Esqueceu a senha?

O Lado Escuro do Viver de Luz

por Prof. Paulo Cristiano da Silva - sáb set 08, 6:54 pm

Mais uma vez, sentimos a responsabilidade de esclarecer os leitores (não somente os evangélicos, mas o público em geral) sobre o controvertido movimento Viver de luz, daqui para frente VL. Desde que publicamos com exclusividade a matéria “Viver de luz: quando passar fome é uma virtude” (Defesa da Fé, abril de 2002), não paramos de receber e-mails de pessoas dando suas opiniões sobre a polêmica. Desta vez, queremos enfocar o assunto sob o ponto de vista puramente religioso. Queremos mostrar as raízes espirituais do VL e o antagonismo entre a Bíblia e as suas crendices, entre a sua ideologia e os ensinamentos do cristianismo.

No decorrer desta matéria faremos várias citações extraídas do site oficial da seita:
http://www.vivendodaluz.com/PT/articles/jas/lol_update_2001.html. Isso porque a Internet tem sido uma ferramenta importantíssima para o movimento e as pessoas estão sendo seduzidas pelas informações contidas nesse site, como bem atesta o jornal A Folha On-line, de 01/11/2001 (http://www1.uol.com.br/folha/equilibrio/saude/ult560u142.shtml) sobre o depoimento de um telespectador: “Depois de assistir à entrevista sobre o assunto” diz o jornalista, “Fabiano começou a buscar informações no site da escritora (Jasmuheen) …”. “As coisas faziam sentido. Comecei com tentativas, com jejuns de 18 horas”. O site alega receber milhares de visitas por dia, imaginem quantas pessoas poderão ser prejudicadas ao tentarem praticar essa maneira de vida! As conseqüências poderão ser terríveis! O próprio site do movimento fala de várias pessoas que já morreram. Vejam:”Em 1996, um pouco antes deste livro (Viver de luz) ser publicado em alemão, um jovem entrou em coma durante o processo, foi internado, retomou a consciência e estava em recuperação quando teve uma crise convulsiva, caiu e bateu com a cabeça na cabeceira da cama, vindo a falecer…”.”Dois anos depois, uma australiana recusou-se a suspender a iniciação mesmo tendo seu cuidador a aconselhado neste sentido. Ela também entrou em coma e foi internada por sua família. Os médicos então diagnosticaram danos internos por desidratação e outros problemas. Ela também faleceu. Seu cuidador e sua esposa foram posteriormente presos por negligência”.”No final de 1999, uma outra australiana, que vivia na Escócia, morreu por ter decidido ignorar as orientações deste livro, parou de comer e de beber, viajou por alguns dias e acabou sucumbindo por exaustão e morrendo por exposição às intempéries”.

A origem do movimento

A mentora e idealizadora desse movimento é a escritora australiana Jasmuheen, autora do livro Viver de luz. Mas, ao que parece, o movimento ganhou força no Brasil após Evelyn Levy Torrence ter sido entrevistada em um programa de televisão. Ela provocou polêmica ao afirmar que estava há dois anos sem comer, somente vivendo da luz e do ar.Usando frases polêmicas, como: “pode-se viver eternamente sem comer”, “comida é veneno”, “Jesus ensinou abster-se de comida”, “não vou morrer de velhice nem de doença”, entre outras semelhantes, ela conseguiu despertar o interesse da mídia e transformou o movimento na sensação esotérica do momento.

Um movimento religioso?

Sim, o Viver de luz é um movimento religioso, embora seus adeptos sustentem o contrário. Afirmam que não precisam de igrejas, religião, cerimônias ou rituais para se ligarem a Deus, mas realizam conferências por todo o país sob o pretexto de despertarem a consciência divina de cada um. Diante disso, podemos depreender que, de certa forma, possuem reuniões ou uma espécie de culto.
As terminologias empregadas pelo VL são tipicamente religiosas: “orar”, “ser espiritual”, “Deus”, “pecado”, “alma” e “anjos”. Tais expressões são usadas largamente nos escritos de Jasmuheen.Conforme é admitido pelo movimento, o objetivo de ficar sem comer é, em última análise, uma questão espiritual: “A purificação e a desintoxicação do corpo permite que o físico alcance uma vibração energética muito mais fluida, deixando, com isso, o espírito livre […] A não alimentação provoca um poder espiritual mais ativo […] O ser espiritual trabalha no campo invisível […] realiza viagens astrais…”. E finaliza: “Sentir e entender o que é o espírito […] esse é o objetivo principal em limpar a matéria”.Como podemos facilmente julgar, trata-se de um movimento religioso, porém, não devemos entender o termo da maneira como é convencionalmente conhecido. Esse movimento é fruto do fenômeno religioso dos séculos XX e XXI. É mais um dos novos movimentos religiosos que trazem consigo as idéias ecléticas da Nova Era. Indubitavelmente, as raízes, tanto ideológicas quanto religiosas, do VL estão fincadas no fenômeno New Age. A Nova Era é um movimento não definido, sem origem, sem estrutura hierárquica ou credos, não possui uma estrutura física, é, antes, “uma idéia” que liga indivíduos mediante sua visão do mundo, baseada no misticismo e no ocultismo oriental. Seu intuito é trazer uma era de paz e harmonia, a chamada “Era de aquários” ou “Era aquariana”.
Podemos sintetizar as idéias centrais da Nova Era basicamente assim:
1) Monismo. Segundo esta doutrina filosófica, o micro e o macrocosmos constituem-se em uma unidade inseparável. Partindo desse pressuposto, os “novaerenses” querem fazer uma revolução em tudo: religião, saúde, educação, ecologia etc. Pois, afinal, tudo tem de ser visto sob um mesmo prisma, qual seja, a unidade física e espiritual.
2) Panteísmo. Tudo é Deus e Deus é tudo. Em outras palavras, somos deuses, somos divinos, pois somos parte de Deus e Deus é parte de nós.
3) Antropocentrismo. O homem possui um EU interior, uma energia que o capacita a resolver todos os problemas da vida e do planeta, o qual precisa estar consciente pela “iluminação interior”. Neste EU, Deus pode ser encontrado.
4) Sincretismo. Todas as religiões são uma em essência e todas levam a Deus. A ênfase é dada à doutrina da reencarnação e a guias espirituais.Esses conceitos estão sendo refletidos nas áreas de saúde, nas chamadas terapias alternativas (florais de Bach, iridologia, musicoterapia, entre outras), na psicologia, (psicologia transpessoal, parapsicologia), na ecologia, nos movimentos pacifistas, na religião e na política.O VL sai do mesmo molde, tanto a antropologia religiosa como a sua cosmovisão holística refletem os mesmos conceitos, não apresentando quase nada de novo em seu bojo sincretista, a não ser, é claro, a inovadora opção de &qVoltando o filme

Veja de onde Evelyn extraiu esses ensinamentos. Diz ela: “De muitos estudos, de muitas experiências, muitos livros, muitos testes, muitas pesquisas”. Quem foi que deu o impulso final? “A australiana Jusmaheen foi a grande impulsora de nossa decisão em realizar o processo dos vinte e um dias”. No que consiste o estágio dos 21 dias? “A maioria dos que fizeram esse processo diz que nesta primeira semana o espírito deixa o corpo do iniciado que fica apenas com a máquina física funcionando […] supervisionado por anjos e mestres astrais”.

Então, há algo de espiritual neste processo?

“Jasmuheen, depois de pesquisar e estudar a influência dos alimentos na vida humana, recebeu a autorização espiritual para ensinar às pessoas mais conscientes como se reconectar com seu Eu superior por uma reprogramação física, energética, mental e espiritual”.

Qual é a editora responsável pelos livros?

“Os livros de Jusmaheen são da editora Aquariana (Nova Era) em São Paulo”.Mas isso é simplista demais. Para entendermos sua busca por tais ensinamentos, teremos de entender suas experiências pregressas. Ao que tudo indica, Evelyn era uma criança espiritual e emocionalmente perturbada. Segundo ela afirma, “vivia apavorada por muitos anos, apavorada mesmo. Tinha visões internas claríssimas de minhas mortes […] me via sendo queimada e podia sentir a dor do fogo em meu corpo, acordava chorando”.E não pára por aí. Ela afirma também que gostava de chamar a atenção quando criança (e ainda continua). Então, entram em cena os espíritos. Daí em diante, as visões e as comunicações com tais espíritos tornaram-se constantes em sua vida. Veja como ela se reporta a essas experiências: “Com mais ou menos sete anos, comecei a ver e ouvir coisas”. Foi então que resolveu estudar literatura mística e ocultista: “Impulsionada por este medo, decidi estudar TUDO o que pude encontrar disponível sobre espiritismo, kardecismo, esoterismo, misticismo, etzismo, espiritualismo, budismo, cristianismo, catolicismo, judaísmo”.

Quem, afinal, orientava esta decisão de Evelyn?

“Recolhia as informações terráqueas e dissertava com meus mestres”.Sua vida daí para frente parece ter sido um inferno, como é explicitado no site: “Quase morri por três vezes, duas por assalto e uma por acidente automobilístico, quase perdi a filha por complicação no parto, e outra vez na Chapada Diamantina, onde fiquei perdida na floresta”. E pensa que ela parou? “Continuei estudando, estudando, estudando, Saint Germam, Jesus Cristo, Apollonius, Buda, Osiris, Isis […] Os mestres me ouviam, me mostravam, me contavam e eu lia e lia e lia”. Para achar solução para seus problemas, os espíritos aconselharam-na a buscar um índio feiticeiro chamado Don Juan, com quem estudou, segundo diz, por doze anos. Finalmente, após Evelyn ter passado por muito aprendizado ocultista, ela se considera uma mensageira e afirma: “Eu e o Steve (esposo de Evelyn) não somos donos dessas informações, somos apenas mensageiros desses ensinamentos milenares”.E qual seria sua missão?Ela responde: “Todos nós estamos tendo supervisão direta nesta missão de abrir a consciência”.

Considerações sobre asexperiências de Evelyn

O que temos visto na vida de Evelyn é o mesmo filme que se repete na vida de milhares de pessoas por todo o mundo que se envolvem com espíritos. É o mesmo ciclo: contato com espíritos que gera desastre na família, na saúde, na vida financeira, que gera novamente promessas de alívio por parte dos espíritos. É claro que os demônios não deixarão a pessoa em paz. Temos visto milhares de pessoas em nossas igrejas que outrora apresentavam os mesmos sintomas espirituais que Evelyn e hoje estão libertas pelo poder de Deus. O diabo escraviza as pessoas sob o controle dos espíritos até que sejam completamente libertas pela verdade da Palavra de Deus. Já vimos que o VL é um movimento da Nova Era. Expressões como: “Porque não somos animais! Somos divinos”, “Somos parte do UNO”, “Acredite em seu EU superior”, “O prana ajuda a despertar o Cristo em você, tornando-o divino e parte ativa da célula de Deus”, “temos poder suficiente para salvar o nosso planeta”, “vamos conseguir recuperar a vida de todos em tempo hábil”, entre outras, são típicas, como já dissemos, da Nova Era. E, assim como a maioria dos movimentos orientais, o VL usa a Bíblia como pretexto para obter a credibilidade dos ocidentais.

Evelyn, Adão e Eva

Evelyn, apesar de não crer na Bíblia, pois a taxa de “livro adulterado”, quando vai explicar suas teorias volta-se para a “velha” e “adulterada” Bíblia. No site, ela chega a insinuar que Adão e Eva não possuíam estômagos adaptados para comer. E não pára por aí. Diz ainda que Adão comeu uma maça, que Eva forçou sua criança a comer e que seu leite despertou uma glândula que foi a causa de ela se adaptar à alimentação. O disparate é tamanho que não carece refutação pormenorizada. É um verdadeiro absurdo!A Bíblia é tão clara no pormenor de Adão e Eva que basta uma leitura superficial para que as invencionices de Evelyn caiam por terra. Mas o irônico de tudo é que o relato de Gênesis, o qual ela quer se apoiar, é uma verdadeira refutação às suas crendices, pois todas as promessas que a Nova Era oferece aos seus adeptos ocasionaram a queda espiritual do primeiro casal. Vejamos:O diabo, personificado na serpente, colocou em dúvida a Palavra de Deus, e prometeu:1) Iluminação espiritual interior e liberdade: “Se abrirão os vossos olhos” (Gn 3.5).2) Imortalidade: “Certamente não morrereis” (Gn 3.4).3) Divindade: “Sereis como Deus” (Gn 3.5).4) Sabedoria irrestrita: “Sabendo o bem e o mal” (Gn 3.5).Todavia, para decepção de todos, nada disso se concretizou. Muito pelo contrário, suas vidas ficaram sob maldição, dominadas pelo pecado. Não são exatamente estas as promessas da Nova Era?
Evelyn e Jesus

Diz ela que Jesus ensinou a “não alimentação”. Quanto a essa afirmação, vejamos o que diz Evelyn: “… e quando alguém tenta purificar o organismo seguindo o exemplo de Cristo, Buda e todos os demais santos…”. Observação: purificar o organismo, segundo ela, é deixar de se alimentar.Para corroborar com esse devaneio, ela apela para Jesus e o jejum, tornando-se contraditória, pois, após o jejum de 40 dias, Jesus realmente teve fome. Ele não ignorou essa necessidade fisiológica que temos. Ao contrário. Evelyn em palestra na Polônia

Diz a Bíblia que Jesus foi servido pelos anjos (Mt 4.11). Jesus chegou a ser chamado de glutão (Mt 11.19) e, certamente, se Ele vivesse de luz e ar não teria acrescentado aquele pormenor na célebre oração do Pai Nosso, qual seja, “o pão nosso de cada dia nos dai hoje”.Quanto ao jejum, Jesus jamais quis ensinar, com isso, a não alimentação. Ele sabia que o homem precisava comer, pois, ao lidar com as necessidades básicas do dia-a-dia (comer, beber, vestir) não disse que Deus era contra ou que os homens não precisariam mais comer ou beber. Antes, disse: “De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas elas […] e todas essas coisas vos serão acrescentadas” (Mt 6.32-33).

Alicerces firmados sobre o ocultismo e o misticismo

Esta abordagem sobre o tema Viver de luz é bem sucinta, mas cremos ser suficiente para perceber que esse movimento é mais do que uma mera opção de vida, mais do que uma filosofia. Em verdade, é uma religião, ou melhor, uma seita. Os alicerces dos ensinamentos do VL estão firmados sobre o ocultismo e o misticismo. Está no mundo dos espíritos, dos guias, dos mestres astrais.A pessoa que ingenuamente pratica os ensinamentos do VL pensando tratar-se de mais uma questão de estética que visa qualidade de vida está muito enganada. Está, sim, lidando com demônios disfarçados de “anjos de luz” (2Co 11.14)


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

17 Comentários

Comentários 1 - 17 de 17Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. É PREFERIVEL VIVER DE LUZ DO QUE VIVER OUVINDO ASNEIRAS EVANGELICAS!

    1. Clarence, larga mão de comer “luz”, nestre trecho do evangelho, Jesus preparou um jantar para os discipulos. ele não deu vácuo para eles, mas comida sólida, a LUZ era o próprio Jesus.

      “Quando saltaram em terra, viram brasas acesas, tendo por cima peixe e pão”. João 21:9

  2. Realmente patetico ler pessoas que opinam sem saber ou de experimentar que é viver de luz. Eu fiz no meu país e foi o melhor momento da minha vida, alem de isso eu sou admirador de cristo, e voces?

    1. AH AH outro comedor de luz…cuidado de não engolir uma lampada ou um lampião querosene qualquer horas aé…Jesus dispensa admiradores, fãzinhos etc, ele quer seguidores, discipulos. 
      aposto que voce nunca leu a Bíblia, ao menos o N.T inteiro….

  3. meu deus!
    Até que ponto chega a ignorância e “cegueira” de alguns evangélicos.

  4. vivo de luz e continuarei vivendo haha

  5. Cristo também disse: “Nem só de pão que vive o homem”.
    Estamos aqui para experiencia o que é bom e divino sem medo.
    O importante não é ser da Religião x ou Y, mas sim ter amor no coração, é a unica coisa, acima de qualquer julgamento de classes.

  6. Há uma frase teosófica que eu gosto muito : “Não há religião superior a verdade”.
    Devemos busca-la por nós mesmos, sem sectarismo ou preconceito. Vejo sinceridade nas palavras descritas acima, mas isso não basta. .
    Boa sorte em suas buscas, que encontrem a verdade pelo caminho.

    1. Jesus é o caminho, verdade e vida e não no teosofismo de madame Helena Blavatsky. 

  7. Nunca li tanta ignorância! 

    1. noxa. então dá luz aie então fala alguns watts para nóis….rs rs.

  8. Que interessante,como o ego se manifesta… está indicando mais incapacidade de fazer… então vc também não pode… egocentrismo.

  9. eu quero viver de luz, não por deixar de consumir alimentos sólidos,mas porque quero elevar a minha condição genetica. E estou a começar a minha travessia do deserto. ja la vao 2 dias. Nãos ei se é verdade. mas eu vou tentar e vou ver. 🙂 abraços a todos. que cada um faça como quer.

  10. EU SOU a ressurreição e  a vida!!

    Essa afirmação é uma chave que Jesus deu para a humanidade> Todos podem usa-la.

    Se um homemaparecesse na sua frente dizendo que apenas ele é filho de Deus e mais ninguém, você não seguiria ele nem no Twitter, eu também não.

  11. A maior parte dos humanos segue todas as frases dos mestres, menos a chave essencial: CONHEÇA-SE A TI MESMO. Esta é unanime entre os iluminados.
    O caminho do equilíbrio entre o físico e o espiritual.
    Lembrando: cada um é Senhor do seu destino e isso é o livre arbítrio.

    1. Bíblia não ensina “CONHEÇA-SE A TI MESMO” como fim objetivo para ser justificado perante Deus. Podemos errar equivocar-se muito. Jr.17:9 Tg 3:11
      Temos livre-arbítrio (vide João 3:16) porém que precisa ser direcionado para Deus. senão o diabo engana o coração humano. Mt.13:1-9

  12. Vi no facebook dela,várias fotos com comida

Comentários 1 - 17 de 17Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement