Esqueceu a senha?

O espírito humano, Kardecismo e o Sr Leandro Quadros

por Pr. João Flávio Martinez - sex set 10, 8:27 pm

Respondendo ao Sr Leandro Quadros sobre o espírito humano e o Kardecismo

REPOSNDENDO A QUESTÃO DE QUE ACREDITAR EM IMOTALIDADE DA ALMA É A DOUTRINA MAIS IMPORTANTE DO ESPIRITISMO:

No túmulo de Allan Kardec, em Paris, contem a inscrição que  resume o pensamento espírita  a respeito do assunto:   “Nascer, morrer, renascer , ainda e progredir sem cessar, tal é a lei (a citação consta também do livro O que é o Espiritismo).

Página 33 do Livro dos Médiuns, Kardec, Ed Lake

Kardec critica o materialismo e não ensina que a ideia de imortalidade da alma seja a cosmovisão principal para o espiritismo.

Agora, no livro dos Médiuns, pg  45, Kardec defende a existência de Deus – vamos parar de crer na existência do Senhor por isso?

Baseados em Mateus 17 – A transfiguração, os Adventistas admitem que Moisés Ressuscitou:

Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte. E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. Mateus 17.1-3

EG White afirma: “Moisés passou pela morte, mas Cristo desceu e lhe deu vida antes que seu corpo visse a corrupção… e levou-o ao céu…” (Primeiros Escritos, EG White, Editora Casa, Pg 164).

“Mas, depois da queda, Satanás ordenou a seus anjos que fizessem um esforço especial a fim de inculcar a crença da imortalidade inerente do homem” (Ellen White – O Grande Conflito).

MAS A BÍBLIA DEIXA CLARO QUE SÓ JESUS FOI RESSURRETO DENTRE OS MORTOS:

Mas de fato CRISTO RESSUSCITOU DENTRE OS MORTOS, e foi feito as primícias dos que dormem. MAS CADA UM POR SUA ORDEM: CRISTO AS PRIMÍCIAS, depois os que são de Cristo, na sua vinda. 1 Coríntios 15.20,23

Isto é, que o Cristo devia padecer, e SENDO O PRIMEIRO DA RESSURREIÇÃO DENTRE OS MORTOS, devia anunciar a luz a este povo e aos gentios. Atos 26.23

E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e O PRIMOGÊNITO DENTRE OS MORTOS, para que em tudo tenha a preeminência. Colossenses 1.18

E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o PRIMOGÊNITO DENTRE OS MORTOS e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados. Apocalipse 1.5

Além do que, Deus aparece a Josué, 30 dias depois da morte de Moisés e reitera, MEU SERVO MOISÉS ESTÁ MORTO…

E os filhos de Israel prantearam a Moisés trinta dias, nas campinas de Moabe; e os dias do pranto do luto de Moisés se cumpriram. Dt 34.8

Moisés, meu servo, é morto… Js 1.2

Por que o texto de Mateus 17 não serve pros Kardecistas?

Dizem os espíritas: João Batista era Elias… João podia, pois, ser Elias reencarnado, mas não ressuscitado… (O Evangelho segundo o Espiritismo, pg. 59, edição 258º, Editor Instituto de Difusão Espírita, 2000).

Mas… No livro dos Espíritos, pg 97, ed 132°, Kardec diz:

Ela (A Alma) tem ainda um fluído que lhe é próprio, tomado da atmosfera do seu planeta e que representa a aparência de sua última encarnação (ou reencarnação): seu períspirito.

LOGO, como João morreu no Capítulo 14 de Mateus, na Transfiguração teria que ter aparecido MOISÉS E JOÃO BATISTA E NÃO MOISÉS E ELIAS…

A aparência das Almas no Estado Intermediário

O Estado Intermediário

Lucas 16.19-31 e II Pe 2.4 e 9

II Co 5.1, 4, 6 e 8

E, por isso, também gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação, que é do céu… Porque também nós, os que estamos neste tabernáculo, gememos carregados, não porque queremos ser despidos, mas revestidos, para que o mortal seja absorvido pela vida… Pelo que estamos sempre de bom ânimo, sabendo que, enquanto estamos no corpo, vivemos ausentes do Senhor… Mas temos confiança e desejamos, antes, deixar este corpo, para habitar com o Senhor.

Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho. Fl 1.21

A Aparência das Almas no céu:

E, no Hades, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão e Lázaro, no seu seio. Lucas 16.23

E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram. Ap 6.9

E eles, espantados e atemorizados, pensavam que viam algum espírito… Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo; tocai-me e vede, pois um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho. Lc 24.37 e 39

Vendo, pois, a mulher a Samuel, gritou em alta voz; e a mulher falou a Saul, dizendo: Por que me tens enganado? Pois tu mesmo és Saul. 1 Sm 28.12

Então, Jacó rasgou as suas vestes, e pôs pano de saco sobre os seus lombos, e lamentou a seu filho muitos dias. E levantaram-se todos os seus filhos e todas as suas filhas, para o consolarem; recusou, porém, ser consolado e disse: Na verdade, com choro hei de descer ao meu filho até ao Sheol. Assim, o chorou seu pai. Gn 37.34,35

Por exemplo, Calvino disse:

Além disso, a não ser que as almas liberadas dos cárceres dos corpos continuassem a existir, seria absurdo Cristo representar a alma de Lázaro a desfrutar de bem-aventurança no seio de Abraão, e a alma do rico, por outro lado, destinada a horrendos tormentos [Lc 16.22,23]. Paulo confirma isso mesmo, ensinando que peregrinamos distanciados de Deus durante o tempo em que habitamos na carne; desfrutamos de sua presença, porém fora da carne. E, para que não me alongue mais em matéria de forma alguma obscura, acrescentarei apenas isto de Lucas [At 23.8]: ele menciona entre os erros dos saduceus o fato de não crerem na existência de espíritos e anjos. CALVINO, João. As InstitutasEdição Clássica. São Paulo: Cultura Cristã, 2006. 2. ed. vol. 1, pp. 180-182.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário