Esqueceu a senha?

O símbolo do Cristianismo

por Artigo compilado - ter abr 19, 8:48 am

É consenso entre a maioria dos historiadores que, por conta das perseguições sofridas pelos cristãos sob o Império Romano, nos primeiros séculos, o peixe tornou-se o símbolo favorito e secreto do cristão da igreja primitiva, como o evidenciam as catacumbas de Roma.

A razão de terem escolhido o peixe à cruz deve-se possivelmente a dois fatos:

1) A cruz era símbolo de maldição, vergonha e ignomínia (Gl 3.13);

2) E foi nela que o Nosso Amado e Bendito Salvador foi martirizado;

Já, o peixe, por outro lado, tinha algo de muito interessante. Na língua grega, a palavra peixe é Ichthus. Os cristãos, de maneira criativa, tomaram esta palavra grega, criaram um acróstico e formaram as palavras seguintes:

I, De Iesous = Jesus

K de Christós = Cristo

T de Theós = Deus

Y Huiós = Filho

S Soter = Salvador

Deste acróstico temos o nome:

Jesus Cristo, Deus Filho Salvador.

Outra possível explicação é a de que o rabo do peixe forma a letra grega aue. por sua vez é a abreviação do nome

CHRISTÓS, na língua grega que, por sua vez, equivale à palavra Cristo na língua portuguesa:

CHRISTÓS = Cristo, de onde cristianismo, que é a religião dos seguidores de Cristo.

ORIGEM, ETIMOLOGIA E SIGNIFICADO DO NOME “CRISTÃO”

ORIGEM

“Em Antioquia foram os discípulos pela primeira vez chamados “cristãos” (At 11.26)

Até esse momento eram eles chamados de “discípulos” (At 9.1), “os do caminho” (At 9.2), “irmãos” (At 10.23,11.1), etc.

Nascentes escrevendo acerca da origem do nome cristão, concorda com a Bíblia quando diz: “O nome surgiu em Antioquia” (cognominatentun primum Antiochide discipuli Christiani, (At 11.26). Tornou-se de uso comum bem cedo; empregou-o Herodes Agripa no seu diálogo com Paulo (At 26.28) e encontra-se nos escritos de Plínio, de Tácito, de Suetônio e nas cartas de Inácio de Antioquia”.

Alguns estudiosos são de opinião que pelo fato da mensagem pregada pelos discípulos ser cristocêntrica, o nome de Cristo tinha que ser enfatizado. E esta ênfase neste nome foi responsável pela alcunha.

ETIMOLOGIA E SIGNIFICADO

Antenor Nascentes, em seu Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa, assim informa: “Cristão – de Christu, Cristo, e Sufixo-ão, “adepto de Cristo. É uma forma referida, porque, do étimo Latino Christianu veio o português arcaico Crischão, Crichão”.

Leite de Vasconcelos, em sua Antroponímia Portuguesa, diz que: “o nome cristão, do latim Christianus-o sufixo-anus (- lanus) servia na antroponímia para formar o cognome de um filho adotivo, ou de um escravo passado por compra ou herança para um Senhor diferente do que tinha d ‘antes”.

Alguns eruditos são de opinião que o nome seja grego e que a terminação seja latina. A terminação lanus significa “seguidor de, “assim como Herodianos significa seguidor de Herodes. Pompeanus significa seguidor de Pompeu, assim como Christianus significava seguidor de Cristo.

Outros opinam que a terminação lanus significa pertencente a. Argumentam que era costume os escravos receberem o nome de seu dono, significando que eles eram sua propriedade. A esse respeito, R. Bluteau afirma: “Entre os romanos, não tinham os escravos outro nome, que o do seu Senhor, por ex: Lucipor, o escravo de Lúcio; Luciipuer, Marcipor, o escravo de Marco; Marcipuer.

Deissman endossa ambas as opiniões ao afirmar que Christianus significa: “escravo de Cristo, assim como Caesarianus significa escravo de César. Logo, cristão é um nome teofórico (nome que traz um elemento divino, neste caso, o nome de Cristo) e significa: “O que pertence a Cristo, o que serve a Cristo e o que segue a Cristo”.

Fonte: Perguntas Difíceis de Responder Vol. I, Elias Soares de Moraes, Beit Shalom Editora, 6ª Edição Revisada, São Paulo, 2017.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement