Esqueceu a senha?

Moisés já ressuscitou dos mortos?

por Artigo compilado - dom jul 16, 12:39 am

Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo. (Judas v. 9)

Ellen White, o espírito inerrante da Igreja Adventista, ensinou que “Moisés passou pela morte, mas Cristo desceu e lhe deu vida antes que seu corpo visse a corrupção. Satanás procurou reter o corpo, pretendendo-o como seu; mas Miguel ressuscitou Moisés e levou-o ao céu. Satanás maldisse amargamente a Deus, acusando-o de injusto por permitir que sua presa lhe fosse tirada; Cristo, porém, não repreendeu a seu adversário, embora fosse por sua tentação que o servo de Deus houvesse caído. Mansamente remeteu-o a seu Pai, dizendo: ‘O Senhor te repreenda’”.

Resposta apologética: Encontramos dois grandes erros doutrinários na declaração de Ellen White: 1.) Miguel não ressuscitou Moisés. É Jesus quem ressuscitará os mortos por ocasião da sua vinda, a qual ainda não ocorreu (1Ts 4.16,17; 1Co 15.51-54). Se Moisés não provasse a corrupção no seu corpo e já tivesse sido ressuscitado, poderia ser considerado “as primícias dos mortos”, quando, de fato, este título deve ser tributado apenas a Jesus: “Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem” (1Co 15.20). 2.) A passagem citada trata de Miguel, o arcanjo, e não de Jesus. É a Jesus que Miguel, o arcanjo, recorre para repreender Satanás e não a Deus, o Pai. A senhora White confunde Miguel com Jesus, como se ambos fossem a mesma pessoa. Jesus, em sua vida terrena, repreendeu, por várias vezes, a Satanás.

O versículo em estudo afirma que Miguel não pode fazê-lo, invocando a autoridade de Jesus para isso: “O Senhor te repreenda”. Em Mateus 16.23, Jesus repreende Satanás com toda a autoridade, dizendo: “Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo”. E não foi a única vez que isso ocorreu. Em Mateus 4.10,11, Jesus determinou que Satanás se retirasse. Jesus concedeu poder aos seus discípulos e seguidores para que pudessem agira da mesma forma (Lc 10.17-19; Mc 16.17,18). Por fim, Jesus é Criador (Jo 1.3; Cl 1.15,16) e Miguel, criatura celestial, criada pelo próprio Jesus. Os anjos não podem ser adorados (Cl 2.18; Ap 22.8,9), ao passo que Jesus é adorado pelos anjos (Hb 1.6; Ap 5.11-13). Miguel é um dos primeiros príncipes (Dn 10.13), o que índia que existem outros iguais a ele. Jesus, porém, é o Unigênito do Pai, o que mostra que não existe outro igual a Ele (Jo 1.14; 3.16).

——————–

Nota do Pr. João Flávio Martinez:

  • O Apóstolo Paulo qualifica como um erro herege a ideia de afirmar que alguma ressurreição já tenha ocorrido (I Co 15).  Vejamos: E a palavra desses roerá como gangrena; entre os quais são Himeneu e Fileto; Os quais se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição era já feita, e perverteram a fé de alguns. 2 Timóteo 2.17,18 – ENTÃO COMO MOISÉS TERIA RESSUSCITADO GLORIOSAMENTE COMO ENSINA O ADVENTISMO?

Isso faz, segundo Paulo, os adventistas estarem na mesma categoria de apóstatas como Himineu e Fileto por admitirem a ressurreição eterna de Moisés antes da volta de Jesus (I Co 15.23).

———————–

Extraído da Bíblia Apologética em 15/06/2017


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. as posições de entendimento adventismo é um absurdo, misturam as coisas fazendo uma confusão. o mesmo fazem as seitas irmãs mórmon e testemunha jeová. Estas três nasceram no seculo 19 onde a confusão mental de guerras e pós guerra EUA levou pessoas a confusão mental e saiu isso.

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement