Esqueceu a senha?

Mt 24.34 refere-se a geração de 1914?

por Pr. Natanael Rinaldi - seg set 11, 5:44 pm

MATEUS 24.34 – NESTE TEXTO JESUS SE REFERIU À GERAÇÃO DE 1914?

Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam.

As TJs creem que neste verso Jesus se referiu à geração de 1914. Eles dizem que a geração de 1914 “não passará de modo algum, até que todas essas coisas (incluindo o apocalipse) aconteçam”.

RESPOSTA APOLOGÉTICA: Não existe nenhuma afirmação nas Escrituras de que 1914 seja um ano profético, fundamental para o desdobramento de todas as demais profecias. E com certeza não existe nada no contexto de Mateus 24.34 indicando que a “geração” a que o texto se refere seja a do ano de 1914. Os cristãos evangélicos têm geralmente se posicionado de acordo com uma das duas interpretações mais comuns para Mateus 24.34. Uma delas é que Cristo está simplesmente dizendo que a geração que testemunhar os sinais previamente declarados em Mateus 24, que se refere ao futuro período de tribulação, verá a volta de Jesus Cristo. A geração que estiver viva quando essas coisas (a abominação da desolação [verso 15], a grande aflição, como jamais dantes vista [verso 21], o sinal do Filho do Homem no céu [verso 30], e eventos similares) começarem a acontecer, ainda estará viva quando esses julgamentos se concluírem. Uma vez que usualmente se crê que a tribulação seja um período de sete anos (Dn. 9.27; Ap. 11.2) no final dos tempos, então Jesus estaria dizendo que “esta geração” que estiver viva no princípio da tribulação ainda estará viva no final dela.

Outra interpretação diz que o termo “geração” deve ser tomado em sua utilização básica como “raça, parentela, família, estirpe, ou criação”, então a declaração de Jesus poderia significar que a raça judaica não passaria até que todas as coisas fossem cumpridas. Uma vez que havia muitas promessas para Israel, inclusive a de herdar eternamente a terra da Palestina (Gn. 12; 14; 15; 17), e a que diz respeito ao reino davídico (IISm. 7.16), então Jesus poderia estar se referindo à preservação da nação de Israel por Deus, para cumprir as suas promessas para com eles. Na verdade, Paulo fala de um tempo futuro da nação de Israel, quando esta será “enxertada” e voltará a fazer parte das promessas de concerto de Deus (Rm. 11.11-26). Em ambos os casos, o ano de 1914 não está relacionado a esse verso, e nem a qualquer outro verso das Escrituras proféticas.

Nota: Veja no site www.iepaz.org o estudo “O Mito do Ano 1914” do Pr. Natanael Rinaldi.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement