Esqueceu a senha?

O Big Bang é bíblico?

por Artigo compilado - qua jun 17, 2:15 am

Big-Bang

O Big Bang postula, que bilhões de anos atrás, o universo originou-se como um ponto infinitamente denso chamado singularidade, e se expandiu desde então. Embora o Big Bang não seja ensinado na Bíblia, a teoria fornece suporte científico ao ensinamento bíblico de que Deus criou o universo ex nihilo (a partir do nada).

Primeiro, como a Bíblia, o Big Bang ensina que o universo teve um início. Assim, essa teoria está em total oposição à sugestão científica de que o universo existe eternamente, não ao relato bíblico das origens.

Além disso, se o universo teve um começo, houve uma causa. Na verdade, de acordo com a ciência empírica, tudo que vem à existência deve ter uma causa igual ou maior que si mesmo. Por isso, o Big Bang ataca a proposição filosoficamente absurda de que o universo surgiu do nada à parte de uma fonte não-criada.

Finalmente, embora os evolucionistas creiam na cosmologia do Big Bang, esta teoria, em si, não está vinculada à evolução biológica. Em outras palavras, a teoria do Big Bang responde a questões acerca da origem do espaço-tempo do universo, em oposição a questões acerca da origem da vida biológica na Terra.

Embora não devamos depositar a nossa fé na cosmologia do Big Bang, podemos estar absolutamente confiantes de que, à medida que o entendimento humano sobre o universo progride, no final apontará para aquEle que falou e o universo veio a existir.

“Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos”

(Salmo 19.1).

Hank Hanegraaff

 


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement