- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Os Gigantes da Bíblia

[1]Os escritores bíblicos falam de pessoas gigantes, com quase três metros de altura.

Assim afirmam alguns textos bíblicos sobre gente gigante:

“Naqueles dias estavam os nefilins na terra, e também depois, quando os filhos de Deus conheceram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos. Esses nefilins eram os valentes, os homens de renome, que houve na Antigüidade”. (Gênesis, 6: 4).

“Também vimos ali os nefilins, isto é, os filhos de Anaque, que são descendentes dos nefilins; éramos aos nossos olhos como gafanhotos; e assim também éramos aos seus olhos” (Números, 13: 33).

“Então saiu do arraial dos filisteus um campeão, cujo nome era Golias, de Gate, que tinha de altura seis côvados e um palmo. (I Samuel, 17: 4).

O termo hebraico para gigantes é nephlins, e é um termo um pouco obscurecido, sendo que, a luz de Nm 13.33, seriam realmente pessoas de alta estatura (Golias possuía quase 3 metros de altura, 1 Sm 17.4). Porém, nada impede que, analisando o término do versículo, tais gigantes fossem pessoas de renome e valentes.

Segundo a Bíblia de Estudo Vida: 

Quem foram os gigantes […] valentes […] na antiguidade?

Gigantes (Nephilim) pode ser referência a pessoas de estatura gigantesca (Nm. 13.32-33). Mas aqui talvez diga respeito a príncipes ou aristocratas – homens de estatura política. A palavra “gigantes” está ligada a outro termo que denota um valente, dotado de poder e influência.

O fato é que o tema está em aberto e de maneira nenhuma é uma contradição Bíblica. Podemos dizer que é um assunto problemático e que ainda precisa de mais e maior investigação, tanto no campo arqueológico quanto no campo teológico. Agora, isso de forma nenhuma compromete a nossa fé ou é um assunto de dogmática.

[2] [3]Compartilhar [4]