Esqueceu a senha?

O artigo, Zaqueu e o arcanjo Miguel

por Itard Víctor Camboim de Lima - dom jun 09, 2:19 pm

No afã de provar que o Senhor Jesus é o arcanjo Miguel, os miguelistas (nome que criamos agora para os que advogam o Jesus/Miguel) externam pelo menos duas afirmações, embora sem fundamento. Eles dizem:

1- O termo arcanjo ocorre apenas duas vezes no Novo Testamento e, em ambos os     casos, é singular e precedido por um artigo definido (“o arcanjo – I Tessalonicenses 4.16; Judas 9). Alguns estudiosos concluem a partir disso que o termo é restrito a um único arcanjo – Miguel[1].

2- Arcanjo. A Palavra de Deus refere-se a Michael “o arcanjo.” (Judas 9 ) Este termo significa “anjo-chefe.” Note que Michael é chamado o arcanjo. Isso sugere que há apenas um desses anjos. De fato, o termo “arcanjo” ocorre na Bíblia somente no singular, nunca no plural. Além disso, Jesus está ligado ao ofício de arcanjo. Com relação ao ressuscitado Senhor Jesus Cristo, 1 Tessalonicenses 4:16 declara: “O próprio Senhor descerá do céu com um chamado de ordem, com voz de arcanjo”. Assim, a voz de Jesus é descrita como sendo a de um arcanjo. Esta escritura, portanto, sugere que o próprio Jesus é o arcanjo Miguel.Uma vez que a palavra – arcanjo, só aparece no singular, significa que há somente um arcanjo[2].

Resposta 1

Vamos seguir o raciocínio dos miguelistas e vermos aonde esse argumento irá chegar.

Na Bíblia temos outros personagens citados com o artigo, como, por exemplo:

1-      אַהֲרֹ֣ן הַכֹּהֵ֔ן – o sacerdote Arão (Ex 31:10);

2-      עֵלִ֣י הַכֹּהֵ֗ן – o sacerdote Eli (1Sm 1:9);

3-      אֶלְעָזָ֣ר הַכֹּהֵ֗ן – o sacerdote Eleazar (Nm 17:4);

4-      אֶבְיָתָ֣ר הַכֹּהֵ֑ן  – o sacerdote Abiatar (1Rs 1:7);

5-      צָד֤וֹק הַכֹּהֵן נָתָ֣ן הַנָּבִ֔יא – o sacerdote Zadoque, o profeta Natã (1Rs 1:32);

6-      חִלְקִיָּהוּ הַכֹּהֵ֙ן הַגָּד֜וֹל – o sumo sacerdote Hilquias (2Rs 23:4);

7-      אֶלְיָשִׁיב֙ הַכֹּהֵ֣ן הַגָּד֔וֹל – o sumo sacerdote Eliasibe (Nm 13:28)

8-      גָּ֙ד הַנָּבִ֜יא  o profeta Gade (1Sm 22:5);

9-      נָתָ֣ן הַנָּבִ֔יא – o profeta Natã (2Sm 7:2);

10-  אֲחִיָּה הַנָּבִ֜יא- o profeta Aías (1Rs 1:29);

11-  אֵלִיָּ֣הוּ הַנָּבִיא֘ – o profeta Elias (1Rs18:36);

12-  אֱלִישָׁ֤ע הַנָּבִיא֙  – o profeta Eliseu (2Rs 6:12);

13-  יְשַֽׁעְיָ֥הוּ הַנָּבִ֖יא  – o profeta Isaías (2Rs 19:2);

14-  חֲנַנְיָ֖ה הַנָּבִ֑יא – o profeta Hananias (Jr 28:5);

15-  יִרְמְיָ֥הוּ הַנָּבִ֖יא – o profeta Jeremias (Jr 37:6);

16-  חֲבַקּ֖וּק הַנָּבִֽיא – o profeta Habacuque (Hb 1:1);

17-  חַגַּ֣י הַנָּבִ֗יא – o profeta Ageu (Ag 1:1);

18-  זְכַרְיָה הַנָּבִ֖יא – o profeta Zacarias (Zc 1:1);

19-  ὁ ἄγγελος Γαβριὴλ – o anjo Gabriel (Lc 1:26);

20-  ὁ βασιλεὺς Ἡρῴδης – o rei Herodes (Mt 2:3);

21-  Ἡρῴδης ὁ βασιλεὺς  – o rei Herodes (At 12:1);

22-  Δανιὴλ τοῦ προφήτου – o profeta Daniel (Mt 24:15);

23-  Καϊάφαν τὸν ἀρχιερέα – o sumo sacerdote Caifás (Mt 26:57).

Há mais exemplos por toda a Bíblia, todavia os citados já mostram que não há/houve apenas um único anjo; sumo sacerdote; sacerdote; profeta. Assim sendo, o fato da palavra Miguel aparecer com o artigo, não serve para sustentar a ideia que há um único arcanjo.

Resposta 2

“Não há referências na Bíblia para arcanjos no plural”.

O fato de duma palavra grega estar no singular, não significa necessariamente indicar algo no singular.

De acordo com o léxico de Louw-Nida, a palavra  ἀρχιτελώνης (architelōnēs) em , que está classificada como nominativo singular, a mesma classificação gramatical da palavra ἀρχάγγελος (archangelos) em  (Jd 1:9), significa:

…chefe dos cobradores de impostos, no sentido de alguém que controlava a atividade de um grupo de cobradores de impostos – “chefe dos cobradores de impostos, diretor dos cobradores de impostos. […] Também é possível tomar ἀρχιτελώνης  no sentido de um principal ou importante cobrador de impostos, e não no sentido de alguém controlava ou coordenava as atividades de outros cobradores de impostos[3].

O que esses estudiosos explicaram?

Explicaram que Zaqueu era um dos chefes dos cobradores de impostos a serviço do Império Romano. Havia outros chefes da sua categoria. Zaqueu era chefe apenas da região que atuava, conforme enfatiza A. T. Robertson em seu comentário de Lucas: “Zaqueu era o chefe dos coletores de impostos nesta região, um tipo de administrador dos impostos, que provavelmente tinha outros publicanos subordinados a ele”[4].

Champlin e a Bíblia Arqueológica complementam:

Havia duas classes de publicanos: uma superior, formada pelos romanos da ordem“equitator”, que em geral eram os dirigentes do trabalho, responsáveis perante o governo romano; e outra inferior, formada por judeus, que trabalhavam nas vilas e cidades dos judeus. Mateus era um deles[5].

Na república romana, os impostos comuns eram chamados vectigalia, embora um tribute extra chamado tributumtambém podia ser arrecadado. […] Os governantes coletavam impostos para Roma nas províncias e também enriqueciam durante esse processo. […] A tarefa de coletar impostos era delegada a companhias privadas de coletores de impostos chamados publicani ou conductores[6].

Noutras palavras, o que Zaquel era no Império de César, Miguel é no Reino de Deus, um dos chefes dentre outros. Tanto Zaqueu, como Miguel, na Bíblia, tem subordinados, mas também são subordinados: um a César, o imperador, outro a Cristo, O Criador.

Portanto, temos uma palavra no singular que hermeneuticamente faz referência a uma pluralidade de indivíduos, evidência esta que desconstrói o argumento dos miguelistas.

[1] RHODES, Ron. Angels Among Us. 2008. p. 95. Disponível em: <https://books.google.com.br

[2] Site oficial das Testemunhas de Jeová. Artigo: Who is Miguel Archangel? Disponível em: <https://wol.jw.org/en/wol/d/r1/lp-e/1102005160>. Acesso em 9 de junho de 2019.

[3] Léxico Grego-Português do Novo Testamento. 2013. p. 515. SBB.

[4] Comentário em Lucas 19:2. 2013. CPAD.

[5] O Novo Testamento Interpretado Versículo por Versículo. 2014. p. 321. HAGNOS

[6] 2013. P. 1853. VIDA.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement