Esqueceu a senha?

Nascer de Novo

por Pr. João Flávio Martinez - ter set 04, 8:34 am

“Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus” (S. João 3:3)

Procurando dar sentido bíblico à absurda teoria da reencarnação A. Kardec lança mão do capítulo 3 de São João para dizer que Jesus ensinou sobre reencarnação. Isso nos revela a total alienação dos espíritas em relação a Palavra de Deus – a Bíblia. Os tradutores da obra de Kardec “O Evangelho segundo o Espiritismo”, usaram a versão bíblica do padre Figueiredo como texto base da sua tradução, e assim grifa o versículo três de João: “Na verdade te digo que não pode ver o reino de Deus senão aquele que renascer de novo”, quando, na verdade, o versículo naquela versão é escrito na seguinte forma: “Na verdade, na verdade, te digo, que não pode ver o reino de Deus, senão aquele que nascer de novo”. Renascer já significa “nascer de novo”, enquanto que “renascer de novo” (como dizem os espíritas) constitui-se em um intolerável pleonasmo, mas não sem propósito da parte do espiritismo, que quer provar que a absurda teoria da reencarnação tem fundamento na Bíblia. Ora, se a Bíblia é um livro mitológico, para que então usá-lo na defesa de suas doutrinas espiritualistas? Acredito que o espiritismo quer de todas as maneiras usar a Bíblia no embasamento de suas doutrinas, para ver se ilude algum cristão verdadeiro.

A Bíblia nos fala porque devemos nascer de novo, veja o que diz Paulo: “Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais outrora andastes, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos de desobediência entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como também os demais. Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus” (Efésios 2:1-6). O texto é totalmente esclarecedor, pois a Palavra de Deus nós deixa claro por que devemos nascer de novo, e o motivo é por que estávamos mortos em nossos delitos e pecados. O nascer de novo é de ordem espiritual (Romanos 6:4) para se viver uma outra vida longe do pecado, pois quem está em pecado está morto para Deus. Não precisamos reencarnar para pagar pecados, Jesus Cristo já levou na Cruz, sobre si, todas as nossas transgressões (Isaías 53). O verdadeiro cristianismo é diferente do que é apresentado pelos espíritas. O Jesus dos espíritas não é mais do que um exemplo, um líder, mas o Jesus Cristo do cristianismo é o Salvador, o todo suficiente, o único caminho e a consumação de toda vitória (João 19:30).


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement