Esqueceu a senha?

Novela “Os Dez Mandamentos”

por Artigo compilado - dom mar 29, 12:05 am

Autora de Os Dez Mandamentos explica alterações na história bíblica: “É novela, não documentário”

Autora de Os Dez Mandamentos explica alterações na história bíblica: “É novela, não documentário”

A autora da novela Os Dez Mandamentos, Vivian de Oliveira, explicou porque a história tem personagens e alguns ingredientes a mais do que o texto bíblico, e afirmou que tem o propósito de ser fiel à narrativa da Bíblia Sagrada.

A “novela bíblica” da TV Record demandou um alto investimento da emissora do bispo Edir Macedo, e tem a pretensão de repetir o desempenho das minisséries produzidas anteriormente, porém em escala muito maior.

A equipe de produção contratou dois historiadores e uma pesquisadora para auxiliar Vivian de Oliveira na montagem do texto e também aos responsáveis pela cenografia, para que a reprodução dos ambientes fossem fiéis ao Egito do período histórico retratado.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, Vivian de Oliveira destacou que a novela será o mais fiel possível à Bíblia, mas observou que Os Dez Mandamentos se trata de um produtor de teledramaturgia, não um filme documentário.

“A novela é muito fiel à Bíblia. Claro, a gente teve o cuidado de ser fiel aos fatos históricos mas tivemos que mudar algumas coisas para dar sustentação à trama. Afinal de contas, é uma novela, não um documentário. A gente pode usar a licença poética e fazer algumas alterações em alguns casos senão não tem o suficiente para 150 capítulos, ou às vezes fica estranho na trama, aí a gente tem que mudar”, afirmou Vivian de Oliveira.

A autora relata que o oposto também acontece, quando os conselheiros alertam para a possibilidade de mudanças exageradas: “Em alguns momentos a gente cedeu porque se não ia desviar muito do que existia na época que aconteceu a história de Moisés, mas em outros, a gente falou pra nossa equipe [os historiadores e a pesquisadora] que não ia dar para seguir o que eles queriam porque não faria sentido”, explicou.

Por fim, Vivian de Oliveira diz ter ciência que, apesar do esforço, Os Dez Mandamentos não agradará a todos: “Acho que terão pessoas que dirão, ‘Ah, isso não aconteceu na história de Moisés, realmente’, mas isso sempre tem. Vai ter gente que vai adorar e pensar que ficou super fiel e vai ter gente que vai se ater aos detalhes e ver que colocamos e tiramos elementos da história verdadeira. É assim mesmo”.

Extraído do site gospelmais.com.br/ em 28/03/2015


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

7 Comentários

Comentários 1 - 7 de 7Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Até no filme “os dez mandamentos” 50′ com Charston Heston tinha uma ou outra coisa que não estava na história real e eram especulações.

  2. Bom, pode até não ser fiel à história original, mas é melhor que Babilônia e cia. Só não pode ter heresias ou distorções muito grosseiras dos eventos bíblicos.

  3. até agora não vi nada fora da biblica. CLARO que algumas tramas que aconteceu não está na biblia eles tem que inventar algo para dar a\atenção até moises nascer. to achando otimo a imaginação deles entre um fato a outro ocorrer. muito bem bolado até agora.

  4. Eventos secundários fictícios q n interfiram no eixo principal são válidos. Como na estória de amor fictícia em titanic que n interferiu na história da tragédia nautica real…

  5. O filme José do Egito, também estava muito fora do contexto bíblico. Lá, foi apresentado um José namorador, etc, muito diferente do José apresentado nas escrituras. 

  6. Tem algo errado! Se precisamos de uma “novela bíblica” para não assistir a uma “novela comum”, fica evidente que não sabemos nos comportar como crentes. A polêmica em torno de “Babilônia” se deve ao beijo lésbico, mas ninguém se manifesta quando outros pecados são exibidos. 

  7. A novela só por existir á e heresia,pra isso existe a Biblia a novela e apenas para dar audiencia ,ja que nao tem valor evangelistico

Comentários 1 - 7 de 7Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement