Esqueceu a senha?

Paulo sustentou a crença panteísta?

por Artigo compilado - ter mar 13, 11:20 am

ATOS 17.28 – PAULO SUSTENTA A CRENÇA PANTEÍSTA QUE DEUS ESTÁ EM TODAS AS COISAS?

O apóstolo Paulo disse aos filósofos na Colina de Marte: “nele vivemos, e nos movemos, e existimos” Os adeptos da Ciência Cristã veem nesse verso fundamento para a sua crença panteísta de que “assim como uma gota de água é um só ser com o oceano; assim como um raio de luz é um só ser com o sol, do mesmo modo Deus e o homem, Pai e filhos, são um só ser”.

RESPOSTA APOLOGÉTICA:

Não existe neste verso, nem em qualquer outra parte do Novo Testamento, qualquer razão para se crer que o apóstolo Paulo tenha ensinado o panteísmo. Em primeiro lugar, a formação de Paulo era de judeu ortodoxo, um fariseu (Fp. 3.4-6), e como tal estritamente monoteísta (Dt. 6.4; ICo. 8.4-6). Em segundo lugar, nesta passagem Paulo se referia ao “Deus que fez o mundo e tudo que nele há” (At. 17.24), enquanto os panteístas acreditam que Deus seja o mundo e tudo que nele há. Em terceiro lugar, Paulo apenas afirmou que todos temos a nossa vida e o nosso ser ”nEle”, e não que sejamos Deus, como argumentam os panteístas. Isso significa dizer que Deus é a causa da sustentação de todas as coisas, bem como a causa originadora de todas as coisas (Cl. 1.17).

Texto Base: Resposta às Seitas, Norman L. Geisler e Ron Rhodes, CPAD, 1997.

Texto adaptado e compilado pelo Pr. Edison Miranda da Silva e Maria Candida Alves.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement