Esqueceu a senha?

Os cristãos não devem estudar filosofia?

por cacp - sex set 14, 8:25 pm

COLOSSENSES 2:8 – Esse versículo quer dizer que os cristãos não devem estudar filosofia?

PROBLEMA: 
Paulo nos adverte: “Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas” (Cl 2:8). Isso significa que os cristãos não deveriam estudar filosofia? Se for assim, por que Deus nos deu uma mente e nos ordenou que pensássemos (Mt 22:37) e que raciocinássemos (1 Pe 3:15)?

SOLUÇÃO:
 Primeiro, a Bíblia não é contra a filosofia, da mesma forma que não é contra a religião. Ela não é contra a filosofia, mas é contra a vã filosofia, que Paulo chama de “vãs sutilezas” (v. 8). De igual modo, a Bíblia não se opõe à religião, mas apenas à vã religião (cf. Tg 1:26-27).

Paulo não está falando de filosofia em geral, mas de uma filosofia em particular, geralmente entendida como sendo uma forma primitiva do gnosticismo. Isso se evidencia por ter Paulo usado o artigo definido (no grego), que poderia ser traduzido por “a filosofia” ou “esta filosofia”. Paulo estava se referindo a essa filosofia em particular, da linha do gnosticismo, que havia invadido a igreja em Colossos, e que envolvia o legalismo, o misticismo e o ascetismo (cf. Cl 2); não se referia a toda filosofia.

Ainda, o próprio Paulo recebera um bom treinamento nas filosofias de seus dias, e até mesmo as citava de quando em quando (cf. At 17:28; T: 1:12). Ele com sucesso “arrazoou” com os filósofos gregos no Areópago, ganhando até mesmo alguns para Cristo (At 17:17, 34).

Em outras passagens ele disse que um bispo deve ser capaz de “exortar pelo reto ensino como para convencer os que o contradizem” (Tt 1:9), e que ele tinha sido “incumbido da defesa do Evangelho” (Fp 1:16). Pedro exortou os crentes, dizendo: “estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós” (1 Pe3:15). Com efeito, Jesus disse que o grande mandamento é amar “o Senhor teu Deus de todo … o teu pensamento” (Mt 22:37, SBTB).

Finalmente, Deus não premia a ignorância. De fato, ele sabe que nós não podemos ter “cuidado” em relação a uma filosofia, se nós não a conhecemos. Ninguém irá consultar um médico que não estudou medicina. Mas é aqui que está o perigo. O cristão deve aproximar-se das falsas filosofias deste mundo da mesma maneira como um pesquisador da Medicina se aproxima do vírus da AIDS. O cientista deve estudá-lo objetivamente e com todo cuidado, para descobrir todo o mal que ele traz, mas não subjetivamente e de forma pessoal, a ponto de ser contaminado por essa doença.

Fonte: MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e “Contradições” da Bíblia

Autores: Norman Geisler – Thomas Howe


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. mais o cristão pode estuar para prova de filosofia mais eu quero saber tudo sobre isso mais eu quero conhecer esse comentário sobre o cristão mais eu queria ser católica mais mandar esse recado muito para saber tudo essa matéria muito obrigado para saber tudo um beijo de ana Paula da silva

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement