Esqueceu a senha?

O evangelho da graça na história de Noé

por Pr. Aureo Ribeiro - seg set 23, 2:42 pm

E foram as águas indo e minguando até ao décimo mês; no décimo mês, no primeiro dia do mês, apareceram os cumes dos montes.  E aconteceu que ao cabo de quarenta dias, abriu Noé a janela da arca que tinha feito.  E soltou um corvo, que saiu, indo e voltando, até que as águas se secaram de sobre a terra.  Depois soltou uma pomba, para ver se as águas tinham minguado de sobre a face da terra.  A pomba, porém, não achou repouso para a planta do seu pé, e voltou a ele para a arca; porque as águas estavam sobre a face de toda a terra; e ele estendeu a sua mão, e tomou-a, e recolheu-a consigo na arca. E esperou ainda outros sete dias, e tornou a enviar a pomba fora da arca.  E a pomba voltou a ele à tarde; e eis, arrancada, uma folha de oliveira no seu bico; e conheceu Noé que as águas tinham minguado de sobre a terra. Então esperou ainda outros sete dias, e enviou fora a pomba; mas não tornou mais a ele. Gênesis 8.5-12

 Veja que Noé soltou um corvo e depois uma pomba. Nas saídas do corvo e da pomba, não havia lugar seguro para que essas aves pousassem. Então, Noé tinha certeza que as águas não haviam baixado a um nível que pudesse ser seguro para sair da Arca.

Então, ele espera mais sete dias e solta novamente a pomba e essa retorna uma vez com uma folha de oliveira no bico. Depois, após mais sete dias, solta a mesma pomba e essa não retorna mais. Nessa vez que a pomba traz a folha da oliveira, entende-se que ainda não era possível tocar o chão, pois ainda havia água, mas não tanto, pois não cobria as árvores. Da última vez, entretanto, já estava tudo seco, pois o texto indica que o não retorno da pomba sinalizava isso.

A grande nova para Noé não foi quando a pomba sumiu, mas quando ela trouxe a folha de oliveira. O texto enfatiza que Noé conheceu que as águas haviam baixado. Isso nos mostra que Noé experimentou a promessa de Deus e entendeu que o que Deus havia dito se cumpriu com aquela cena da pomba trazendo a folha da oliveira. Que coisa maravilhosa. A pequena e insignificante folha de oliveira era a convicção no coração de Noé que Deus é Deus! Que Deus havia mais uma vez cumprido sua palavra.

Em Rom 11.17, lemos o seguinte: “E se alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo zambujeiro, foste enxertado em lugar deles, e feito participante da raiz e da seiva da oliveira”.  Paulo está mostrando que os gentios (ver verso 13) foram enxertados na raiz e seiva da oliveira. A oliveira é a figura de Jesus Cristo. Quando Paulo diz que fomos enxertados em Cristo, ele nos remete a João, quando este aponta que Jesus veio para os judeus, mas estes o rejeitaram e, por isso, Deus deu poder de tornar filhos aqueles que creem em Cristo Jesus (Jo 1.12).

Assim, o que parecia algo insignificante, ou seja, uma folha de oliveira, nada mais é que uma tremenda mostra daquilo que havia de vir. Sempre que Deus nos trouxer uma boa nova, nesta mensagem forçosamente veremos JESUS. A oliveira de Paulo em Romanos 11 é a mesma de João 1.12 e é também aquela folinha no bico de uma pomba solta por Noé. Este é o evangelho da graça: boas novas de Salvação!

Extraído do Blog restauracaodapalavra.blogspot.com.br em 23/09/2013


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Bacana olhar por nesse sentido, eu entendia da mesma forma, mas em outras palavras.
    Muito bom.

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement