Esqueceu a senha?

Paulo teria ensinado a guarda sabática?

por Enviado por email - ter abr 04, 9:04 am


Veja o que os adventistas rezam na Cartilha da Escola Sabatina: “Paulo sancionou para os cristãos a prática da guarda do sábado através do seu costume de frequentar e ministrar os seus ensinamentos sobre Cristo na sinagoga aos SÁBADOS (Atos 13:14 e 18:4)”.

REFUTAÇÃO APOLOGÉTICA:

“ …. O Apóstolo Paulo disse: FIZ-ME como JUDEU para os JUDEUS, para GANHAR os JUDEUS; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse eu debaixo da lei (embora debaixo da lei não esteja), para GANHAR os que estão debaixo da lei…”.

– E Paulo Logo começou a pregar nas sinagogas judaicas que Jesus é o Filho de Deus. (Atos 9. 20)….” (E NÃO A GUARDA DO SÁBADO) !!!

Sua presença na Sinagoga judaica atendia a um objetivo Estratégico e Evangelístico.

Pois, o fato do Apóstolo Paulo ensinar no templo, era uma oportunidade para alcançar muitas pessoas (era nesse dia que o maior contingente de judeus, gregos e prosélitos religiosos se reuniam na sinagoga).

Paulo ensinava, com base nas Escrituras judaicas, explicando e provando que o Cristo deveria sofrer e ressuscitar dentre os mortos.

E dizia: “Este Jesus que proclamo é o Cristo”. (At 17.2,3)

Paulo e Barnabé falando-lhes os exortavam a que permanecessem na “graça de Deus” e não ensinavam sobre a guardar o sábado!

No entanto, também é dito que os discípulos se reuniam diariamente no templo (At 2.46) e que Paulo ensinava diariamente na escola de Tirano. (At 19.9).

Quando o Apóstolo Paulo ia debater com os judeus, gregos e religiosos e falava com eles TODOS OS DIAS e não apenas aos sábados.

Isso NÃO significava que eles estavam guardando o sábado como dia de descanso (At 17.17,18).

Esse fato não sancionou a guarda do sábado para os cristãos, do mesmo modo que as reuniões de Paulo com os filósofos epicureus e estoicos pagãos também não trouxe nenhuma nova prática ao cristianismo. (At 17.22-34).

Após a morte de Jesus, seus apóstolos nunca ordenaram ou recomendaram a guarda do sábado.

O sábado judaico não foi incluído no Concilio de Jerusalém. A questão foi tão polêmica que Paulo e Barnabé viajaram até Jerusalém para encontrar-se com os apóstolos no Conselho de Jerusalém a fim de saber a posição destes a respeito do assunto.

A conclusão de Pedro foi: “Então, por que agora vocês estão querendo tentar a Deus, pondo sobre os discípulos um jugo que nem nós nem nossos antepassados conseguimos suportar?” (At 15.10).

Portanto, julgo que NÃO DEVEMOS pôr DIFICULDADES aos GENTIOS que estão se convertendo a Deus. (At 15.19).

CONCLUSÃO:

Mas agora, conhecendo a Deus, ou, antes, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir? Guardais dias, e meses, e tempos, e anos. Receio de vós, que não haja trabalhado em vão para convosco. (Gálatas 4:9-11).

Aut. Sergio Baeta


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

7 Comentários

Comentários 1 - 7 de 7Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. a Sabadolatria do adventismo tem origem nas visões de EGW “Numa tábua havia quatro mandamentos e na outra seis;Mas o quarto, o mandamento do Sábado, brilhava mais que os outro,O Sábado tinha aparência gloriosa – um alo de glória o circundava(Primeiros Escritos, pg. 32, 33).

    1. na cabeça dos adventistas, Deus e Jesus e o Espírito Santo no N.T não foi muito claro quanto ao “sábado” pois Jesus nem o menciona no Sermão do Monte, falou sobre todos os itens da Lei, e até sobre Jejum e Esmolas mas sobre o sábado nada. será que Ele esqueceu-se ?

    2. então vem Ellen Gold White ( Elena Ouro Branco) que dá um remédio para a memória para estes esquecidinhos divinos né ?! e então “Jesus” faz uma aureola santa em volta do “quarto mandamento” o qual sobrepõe todos os outros. Ah moleque ! teve a Dona Ellen lembrar o sinhorzinho né?

    3. Inaugurando assim a vulga denominação chamada “do sétimo” onde o sábado é mais importante que os demais, e quem não guarda não tem salvação. onde o selo da salvação não é mais o Espirito Santo mas o “sabado”, onde os escritos DELA, é a luz menor que guia a maior (Biblia).

    4. Exonerando assim, o adventismo o Espírito Santo, e colocam a papisa EGW como “espirito profecia” e eles como “igreja remanescente” e aí daqueles que não aceita-la.

      http://www.cacp.org.br/oracao-para-aceitar-a-profetisa-adventista/

    5. o adventismo não passa de um simulacro da igreja católica, um paralelo, quem mudou a lei na verdade são os adventistas juntamente com o catolicismo. assim como a ICAR teve uma papisa (Joana) e Ellen White é a papisa do adventismo.

  2. “Ah moleque ! teve “… o sr anda tendo aula com algum pagodeiro? se for, ah moleque, o pastor excomunga

Comentários 1 - 7 de 7Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement