Esqueceu a senha?

‘O Estado é laico; a política, não’, diz pastor

por Artigo compilado - sex jun 12, 6:26 pm

‘O Estado é laico; a política, não’, diz pastor

Silas Malafaia participa de manifestação contra o casamento gay
Silas Malafaia participa de manifestação contra o casamento gay

Sob o argumento de que “o Estado é laico, mas a política não”, o pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, no Rio, rebate os críticos de manifestações religiosas no Congresso. “O povo não é laico”, afirma.

Em reação à simulação da crucificação de uma transexual na Parada Gay de São Paulo (dia 7) e a manifestações de sexo explícito com imagens sagradas, parlamentares liderados pela bancada evangélica interromperam a votação da reforma política nesta quarta-feira (10) exibindo cartazes com essas imagens. Ao final, rezaram um Pai-Nosso.

Leia, abaixo, entrevista com Malafaia.

As manifestações dos deputados foram uma afronta ao Estado laico?
As pessoas fazem confusão. O Estado laico significa que o governo é laico, a política não é. Os políticos representam interesses do povo, seja ele ateu, evangélico, católico, anarquista… O povo não é laico.

Esse tipo de comportamento não fomenta a homofobia?
Opinião não é homofobia. Tem um monte de manifestações no plenário em apoio ao ativismo gay e ninguém fala nada. Atacar símbolo religioso é crime, artigo 208. Os deputados não estavam condenando só a parada gay, mas a pouca vergonha que fazem na rua. Se falar disso aumenta a homofobia, pode acabar com todos os filmes violentos da televisão, porque aumenta a chance de as pessoas saírem por aí dando tiro.

O sr. fala em ativismo gay no Congresso. Acha legítimo?
Acho. Não é porque sou contra que não acho legítimo. Não sou a favor da mordaça ao ativismo gay. Mas eles não dão moleza para ninguém que fala deles. Eu também não vou dar.

Extraído da Folha em 12/06/2015


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

4 Comentários

Comentários 1 - 4 de 4Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Rezaram um Pai-Nosso?

    1. Sim, pois a reza se caracteriza por palavras pré organizadas e repetitivas. A oração do PaiNosso quando é repetida, ou seja, apenas falada é uma reza! Um estudo detalhado mostra que a oração do PaiNosso nunca será feita em menos de 15 minutos, pois envolvem vários aspectos da vida!

  2. Eu só queria entender o que fazem ditos evangélicos “rezando um Pai-Nosso”. Nas igrejas evangélicas nunca se usaram orações de repetição. O Pai-Nosso de Jesus foi um modelo a pedido dos discípulos de como orar e não para ser repetido. Cheiro de infiltração católica.

Comentários 1 - 4 de 4Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement