Esqueceu a senha?

Por que Quetura é chamada de esposa de Abraão?

por Artigo compilado - sex jan 24, 12:40 am

abraao-principal

GÊNESIS 25.1 – Por que este versículo chama Quetura de esposa de Abraão, ao passo que 1 Crônicas 1:32 a chama de concubina?

PROBLEMA

Gênesis 25.1 diz: “Desposou Abraão outra mulher; chamava-se Quetura”. Entretanto, 1 Crônicas 1:32 afirma: “Quanto aos filhos de Quetura, concubina de Abraão”. Abraão casou-se com Quetura, ou era ela apenas uma de suas concubinas?

SOLUÇÃO

A contradição é apenas aparente, e o problema pode ser facilmente resolvido por uma abordagem mais profunda. Primeiro, embora em Gênesis 25:1 apareça a palavra hebraica usual para “mulher” (ishshah), esta palavra tanto pode significar “esposa” como simplesmente “mulher”. Assim, nesse caso, o sentido da palavra não precisa ser “esposa”, mas simplesmente “concubina”, especialmente à luz do versículo 6 e da afirmação feita em 1 Crônicas 1:32. Dessa forma, Gênesis 25:1 pode ser entendido simplesmente como dizendo: “Tomou Abraão outra mulher como sua concubina”.

Segundo, embora 1 Crônicas empregue a palavra hebraica correspondente a concubina (pilegesh) com respeito a Quetura, Gênesis 25:6 utiliza a mesma palavra ao se referir às mães de todos os demais filhos de Abraão, que não Isaque. Isso sem dúvida inclui Quetura como tendo sido uma das suas concubinas. Adicionalmente, Gênesis 25:1 começa com uma palavra hebraica (vayoseph), que pode ser traduzida por “e adicionando” ou “e em adição a”. Como Gênesis 24:67 claramente afirma que Sara, esposa de Abraão, tinha morrido, o versículo 1 do capítulo 25 não poderia ter o sentido de que Abraão estivesse adicionando alguma coisa ao seu número de esposas. É mais plausível tomar esta palavra como indicativa de que ele estava adicionando ao seu número de concubinas, ao tomar mais uma mulher (ishshah).

Extraído do livro MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e “Contradições” da Bíblia. Norman Geisler – Thomas Howe


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement