Esqueceu a senha?

O Início do Movimento Nome Sagrado

por Prof. Paulo Cristiano da Silva - seg set 10, 8:54 pm

Diz a Bíblia Sagrada:

“Igualmente hão de surgir muitos falsos profetas, e enganarão a muitos” – Mateus 24.11

Para Entender o Movimento do Nome Yehoshuah

Surgiu na década de 80 aqui no Brasil, um movimento denominado vulgarmente de “Testemunhas de “Yehoshuah”. Este movimento é uma pequena facção do que é conhecido nos EUA mais popularmente como “Movimento do Nome Sagrado” e que começou por volta de 1920-30 dentro das “Igrejas de Deus do Sétimo Dia”. Aqui no Brasil foi batizado de “Adeptos do Nome Yehoshua e suas Variantes (ASNYV)”

É uma versão hebraizante do cristianismo. Pregam que é errado usar o nome Jesus. Para eles o certo seria sua forma hebraica Yeshua (???), ou a forma mais arcaica Yehoshuah ou ainda Yahoshuah (?????) comum no período anterior ao exílio babilônico.

Segundo esta nova compreensão, todas as demais igrejas cristãs estão erradas. Acreditam que o nome Jesus é de origem pagã, e é em si mesmo uma blasfêmia e difamação do nome sagrado do Redentor. Sendo assim, todos estariam servindo a um falso deus quando invocam o nome Jesus.

O que as Testemunhas de Jeová fazem com o nome “Jeová”, assim o fazem as Testemunhas de Yehoshuah com relação ao Deus-Filho.

O movimento acredita que são os verdadeiros restauradores do nome sagrado Yehoshuah, que considera ser uma verdade adormecida por 2000 anos e que só agora foi restaurada por eles.

Argumentos Apresentados Contra o Uso do Nome Jesus

Esses grupos que se opõem ao uso do nome Jesus argumentam que os apóstolos e as outras pessoas da Igreja Cristã Primitiva jamais ouviram falar neste nome – Jesus. Para rejeitar o nome Jesus baseiam-se nas seguintes conclusões:

1. O bispo católico Jerônimo por ordem do papa Damaso foi quem primeiro introduziu o nome Jesus na Bíblia;

2. Jesus significa “Deus cavalo”;

3. O nome Jesus foi dado em homenagem aos deuses pagãos o grego Zeus, o romano Júpiter e o deus celta Esus;

4. Segundo eles, o nome Jesus somado daria 666;

5. Argumentam que nome não se traduz, somente se translitera.

6. O nome Jesus é falso porque não existia a letra “J” em hebraico.

7. Os judeus que traduziram a Septuaginta foram forçados pelo imperador grego a mudar o nome sagrado do Messias. 

Os Argumentos Apresentados a Favor do Nome Yehôshua

A favor do nome Yehôshua é argumentado que este Nome Sagrado é de origem hebraica e que significa: YEHÔ (YHVH) + SHUA (Salvação). Assim o nome quer dizer “YHVH é salvação”. Desde que as palavras em hebraico advém de raízes que, geralmente, têm três letras, então o nome Yehôshua contém as quatro letras do Tetragrama = YHVH. Assim, o nome do Pai Celestial no Velho Testamento (o Tetragrama) está inserido no nome sagrado Yehôshua, cumprindo, deste modo, o que está escrito em João 17:26, de que o Filho veio para “dar a conhecer” o Nome do Pai.

Uma série de textos bíblicos são citados para substanciar a importância do nome Yehôshua, indicando que existe salvação nesse nome. Nessa linha de pensamento são apresentados textos como Lucas 1:31,24:47;Atos 4:12:
“Salve agraciada… conceberás e darás à luz a um filho, e lhe porás o NOME DE YEHÔSHUAH, e Ele salvará o Seu povo dos seus pecados”

O Nome Jesus para eles, portanto, não tem nenhum valor dentro das Sagradas Escrituras. Conseqüentemente, os verdadeiros filhos de Deus são aqueles que crêem no NOME VERDADEIRO do Redentor, e não naquele outro nome QUE APARECE nas Bíblias de origem católica romana (a Vulgata) e protestante (Almeida).

Acreditam ainda que sobre eles se cumpri a mensagem que foi dita à Igreja de Éfeso em Apocalipse 2:3: “e tens perseverança, e suportaste provas por causa DO MEU NOME, e não desfaleceste”.

No desenrolar deste estudo você irá aprende como se defender dos ataques desta seita.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement