Esqueceu a senha?

Os pecados dos não-eleitos são pagos duas vezes?

por Artigo compilado - seg jan 20, 12:57 am

pecador p0000

Alguns dos que defendem a expiação limitada argumentam que, se Cristo morreu por todos, então os pecados dos não-eleitos foram pagos na cruz pela morte de Cristo e serão pagos novamente no julgamento (quando eles forem condenados ao lago de fogo).

Uma questão similar pode ser formulada: os israelitas que se recusaram a colocar o sangue nas portas de sua casa na Páscoa tiveram seus pecados pagos duas vezes? Quando o cordeiro pascal foi morto, seus pecados foram encobertos. Mas se alguém não colocou o sangue nas portas morreu imediatamente. Esse foi um segundo pagamento por seus pecados? Claro que não.

O primeiro e suficiente pagamento simplesmente não foi aplicado sobre aquela casa. A morte após a desobediência de passar o sangue foi a retribuição justa pelo fato de a pessoa não ter se apropriado do sacrifício suficiente. A expiação de Cristo pagou pelos pecados do mundo todo, mas as pessoas devem se apropriar desse pagamento pela fé. O mundo foi reconciliado com Deus (2Co 5.19), mas essa população que foi reconciliada como um todo, precisa ser reconciliada individualmente com Deus (v. 20).

Uma ilustração: em uma escola onde lecionei, havia um fundo para ajudar os alunos mais carentes. Quando alguém fazia uma doação, era encaminhada para o fundo de auxílio aos alunos. Os estudantes carentes inscreviam-se para receber auxílio desse fundo. Um comitê decidia quem receberia essa ajuda e qual a quantia. Mas quando o dinheiro era distribuído, emitia-se um cheque para o aluno. Ele, então, deveria endossá-lo e devolvê-lo para a escola. Somente depois disso o dinheiro era creditado ao aluno. O dinheiro não era transferido diretamente do fundo para a conta que o aluno tinha com a escola. Era preciso que ele recebesse e pagasse pessoalmente sua conta com a escola. Suponha que você tenha feito uma contribuição para cobrir todas as mensalidades de um aluno por um ano. Seria correto afirmar que as mensalidades foram pagas integralmente. Mas até que a seleção fosse feita pelo comitê e que o aluno recebesse a doação, depositando-a em sua conta, a mensalidade não estaria paga. Se ele não endossasse o cheque, não receberia o crédito, embora a conta já tivesse sido paga!

A morte de Cristo pagou pelos pecados de todas as pessoas, mas ninguém teve a sua conta paga até o momento em que creu. Se a pessoa não crer, então, embora o preço tenha sido pago totalmente, seus pecados não serão perdoados. A morte de Cristo é como se um benfeitor pagasse todas as mensalidades de todos os alunos em todas as escolas do mundo. Se isso ocorresse, o que deveríamos dizer aos alunos? Anunciar as boas novas de que as mensalidades já foram pagas.

Cristo morreu por todos. O que você deveria anunciar ao mundo?

 Charles C. Ryrie

Fonte: Teologia Básica, pg. 374, 375


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement