Esqueceu a senha?

O sol se põe em uma poça de águas lamacentas

por Artigo compilado - qua nov 23, 12:01 am

islamismo símbolo com mesquita

Bem-vindo ao “Fatos engraçados sobre o Islã”, onde compartilho fatos divertidos sobre Maomé e o Alcorão sempre que os jihadistas participam de um assassinato.

Você sabe para onde o sol vai no por do sol? Allah nos diz na Sura 18, versículos 83-86 do Alcorão, onde Dhul-Qarnain, o nome islâmico para Alexandre o Grande ou Ciro o Grande, faz uma pequena viagem até a borda do mundo.

E eles te perguntam sobre Dhul-Qarnain. Dizem: “Eu recitar-lhe-ei algo da sua história”. Em verdade, nós o estabelecemos na terra, e nós lhe demos os meios para tudo. Então ele seguiu um caminho. Até que, quando alcançou o lugar do por do sol, ele encontrou o sol mergulhando uma fonte da água enlameada preta (ou quente). E achou perto dessa fonte um povo. Nós (Allah) dissemos (por inspiração): “Ó Dhul-Qarnain! Ou você os castiga, ou os trata com bondade.”

Observe todos os erros científicos no versículo 86. Allah diz que há um lugar onde o sol se põe. Não, não há. Allah diz que Dhul-Qarnain chegou nesse lugar. Não, ele não chegou, porque esse lugar não existe. Allah diz que há pessoas que vivem lá. Essas pessoas devem ser imaginárias, porque, novamente, o lugar não existe. Allah diz que o sol se põe em uma fonte de água enlameada. Não, não. Se o sol está se pondo em fonte em algum lugar na terra, o sol deve ser muito menor do que a terra. Não, ele não é [nota do tradutor: pois O Sol corresponde a 99,85% de toda a massa do Sistema. Pense em um grande estacionamento com 500 carros, um único carro seria tudo o que sobrou além do sol: todos os planetas, asteróides e luas. O planeta Terra seria comparável ao pneu estepe deste carro].

Os muçulmanos que estão envergonhados pela pura estupidez desta passagem tentam explicá-la, insistindo que o Alcorão está apenas dizendo que Dhul-Qarnain chegou a algum tipo de corpo de água e viu o reflexo do sol na água. “Assim,” esses muçulmanos constrangidos afirmam, “a passagem está meramente descrevendo a maneira como as coisas pareciam a Dhul-Qarnain”.

Mas essa interpretação simplesmente não funcionará, por três razões.

Primeiro, essa história não está sendo contada a partir da perspectiva de Dhul-Qarnain. Está sendo dito da perspectiva de Allah. Allah disse: “Nós o estabelecemos”, “Nós demos-lhe os meios”, então Allah é o narrador desta história. E Allah declara que Dhul-Qarnain “chegou ao lugar onde o sol se põe”, que ele “encontrou o sol assentando numa fonte de água lamacenta negra (ou quente)”, e que ele “encontrou perto dessa fonte um povo”. Assim, a não ser que os muçulmanos Estão tentando convencer-nos de que Allah mesmo estava confuso sobre o que Dhul-Qarnain descobriu, eles precisam levar a descrição de Allah a sério.

Segundo, o Alcorão afirma repetidamente ser perfeitamente claro. Se Alá quisesse dizer: “Embora Dhul-Qarnain pensasse que ele chegou ao lugar onde o sol se põe, ele estava enganado porque estava vendo apenas um reflexo em um lago”, há palavras árabes perfeitamente adequadas para dizer isso. Mas isso não é o que Allah diz em seu Alcorão perfeitamente claro. Em vez disso, Allah afirma claramente que Dhul-Qarnain “chegou ao lugar onde o sol se põe”, que ele “encontrou o sol assentando numa fonte de água lamacenta negra (ou quente)”, e que ele “encontrou perto dessa fonte um povo”.

Em terceiro lugar, de acordo com a doutrina islâmica, Maomé é o maior intérprete humano do Alcorão. E Maomé nos diz exatamente para onde o sol vai quando ele se põe. Sunan Abu Dawud 4002:

Foi narrado que Abu Dharr disse: “Eu estava cavalgando atrás do Mensageiro de Allah, enquanto ele estava em um jumento, e o sol estava se pondo. Ele disse: ‘Você sabe onde este (sol) se põe?’ Eu disse: ‘Alá e Seu Mensageiro sabem melhor’ Ele disse: ‘Ele se põe em uma fonte de água quente’ “.

Uma vez que Maomé não diz nada sobre Dhul-Qarnain aqui, os muçulmanos não podem afirmar que Maomé estava apenas descrevendo algum tipo de ilusão de ótica que Dhul-Qarnain viu. Este é Maomé dizendo a um de seus companheiros aonde o sol vai quando se põe. E de acordo com Maomé, o sol se põe em uma fonte de água.

Por isso, os muçulmanos que tentam reinterpretar a Sura 18, versículo 86 do Alcorão estão nos dizendo que Allah estava confuso sobre o que Dhul-Qarnain viu, que o Alcorão é horrivelmente obscuro e que os muçulmanos modernos entendem melhor o Alcorão do que Maomé. Mas no Islã isso seria blasfêmia.

A única maneira de ser um muçulmano fiel, então, é acreditar que, apesar de tudo o que sabemos sobre o nosso mundo e o universo, o sol realmente se põe em um tanque lamacento e, portanto, é muito menor do que a terra. Talvez muçulmanos fiéis possam agendar um passeio turístico, para que possamos todos visitar o lugar onde o sol se põe e conhecer todas as pessoas maravilhosas que vivem lá. Eles devem ter saunas incríveis.

Por David Wood – Tradução Walson Sales

Fonte:


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. A paz do Senhor!
    Quanta ignorância têm os muslim! Que este povo possa ter seus olhos abertos para verem o caminho que estão trilhando, pois no final existe de verdade um lago, e, sim, é muito quente, mas não é onde o sol se põe não, é o lago de fogo e enxofre, reservado para os infiéis! 

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement