Esqueceu a senha?

O Espiritismo é a religião mais antiga do mundo?

por Pr. Natanael Rinaldi - seg mar 31, 12:05 am

obrasbasicasesp

Ouvi dizer que o espiritismo é a religião mais antiga do mundo. Tem cabimento essa declaração de ser o espiritismo a mais antiga religião do mundo?

RESPOSTA: Em certo sentido pode-se afirmar que o Espiritismo é a religião mais antiga do mundo. E pode-se dizer mais, que  a primeira sessão espírita  se realizou no Jardim do Éden, quando a serpente, incorporando o Diabo, entabulou conversação com a mulher e assim conseguiu ludibriá-la (Gn 3.1-5). ‘Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a sua descendência; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.’

A Bíblia é o livro, dentre outros, que nos dá a história do Espiritismo. Começando no Êxodo, ela mostra que os antigos egípcios foram praticantes de fenômenos espíritas, quando os magos foram chamados por Faraó para repetir os milagres operados por Moisés. Quando Moisés apareceu diante desse monarca com a divina incumbência de tirar o povo de Israel da escravidão egípcia, os magos repetiram alguns dos milagres de Moisés (Êx 7.10-12 ; 8.18) ‘Então Moisés e Arão foram ter com Faraó, e fizeram assim como o Senhor ordenara. Arão lançou a sua vara diante de Faraó e diante dos seus servos, e ela se tornou em serpente. Faraó também mandou vir os sábios e encantadores; e eles, os magos do Egito, também fizeram o mesmo com os seus encantamentos. Pois cada um deles lançou a sua vara, e elas se tornaram em serpentes; mas a vara de Arão tragou as varas deles.’ E ‘Também os magos fizeram assim com os seus encantamentos para produzirem piolhos, mas não puderam. E havia piolhos, nos homens e nos animais.’

Mais tarde, já nas portas de Canaã Deus advertiu o povo de Israel contra os perigos do ocultismo dentre os quais destacava-se a mediunidade como prática abominável à sua vista (Dt 18.9-12) ‘Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti.’ O castigo imposto aos que desobedecessem os mandamentos de Deus nesse particular era à morte (Êx 22.18; Lv 20.27) ‘Não permitirás que viva uma feiticeira.’ e ‘O homem ou mulher que consultar os mortos ou for feiticeiro, certamente será morto. Serão apedrejados, e o seu sangue será sobre eles.’ O Velho Testamento também indica como amaldiçoados por Deus as pessoas com ligações com espíritos familiares e feiticeiras (Lv 19.31; 20.6) ‘Não vos voltareis para os que consultam os mortos nem para os feiticeiros; não os busqueis para não ficardes contaminados por eles. Eu sou o Senhor vosso Deus.’ e ‘Quanto àquele que se voltar para os que consultam os mortos e para os feiticeiros, prostituindo-se após eles, porei o meu rosto contra aquele homem, e o extirparei do meio do seu povo.

O Rei Saul, antes da sua apostasia, quando ainda estava na direção de Deus,  baniu os praticantes de várias modalidades de espiritismo (l Sm 28.3-9) ‘Ora, Samuel já havia morrido, e todo o Israel o tinha chorado, e o tinha sepultado e em Ramá, que era a sua cidade. E Saul tinha desterrado es necromantes e os adivinhos. Ajuntando-se, pois, os filisteus, vieram acampar-se em Suném; Saul ajuntou também todo o Israel, e se acamparam em Gilboa. Vendo Saul o arraial dos filisteus, temeu e estremeceu muito o seu coração.  Pelo que consultou Saul ao Senhor, porém o Senhor não lhe respondeu, nem por sonhos, nem por Urim, nem por profetas. Então disse Saul aos seus servos: Buscai-me uma necromante, para que eu vá a ela e a consulte. Disseram-lhe os seus servos: Eis que em En-Dor há uma mulher que é necromante. Então Saul se disfarçou, vestindo outros trajes; e foi ele com dois homens, e chegaram de noite à casa da mulher. Disse-lhe Saul: Peço-te que me adivinhes pela necromancia, e me faças subir aquele que eu te disser. A mulher lhe respondeu: Tu bem sabes o que Saul fez, como exterminou da terra os necromantes e os adivinhos; por que, então, me armas um laço à minha vida, para me fazeres morrer?’

Da mesma forma, mais tarde, assim o fez o reto rei Josias (2 Rs 23.24-25) ‘Além disso, os adivinhos, os feiticeiros, os terafins, os ídolos e todas abominações que se viam na terra de Judá e em Jerusalém, Josias os extirpou, para confirmar as palavras da lei, que estavam escritas no livro que o sacerdote Hilquias achara na casa do Senhor. Ora, antes dele não houve rei que lhe fosse semelhante, que se convertesse ao Senhor de todo o seu coração, e de toda a sua alma, e de todas as suas forças, conforme toda a lei de Moisés; e depois dele nunca se levantou outro semelhante.’

O profeta Isaías também se dirigiu aos antigos espíritas que vaticinavam para o povo de Israel, que essa prática era inútil e detestável aos olhos de Deus (Is 8.19; 19.3; 47.9,13-14) ‘Quando vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: Acaso não consultará um povo a seu Deus? acaso a favor dos vivos consultará os mortos?,’ Mas ambas estas coisas virão sobre ti num momento, no mesmo dia, perda de filhos e viuvez; em toda a sua plenitude virão sobre ti, apesar da multidão das tuas feitiçarias, e da grande abundância dos teus encantamentos.’ ‘Cansaste-te na multidão dos teus conselhos; levantem-se pois agora e te salvem os astrólogos, que contemplam os astros, e os que nas luas novas prognosticam o que há de vir sobre ti.  Eis que são como restolho; o logo os queimará; não poderão livrar-se do poder das chamas; pois não é um braseiro com que se aquentar, nem fogo para se sentar junto dele.’

Igualmente a queda do rei Manassés se deu como resultado das suas práticas ligadas ao espiritismo (2 Rs 21.6; 2 Cr 33.6) ‘E até fez passar seu filho pelo fogo, e usou de augúrios e de encantamentos, e instituiu adivinhos e feiticeiros; fez muito mal aos olhos do Senhor, provocando-o à ira.’, ’ Além disso, queimou seus filhos como sacrifício no vale do filho de Hinom; e usou de augúrios e de encantamentos, e dava-se a artes mágicas, e instituiu adivinhos e feiticeiros; sim, fez muito mal aos olhos do Senhor, para o provocar à ira.’ A Bíblia também registra a tentativa do homem procurar conhecer o futuro e os mistérios do universo, por meio de adivinhação, encantamentos,  feitiçaria. Assim tentavam os egípcios, caldeus e cananitas como envolvidos com essas práticas e isso tem continuado através dos séculos. “E exterminarei as feitiçarias da tua mão; e não terás adivinhadores”.(Mq 5.12) “Por causa da multidão dos pecados da meretriz mui graciosa, da mestra das feitiçarias, que vendeu as nações com as suas fornicações, e as famílias pelas suas feitiçarias”. (Na 3.4) ‘tudo isso por causa da multidão dos adultérios, da meretriz formosa, da mestra das feitiçarias, que vende nações por seus deleites, e famílias pelas suas feitiçarias.’


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement