Esqueceu a senha?

O endurecimento do coração de Faraó

por Enviado por email - ter maio 06, 12:09 am

magos de farao

A pergunta é: Quem endureceu o coração de Faraó? Êx 4:21; 7:3; X 7:13,14

Os calvinistas respondem que foi Deus, citando Êx 4:21; 7:3 e Rm 9:17,18.

Os arminiano/wesleyanos afirmam que Faraó endureceu o seu próprio coração e Deus apenas o fortaleceu: Êx 3.19; 7:13,14.

Se foi Deus que endureceu o coração de Faraó, onde fica o livre arbítrio?

Por outro lado, se ficar provado que não foi Deus quem endureceu o coração de Faraó, fica valendo o argumento arminiano de que o homem tem o livre arbítrio.

Deus não endureceu o coração de Faraó, mas apenas fortaleceu a dureza de um coração obstinado, duro, arrogante e teimoso. Portanto, Faraó endureceu o seu próprio coração.

O verbo endurecer, ligado a Faraó, aparece cerca de 2O vezes no texto do livro de Êxodo. Das 2O vezes, 1O estão ligadas a Deus e 1O ao próprio Faraó.

As 10 vezes ligadas a Deus:

1 “Eu endurecerei o seu coração” (Êx 4:21- Chazaq, em Piel).

2 “Endurecerei o coração de Faraó” (Êx 7:3 Qasha, em Hifil).

3 “O Senhor endureceu o coração de Faraó” (Êx 9:12 Chazaq, em Piel)

4 “Tenho agravado o seu coração” (Êx 10:1 Kabed, em Hifil).

5 “O Senhor, porém, endureceu o coração de Faraó” (Êx 10:20 Chazaq, em Piel).

6 “O Senhor, porém, endureceu o coração de Faraó” (Êx 10:27 Chazaq, em Piel).

7 “O Senhor endureceu o coração de Faraó” (Êx 11:10 Chazaq, em Piel).

8 “Eu endurecerei o coração de Faraó” (Êx 14:4 Chazaq, em Piel).

9 “O Senhor endureceu o coração de Faraó” (Êx 14:8 Chazaq, em Piel).

10 “E eis que endurecerei o coração dos egípcios” (Êx 14:17 Kabed, em Piel).

É muito importante analisar que, Deus só endurece o coração de Faraó após a sexta praga (Êx 9:12). Deus apenas diz que vai endurecer (Êx 4:21; 7:3), mas não endurece antes da sexta praga. Faraó teve 6 chances de se arrepender, amolecendo o seu coração, mas não o fez.

“O homem que muitas vezes repreendido endurece a cerviz, será quebrantado de repente sem que haja cura” (Pv 29:1).

Deus não tem prazer na morte do ímpio (Ez 33:11; I Tm 2:1-4; II Pe 3:9), mas se este continua endurecendo o seu coração será punido.

Confira as passagens a seguir:

As 10 vezes ligadas ao próprio Faraó:

1 “Porém o coração de Faraó se endureceu” (Êx 7:13 Chazaq, em Qal).

2 “O coração de Faraó está obstinado” (Êx 7:14 Kabed, na forma adjetiva).

3 “O coração de Faraó se endureceu” (Êx 7:22 Chazaq, em Qal).

4 “Faraó…agravou o seu coração” (Êx 8:15 Kabed, em Hifil).

5 “O coração de Faraó se endureceu” (Êx 8:19 Chazaq, em Qal).

6 “Endureceu Faraó ainda esta vez seu coração” (Êx 8:32 Kabed, em em Hifil).

7 “O coração de Faraó se endureceu” (Êx 9:7 Kabed, em Qal).

8 “E agravou o seu coração” (Êx 9:34 Kabed, em Hifil).

9 “O coração de Faraó se endureceu” (Êx 9:35 Chazaq, em Qal).

10 “Endurecendo-se Faraó, para não nos deixar ir” (Êx 13:15 Qasha, em Hifil).

11- É possível deduzirmos de Êx 7:23 que o coração de Faraó continuará duro. Considerando esta passagem de Êx 7:23, por inferência, Faraó, mais uma vez, está endurecendo o seu coração, somando um total de 11 vezes.

 

ROMANOS 9.17 E A EXEGESE CALVINISTA:

O texto de Rm 9.17 é considerado dentro do calvinismo como um texto prova para a eleição incondicional. Assim diz o texto:

“Porque diz a Escritura a Faraó: Para isto mesmo te levantei, para em ti mostrar o meu poder e para que o meu nome seja anunciado em toda a terra” (Rm 9.27).

A expressão “te levantei” é interpretada pelos calvinistas como que se Deus quisesse dizer: “eu te fiz surgir na história, eu te elegi para esse fim”.

Mas será que é isso mesmo que o texto, à luz do contexto, está querendo dizer ou são os calvinistas que estão plantando esta interpretação no texto para forçar um ponto de vista? (eixegese).

Vejamos o que diz William Hendriksen, calvinista e ex-professor do Seminário João Calvino, nos EUA:

Uma vez que essa passagem é apresentada como sendo uma citação direta, a própria mensagem do Senhor a Faraó, mensagem comunicada àquele rei por meio de Moisés e registrada na Escritura – observe “diz a Escritura” – é aconselhável estudar o texto (Êx 9.16) onde primeiro foi registrada. Seu contexto mostra-nos que tinham ocorrido seis pragas no Egito: água convertida em sangue, rãs, piolhos, moscas, doença infecciosa no gado, furúnculo no homem e nos animais. Mais quatro estavam por vir: granizo, gafanhotos, três dias de intensa escuridão e a matança de todos os primogênitos do Egito. Entre a sexta e a sétima pragas, Deus ordenou a Moisés que falasse a Faraó: “Pois já eu poderia ter estendido a mão para te ferir a ti e a teu povo com pestilência, e terias sido cortado da terra; mas deveras, para isso te hei mantido, a fim de mostrar-te o meu poder, e para que seja o meu nome anunciado em toda a terra” (Êx 9.15,16).

É evidente, pois, que, em Êx 9.16, a expressão “te hei mantido” ou “[mantive] vivo” significa “te poupei”. Por conseguinte, não há razão para interpretar Romanos 9.17 de forma diferente. Por certo, o verbo grego tem também outros significados, mas tais significados não se adéquam ao relato de Êxodo… Deus poupou Faraó com o intuito de exibir nele o seu poder, castigando a ele e a seu povo”. (Comentário do Novo testamento, Romanos, 2ª Edição, páginas 410,411, Ed. Cultura Cristã – São Paulo 2011).

Obras consultadas: O Pentateuco de Victor. P. Hamilton e Comentário do NT, Romanos, de Willian Hendriksen.

Autor: Pr. Elias Soares via facebook


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement