Esqueceu a senha?

O sangue de Cristo foi derramado em vão?

por Enviado por email - seg fev 03, 12:00 am

cruz_romenia

Se Cristo morreu por todos e nem todos se salvam, o sangue de Cristo foi derramado em vão?

Resposta

Alguns textos afirmam que Cristo morreu por “muitos” (Mc 10.45; 14:24; Mt. 20.28; 26.28; cf. Hb. 2.10; 9:28), mas este termo é substituído por “você” em alguns paralelos (Lc 22.19 f.; 1 Co 11.24) ou por “todos” (1 Tm. 2.6) ou por “nós” (Tt 2.14). O termo “todos” também aparece em 2 Co 5.14, 15a, 15b; Hb. 2.9.

Em primeiro lugar, o sofrimento de Cristo não foi proporcional ao número de pessoas por quem Ele morreu. Para uma única pessoa ou para toda a humanidade, o sofrimento seria o mesmo. Não haverá o caso de uma parte do sofrimento de Cristo não ser aproveitada, como alguns, esticando esta objeção ao ridículo, sugerem.

Em segundo lugar, mesmo para aqueles que não serão salvos, Cristo não morreu inutilmente. Eles poderiam ter sido salvos, caso não rejeitassem essa oferta graciosa. A Bíblia em nenhum lugar afirma que as pessoas se perdem porque Cristo não morreu por elas, mas elas se perdem por causa da incredulidade, por rejeitarem o que Cristo fez na cruz em seu favor.

Em terceiro lugar, a morte de Cristo por toda a humanidade foi um ato de generosidade da parte de Deus. Muitas pessoas certamente não irão se beneficiar da morte de Cristo, mas a sua recusa não diminui a glória de Deus por ter sido generoso e proporcionado salvação para elas também.

Em quarto lugar, “é inconcebível que a humanidade tivesse a faculdade de multiplicar-se no seu pecado e depravação sem que fossem tomados os passos necessários para a sua salvação.” O fato da humanidade se multiplicar no pecado e depravação é uma prova de que Cristo fez algo a favor do homem, e, mesmo que nem todos se salvam, como se pode dizer que sua morte foi em vão?

Em quinto lugar, alguns benefícios da expiação são condicionais e é de se esperar que nem todos irão cumprir as condições. Mas isto não quer dizer que Cristo morreu em vão, mas que cada um que finalmente perece falhou em cumpri-las.

Em sexto lugar, os fatalistas reconhecem que o objetivo primeiro com a morte de Cristo é manifestar sua glória, e como pode ser dito que a morte de Cristo foi em vão, sendo que a glória de Deus foi manifestada?


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement