Houglis concluiu: “doente”.

Na mesma conversa, a menina pediu para divulgar sua rede social Instagram e comentou sobre a ideia de fazer um novo leilão. Dessa vez, por conta própria: “Na verdade, não aconteceu o leilão, quando anunciado da primeira vez, e, então, eu decidi fazer meu próprio site e ver no que vai dar”.

A primeira iniciativa foi para um projeto australiano, que envolvia um documentário, sob a direção de Justin Sisely. Nessa ocasião, a virgindade foi vendida para um japonês por R$ 1,5 milhão.

Ingrid aproveitou a fama para estampar nua a capa da revista masculina Playboy, tanto do Brasil, como da Argentina.

O novo espaço Virgins Wanted 2 anuncia o leilão para daqui 6 dias. O lance mais alto, segundo dados coletados na manhã desta terça-feira (3), vem dos Estados Unidos (EUA), e corresponde a U$ 300 mil, cerca de metade do valor que foi oferecido na primeira vez.

Extraído do site portugues.christianpost.com em 04/12/2013


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Um mau exemplo a atitude dessa traquina, pela cara, é o mesmo espirito devasso, que faz lembrar da “moça” que pediu para Herodes a cabeça de João, o batizador num prato.
    E ainda cita a Bíblia … ?! a intenção dela é mesmo ofender a cristandade.

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement