Esqueceu a senha?

O Templo de Davi em Jerusalém

por Pr. João Flávio Martinez - sáb set 15, 12:39 pm

O arqueólogo Randall Price comenta que referente à tomada da cidade de Jerusalém das mãos dos jebuseus (II Sm. 5:7-25) pelo Rei Davi já foram celebrados pelos Judeus mais de 3.000 aniversários. Dentro dessa conjuntura importantíssima fazem-se necessárias evidências, além de paleográficas, arqueológicas e parece que tais evidências estão sendo achadas.

O Jornal Folha de São Paulo, na sua edição de Sábado (06/08/05), traz a notícia do possível achado do Palácio do Rei Davi em Jerusalém, relata o seguinte à matéria: “Uma arqueóloga israelense diz ter descoberto em Jerusalém Oriental o lendário palácio do rei bíblico Davi… A descoberta é rara e importante: um grande edifício público do século 10 a.C., junto com fragmentos de cerâmica da época de Davi e Salomão e um sinete (usado para carimbar documentos) que pertenceu a um funcionário mencionado no livro do profeta Jeremias. A descoberta provavelmente vai se tornar mais um argumento numa das maiores controvérsias da arqueologia bíblica… Baseada na Bíblia e em um século de arqueologia no local, Mazar, 48, especulou que uma famosa escadaria com degraus de pedra escavada antes era parte da fortaleza que Davi conquistou… Seu palácio ficaria depois do perímetro original dos muros da cidade, no caminho para a Esplanada do Templo, edificado por seu filho, Salomão… Afirma ela – ´Quando os filisteus (grandes inimigos dos israelitas) vinham lutar, a Bíblia diz que Davi descia de sua casa para a fortaleza… Fiquei pensando: descia de onde? Então imaginei que talvez houvesse algo aqui (em Jerusalém Oriental)’… Mazar acredita ter achado a resposta: um grande edifício público, com pelo menos alguma cerâmica da época, e um sinete governamental de Jeucal, filho de Selemias, mencionados no livro de Jeremias. O prédio pode ser razoavelmente datado com a cerâmica achada ainda debaixo dele. Sob o Palácio encontrou fragmentos dos séculos 12 a.C. ou 11 a.C., pouco antes da conquista da cidade por Davi. Acima estavam as fundações de um edifício monumental, com pedras grandes usadas para fazer muros de 1,8 m de espessura. Num canto havia cerâmica dos séculos 10 ao 9 a.C., mais ou menos da época do reino unido de Israel”.

A pessoa do Rei Davi agiganta-se nas páginas do Antigo e Novo Testamentos, sendo mencionada cerca de 1.048 vezes. No AT ele é o assunto primário de 62 capítulo e o autor de 73 salmos. No NT, figura proeminentemente em ambos os lados da genealogia de Jesus e no lugar onde nasceu (Mt. 1:1,6,17,20; Lc. 2:4,11; 3:31), mostrando sua relevância para a historiografia bíblica. Os atuais achados só vêm corroborar mais uma vez com provas factuais já atestadas pelas provas paleográficas. Apesar de alguns quererem usar a falta de evidências para provar alguma contradição da Bíblia, o tempo e as pesquisas sempre advogam favoráveis à Escritura Sagrada.


Fonte de pesquisa:

O Jornal Folha de São Paulo, na sua edição de Sábado (06/08/05)


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement