Esqueceu a senha?

Movimento Gay mostra sua cristofobia

por Artigo compilado - seg jun 08, 7:35 pm

parada-gay-2015-2

A imagem fala por si só, mas eu gostaria de destacar uma coisa: A fotografia mostra um crime (CP – Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940) sendo cometido não só com o apoio, mas também com o patrocínio do Governo (Federal e do Estado de São Paulo) e de duas empresas federais que, na tese, pertencem ao povo: a Caixa Econômica Federal e a Petrobras.

“Cristofobia” é um termo cunhado nos últimos anos com o objetivo de representar a perseguição midiática que os ativistas gays promovem contra a Igreja Cristã como um todo.

A justificativa da existência desse termo pode ser vista na última parada gay em São Paulo. As “expressões” que permearam a carreata não representam a luta contra a homofobia ou contra o preconceito, mas sim uma perseguição contra os cristãos, principalmente evangélicos. Nos países Árabes, gays são executados e pendurados em guindastes em praça pública como exemplo para os demais, são degolados, enforcados, queimados vivos, presos, torturados em nome da religião muçulmana. Porém, jamais se viu um ativista gay protestando contra essas coisas, debochando de símbolos religiosos da fé islâmica.

Por que criticam apenas os cristãos, que até hoje têm discutido essa questão apenas no âmbito das ideias? Talvez a resposta seja uma “Cristofobia” por parte desses ativistas que, como já é sabido de todos, não representam a maioria dos homossexuais desse país. Só querem o dinheiro que o governo dá sem reservas.

Meu desejo é que os homossexuais de respeito, que entendem as questões sociais envolvidas e a seriedade da luta contra a homofobia, não caiam nessa armadilha armada pelos ativistas gays com o objetivo de direcionar toda a sociedade contra a fé Cristã, promovendo e incitando a “cristofobia”.

 

Rafael Nogueira via Facebook

Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

6 Comentários

Comentários 1 - 6 de 6Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Quanto aos homossexuais, concordando ou deixando de concordar com o que os outros fizeram, isso não os livra do juízo de Deus. 1cor 6.9-10

  2. Lamentável o ato dos ativistas gays! Também é lamentável crentes e pastores apoiarem atos como esse! Tudo indica a volta de Cristo! Nunca esteve tão próxima a vinda do Senhor!

  3. Homossexualidade é inata, ninguém escolhe ser assim. O que a transsexual tentou fazer, foi simbolizar o sofrimento que ela mesma sentia. Quando crucificaram o neymar na capa da revista placar, ninguém protestou. Era esta a ideia, mostrar que há sofrimento dos homossexuais.

    1. “Homossexualidade é inata, ninguém escolhe ser assim”

      quanto a isso fale por si somente ou pelo seu grupo minoritário. quanto ao sofrimento isso há para qualquer ser humano. quanto a essa matéria da placar do neymar crucificado eu nem sabia. sabendo agora protesto também !

    2. “Homossexualidade é inata, ninguém escolhe ser assim”

      essa frase é uma mentira descabida. Lgbt-ismo é opção de vida. e o que o rapaz capado fez foi uma ofensa. se quer alguém para agradar o seus coraçãozinhos, vão lá no caio fábio pq a Bíblia para ele é irrelevante. 

    3. a estampa na capa da revista placar é uma foto montagem, e nem foi autorizado pelo neymar e não foi o neymar que se sujeitou a uma bobagem dessa. e isso não tem nada haver com que o travesti capado fez. seu argumento é pífio e inútil e não cola. entenda que homo não tem respaldo biblico.

Comentários 1 - 6 de 6Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement