Esqueceu a senha?

O salmista se regozijava com o mal?

por Artigo compilado - dom out 21, 2:27 pm

SALMO 137.9 – Como o salmista podia regozijar-se com o pensamento de crianças sendo esmagadas nas rochas?

PROBLEMA: Quando o salmista considera o juízo final que virá sobre a Babilônia, aparentemente ele se regozija com o dano causado a bebês. ( Como podia um homem de Deus alegrar-se com um evento assim tão cruel e trágico?

SOLUÇÃO: O salmista não estava regozijando-se pelas crianças que seriam esmagadas. Antes, ele regozijava-se pela justiça de Deus que por fim retribuiria à crueldade dos babilônios na forma de um castigo justo pelos crimes que tinham cometido. Os babilônios haviam tratado os hebreus e seus filhos com atos de brutalidade equivalentes. Por fim Deus haveria de trazer os medos e os persas para infligir o seu juízo sobre a Babilônia. Nas mãos de Deus, os exércitos dos medos e persas seriam instrumentos de justiça, e os babilônios colheriam o que tinham plantado.

Extraído do livro MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e “Contradições” da Bíblia. Norman Geisler – Thomas Howe


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement