Esqueceu a senha?

O livre arbítrio de Jonas

por Artigo compilado - qua fev 10, 1:11 pm

jonas-y-ninive-300x211

Muitas pessoas negam o livre arbítrio. Para isso, costumam se apoiar na história de Jonas. Tais pessoas dizem que Jonas não teve livre arbítrio, pois Deus pediu para ele ir até Nínive, mas ele fugiu. Então Deus mandou um ser marinho para engoli-lo. Em seguida, Jonas se arrependeu da fuga e pediu perdão a Deus; o Senhor lhe perdoou e mandou o animal cuspi-lo na areia. Depois disso, Jonas decidiu ir a Nínive.

Porém, não é verdade que Jonas não teve livre arbítrio. Vamos definir o que é livre arbítrio: Consiste unicamente em tomar a decisão de obedecer ou não a vontade de Deus. Uma pergunta: Jonas foi para Nínive assim que Deus ordenou? É claro que não. Se ele não foi para Nínive como Deus mandou, então ele não exerceu uma livre escolha.

Uma famosa frase diz: “Somos livres para escolhermos o que quisermos, mas somos prisioneiros das nossas escolhas”. Deus ter mandado um ser marinho para engolir Jonas foi apenas a CONSEQUÊNCIA de sua escolha de não obedecer a Deus. Se Jonas tivesse obedecido a Deus desde o princípio, isso jamais teria acontecido. Para cada escolha há uma consequência, e Deus é soberano sobre todas as coisas. Na Sua soberania e justiça, Deus puniu Jonas.

Jonas tinha a escolha de ir a Nínive ou de fugir. No primeiro capítulo, o vemos fugindo de Deus, mas depois, no terceiro capítulo, quando Deus o manda para Nínive, ele decide ir. O povo de Nínive encarou a certeza de destruição iminente por causa dos seus pecados passados e persistentes. Mesmo assim, sem Jonas oferecer uma alternativa para eles, escolheram se arrepender dos seus pecados. Eles assim fizeram na esperança de transformar a ira de Deus em bênçãos. Deus não sente prazer em destruir as pessoas. “Porque não tenho prazer na morte de ninguém, diz o Senhor Deus. Portanto, convertei-vos e vivei” (Ezequiel 18:32). No Novo Testamento aprendemos que “Ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento” (2 Pedro 3:9). Por causa do arrependimento de Nínive, Deus, com Seu poder soberano, reverteu a Sua decisão de destruí-los: “Deus viu o que eles fizeram e como abandonaram os seus maus caminhos. Então Deus se arrependeu e não os destruiu como tinha ameaçado.” (Jonas 3:10).

Deus enviou o profeta Jonas para a cidade pagã de Nínive por causa da Sua compaixão pelos habitantes, “mais de cento e vinte mil pessoas que não sabem nem distinguir a mão direita da esquerda” (Jonas 4.11). E a razão pela qual Jonas fugiu de início foi porque ele sabia que Deus poderia salvar Nínive. “Por isso, me adiantei, fugindo para Társis, pois sabia que és Deus clemente, e misericordioso, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e que te arrependes do mal” (Jonas 4:2).

“Se em algum momento eu decretar que uma nação ou um reino seja arrancado, despedaçado e arruinado, e se essa nação que eu adverti converter-se da sua perversidade, então eu me arrependerei e não trarei sobre ela a desgraça que eu tinha planejado.” (Jeremias 18:7-8)

Quando assumimos um compromisso com Deus, como fez Jonas ao aceitar livremente ser profeta, o Senhor cobrará de nós a obediência que o ministério que nos foi dado exige. Por mais que tentasse, Jonas não podia escapar de Deus e do ministério que lhe foi dado. Quanto mais ele tentou cumprir a sua própria vontade, mais forte Deus o puxou de volta. A chamada de Deus é sonora e clara – “Você aceitou ser profeta? Então cumpra seu chamado!”. O alcance de Deus é longo e largo.

Adaptado do site refutandooateismo.wordpress.com/ em 10/02/2016


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

27 Comentários

Comentários 1 - 27 de 27Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. NOSSA! Detonaram o argumento calvinista!!! Excelente!!!

  2. Jonas livremente fez voto a Deus e por isso foi cobrado por Deus, p/cumprir s/voto. 
    Jonas 2, 9B o que votei pagarei…
    Dt 23:21  Quando votares algum voto ao SENHOR, teu Deus, não tardarás em pagá-lo; porque o SENHOR, teu Deus, certamente o requererá de ti, e em ti haverá pecado.

  3. Tem cristão que não tem livre arbítrio, isto é, Deus o quer de tal maneira que pode ir pra qualquer lugar, mas é como um peixe fisgado.
    Agora alguém aí tem argumentos pra contrariar o que o Criador quer? 

    1. Olha o “proto evangelho” já em Deuternômio : “ESCOLHE pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência” Dt. 30:19b

      O criador e Deus de Israel diz “escolhe” você vai contrariar ?

  4. Segundo o texto, foi Jonas quem escolheu ser profeta. Tenho dificuldade pra entender isso, pois vejo na Bíblia outra realidade, o propriot Deus escolhendo aqueles que iram exercer certos ofícios !

    1. A escolha de Deus não significa imposição (Mt 11.28). Um RH de qualquer empresa escolhe seus funcionários – isso não significa que os mesmos não queriam trabalhar ali. Tanto queriam que foram escolhidos.

  5. Texto ruim. O autor não compreende o significado de “arbítrio” e nem tão-pouco sua relação com a graça de Deus. 

    1. o texto é “ruim” para os calvinistas, se você prestasse mais atenção é “livre-arbítrio”, e não somente “arbítrio”. a graça de Deus de acordo com a postulação calvinista não casa com João 3:16.

       

    2. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que TODO aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

      se você Sr.Macedo não entende esse v.v. meus pêsames. 

    3. Concordo com você Nélio. O texto é ruim, tem contradições e quem copilou o texto não teve a coragem de corrigi-lo. Erro → “Se ele não foi para Nínive como Deus mandou, então ele não exerceu uma livre escolha.” Como assim? O certo seria “…ele exerceu uma livre escolha.”

  6. O fato de Deus não haver destruído Nínive não significa, necessariamente, que Ele salvou todos do inferno. trata-se de mais um sofisma arminiano.

  7. SE TENHO DIREITO DE ESCOLHER MAS, SOU PUNIDO POR ESCOLHER O QUE QUERO, AINDA ASSIM SOU LIVRE?

  8. Não entendi no final do texto quando diz: “Por mais que tentasse, Jonas não podia escapar de Deus e do ministério que lhe foi dado”
    Se Jonas tem livre arbítrio ele poderia dizer não a Deus, certo?

    1. Se você fosse um gerente de uma fábrica e você não dá a devida produção, o que o diretor ou proprietário da empresa falaria pra você ? logicamente, na cosmovisão deles iria fazer pressão sobre você para dar conta do serviço. Foi o que fez Deus ! Jonas como profeta foi cobrado !

    2. “Os que observam as falsas vaidades deixam a sua misericórdia.” Jonas 2:8

      quanto ao livre-arbítrio, veja em Jonas 2 temos o arrependimento sincero de Jonas em ter falhado com o Senhor, e sua nova postura em continuar a obra.

    3. vai estudar mais a Bíblia com uma cosmovisão SEM joão calvino. o “calvinismo” trabalha em grande erro teológico. um absurdo.

    4. JCP, como já disse, li o que está no texto. “livre arbítrio: Consiste unicamente em tomar a decisão de obedecer ou não a vontade de Deus.” e “Por mais que tentasse, Jonas não podia escapar de Deus e do ministério que lhe foi dado”. Onde está o livre arbítrio?

    5. JCP, se eu me arrepender sinceramente e me tornar um cristão, a minha nova postura é fazer as obras que Cristo ensina, certo? Futuramente eu poderia dizer não a Deus e me tornar um não cristão? 

  9. Niltonqui ago 10 at 11:40 am Jonas não podia escapar de Deus e do ministério que lhe foi dado”. Onde está o livre arbítrio?

    não leu ? “Os que observam as falsas vaidades deixam a sua misericórdia.” Jonas 2:8
    Jonas se arrependeu, e alcançou a misericórdia.

    1. arrependimento é um ato individual e a misericórdia é o dom de Deus. e “livre-arbitrio” não é um problema PARA VOCÊ somente em Jonas, nunca leu também Jeová dizendo :

      escolhe pois a vida Deuteronômio 30:19 você é algum robozinho programado ?

  10. Nilton qui ago 10 at 12:18 pm JCP, se eu me arrepender sinceramente e me tornar um cristão, a minha nova postura é fazer as obras que Cristo ensina, certo? Futuramente eu poderia dizer não a Deus e me tornar um não cristão?

    1. Como escaparemos NÓS, se não atentarmos para uma tão grande salvação ? hebreus 2:3

      o autor de hebreus se incluía no grupo potencial de risco.

    2. permaneçam nele para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança e não sejamos envergonhados diante dele na sua vinda. 1 João 2:28

      o apostolo joão se incluia no potencial grupo de risco de ser envergonhado na vinda, se não permanecer nele …

    3. continua estudando …

  11. Nilton qui ago 10 at 2:09 pm quem copilou o texto não teve a coragem de corrigi-lo.

    quem não tem coragem aqui seria o sr. ! você TEM MEDO do livre-arbítrio, muitos calvinistas acham que “estão salvos para sempre” mesmo tendo uma vida cristã de comportamento provisório.

  12. Argumento muito fraco, o calvinismo não nega que o homem faça escolhas , nega que as escolhas são livres de influencias internas e externas.

  13. Não consigo ver livre arbítrio em Jonas o texto está sendo distorcido o homem tem vontade própria até um certo ponto porquê a verdade de Deus está em primeiro lugar Isaías 46 v 10 podem ler se quiserem.

Comentários 1 - 27 de 27Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement