Esqueceu a senha?

Mórmons contradizem seu próprio livro

por Artigo compilado - sex nov 06, 9:50 am

Apóstolo Paulo foi contun­dente ao advertir os irmãos na Galácia: “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema”, Gl 1.8. Apesar desse aviso solene, o Livro de Mórmon traz a se­guinte afirmação: “O Livro de Mórmon Outro Testamento de Jesus Cristo”, evi­denciando que tal escrito fora dado por um anjo de Deus, o anjo Moroni.

O cristianismo autêntico não ad­mite nenhum outro escrito de nenhum líder espiritual que venha tentar usur­par o lugar ímpar das Escrituras. O fun­damento principal da Igreja Mórmon é o ensinamento do Livro de Mórmon. Tal igreja tem assegurado que o dito livro veio restaurar as verdades funda­mentais do cristianismo.

Mas será que os mórmons creem realmente no que o próprio livro de­les diz? Veja algumas crenças, entre tantas, encontradas no Livro de Mórmon e por eles rejeitadas.

Só existe um único Deus vivo e verdadeiro

“E Zeezrom disse-lhe: Dizes que existe um Deus vivo e verdadeiro? E Amuleque respondeu: Sim, existe um Deus vivo e verdadeiro. Disse então Zeezrom: Existe mais de um Deus? E ele respondeu: Não. Então perguntou-lhe Zeezrom novamente: Como sabes estas coisas? E ele disse: Um anjo mas deu a conhecer”, Alma 11.26-31. Leia também 2 Néfi 31-21. Compare com Deuteronômio 6.4 e 1 Coríntios 8.6.

Hoje em dia a doutrina mórmon, contrariamente, ensi­na que existem mais de um deus. Por exemplo, em Dou­trinas e Convênios lemos que “Abraão, Isaque e Jacó entra­ram para a sua exaltação, de acordo, com as promessas, e se assentaram em tronos, e não são an­jos, mas sim deuses” (132.37). Isto é total­mente oposto ao que foi dito em Alma. Ainda no livro de Abraão 4.27 é dito o seguinte: “E assim os deuses des­ceram para formar o homem em sua pró­pria imagem, na imagem dos deuses eles o formaram, macho e fêmea eles os formaram”.

Contra quem os mórmons estão pregando? Não é só contra a Bíblia, mas também contra os seus próprios escritos!

Acreditam também que Deus te­nha corpo físico. “As revelações mo­dernas nos ensinam que o Pai e o Fi­lho têm corpos tangíveis de carne e ossos, e que o Espírito Santo é um personagem de espírito, sem carne nem ossos.”1 Citam versículos bíblicos como Êxodo 33-11 para apoiar esta doutri­na: “Falava o Senhor a Moisés face a face, como qualquer fala a seu ami­go”, esquecendo-se do versículo 20 que diz: “Não me poderás ver a minha face, porquanto homem nenhum verá a minha face e viverá”. É por isso que a Bíblia diz em João 1.18 que “Deus nunca foi visto por alguém”.

A mesma Bíblia fala de Deus como tendo boca, braços, olhos, ouvi­dos, face e mãos. Diz também que Ele tem asas (SI 91-4), sete olhos (Zc 4.10), narinas donde saem fumaças (SI 18.8) etc. Se os mórmons desprezam as ex­pressões teofânicas de Deus, a manei­ra como Ele usou para se comunicar com os seus servos, e acreditam que Ele tenha de fato braços, dedos, face etc., deveriam crer também que Ele tenha asas, sete olhos etc. Eles preci­sam entender que essas referências são simbólicas, não literais.

Deus é imutável

“Porque não lemos que Deus é o mesmo ontem, hoje e para sempre e que nele não há variação nem sombra de mudança? E se imaginastes um deus que varia e no qual há sombra de mu­dança, então imaginastes um deus que não é um Deus de milagres”, Mórmon 9 9-H 2. Atualmente os mórmons di­zem que Deus não é o mesmo ontem, hoje e sempre, mas que está em pro­gresso. James Talmage no seu Articles of Faith diz: “Assim como o homem é, Deus uma vez já foi; e como Deus é, o homem pode ser” 3.

O segundo presidente do mormonismo, Brigham Young, no Journal of Discourses, disse que “Adão…é nosso Pai e nosso Deus, e o único Deus com quem devemos lidar” 4. Como pode-se notar, o principal livro da Igreja Mórmon é rejeitado, não apenas pela Igreja Cristã, mas pelas próprias cren­ças contraditórias.

Joseph Smith, rejeitou o seu pró­prio ensinamento de que Deus é “imu­tável de eternidade a eternidade”, Moroni 8.18. Ele disse: “Nós temos ima­ginado e suposto que Deus era Deus desde toda a eternidade. Eu irei refu­tar esta ideia… Ele uma vez já foi ho­mem como nós” 5. Mas a quem os mórmons acham que Smith estava re­futando? Não é o Livro de Mórmon a restauração do Evangelho? Se os mór­mons atuais rejeitam a restauração do seu próprio profeta e fundador, não é de admirar que eles rejeitem a Bíblia ou uma literatura cristã, e haja tanta fragilidade em suas principais doutri­nas.

O castigo eterno

O Livro de Mórmon deixa claro que há apenas dois caminhos para a humanidade: vida eterna ou tormento eterno. As pessoas que rejeitarem Je­sus terão como recompensa o tormento eterno donde não sairão (2 Néfi 28.22, Mosíah 3.24-27, 3 Néfi 27.17 e Alma 34.32-35).

Apesar disso, há várias opiniões sobre o inferno no seio do mormonismo. Algumas autoridades ensinam que o inferno não é eterno, outros ensi­nam um inferno limitado, outros um inferno sem fim, e finalmente aqueles que não creem de jeito nenhum no inferno. Por outro lado, eles acham que, desde que se realizem batismo pelos mortos, qualquer pes­soa pode usufruir de algum nível de glória, ou seja, o Livro de Mórmon es­taria errado quando diz: “das quais não há libertação”.

Quando a Bíblia fala do castigo eterno, é bem clara ao mencionar a sua duração. Observe Mateus 25.41, Hebreus 9-27 e Apocalipse 20.10.

FALSO PROFETA

A Bíblia fornece uma maneira sim­ples de se testar um profeta: “E se dis­seres no teu coração: Como conhece­remos a palavra que o Senhor não fa­lou? Quando o tal profeta falar em nome do Senhor, e tal palavra se não cumprir, nem suceder assim, esta é pa­lavra que o Senhor não falou; com so­berba a falou o tal profeta; não tenhas temor dele”, Dt 18.20-22.

Apresentamos algumas evidênci­as de que Joseph Smith é um falso pro­feta, fazendo do seu livro fruto desta falsidade.

  • Doutrina e Convênios 84.1-5 fala a respeito da Nova Jerusalém e seu Templo. Em setembro de 1832, a cidade e o Templo deveriam ser erigidos no Estado de Missouri naque­la geração.

Orson Pratt declarou a sua certe­za no cumprimento desta profecia: “Os santos dos Últimos Dias esperam ter o cumprimento desta profecia durante a geração em existência em 1832 assim como esperam que o sol nasça e se ponha amanhã. Por quê? Porque Deus não pode mentir. Ele cumprirá todas as suas promessas” 6. Mas a cidade não foi construída; o Templo não foi erigido naquela geração. A profecia era falsa.

2 Nefi 3-14 diz que o Senhor confundiria os inimigos de Joseph Smith quando estes tentassem destrui-lo. Mas Smith foi morto a tiros, na pri­são de Carthage, em Illinois, no dia 27 de junho de 1844.

Doutrina e Convênios56-60 profetiza que a casa em Nauvoo deve­ria pertencer à família Smith “de gera­ção em geração para todo o sempre”, mas Joseph Smith foi morto em 1844, os mórmons foram levados de Nauvoo e a casa já não pertence àquela família.

Embora os mórmons apresentem algumas desculpas para defender a sua igreja, não há como negar que o livro que eles afirmam ser uma revelação direta de Deus, não passa de uma far­sa onde nem eles mesmos concordam com tudo o que Joseph Smith escre­veu. Assim, não é só a Bíblia que con­dena o Livro de Mórmon, eles mes­mos o condenam por rejeitá-lo!

Costumam argumentar que a re­velação que Deus dá a um profeta pode ser substituída por revelações futuras. Se assim for, eles estão em constante apostasia, pois o que se cria no passado é rejeitado hoje e o que se ensina hoje, será rejeitado amanhã!

——————

[1]Guia Para Estudo das Escrituras, sob o tópico “trindade”.

2 Ver também .Morôni 7.22, 8.18. Na Bíblia, ver Salmo 90.2, Malaquias 3.6 e Tiago 1.17.

3 pág. 430.

4 Journal of Discourses, vol. 1, pág. 50.

5 Ensinamentos do Profeta Joseph Smith, pág. 336

6 Journal of Discourses, vol. 9, publicado por F. D. e S. W. Richards, Liverpool, 1854, edição reimpressa Salt Lake City, 1966, pág. 71.

FRANCISCO EURICO, FONTE: REVISTA “RESPOSTA FIEL” ANO 2 – N° 6


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário