Esqueceu a senha?

O que dizem os adventistas sobre o Sl 146.4?

por Pr. Natanael Rinaldi - sáb fev 09, 4:39 pm

“No sono, os pensamentos conscientes cessam. “Sai-lhes o espírito e eles tornam ao pó; nesse mesmo dia perecem todos os seus desígnios” (Sal. 146:4). 3. O sono põe fim a todas as atividades do dia” (Nisto Cremos, p. 457).

Refutação

Em hebraico a palavra para “pensamentos” ou “desígnios” significa propósito. No dia em que o homem morre seus pensamentos, ou propósitos, ou desígnios perecem. E por quê? Não porque os mortos estejam inconscientes, mas porque a morte tornou impossível concretizá-los. Assim, esses projetos perecem. Exemplo disso vemos em Lc. 12.16, onde o homem rico se viu frustrado nas suas intenções, pois Deus pediu a sua alma, e não porque ficasse inconsciente na morte. Em Is. 55.7 lemos: “Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos…” Deve entender-se do texto que alguém ao converter-se deve deixar de existir, porque deixou os pensamentos antigos?


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement