Esqueceu a senha?

Preconceito contra judeus cresce na França

por Artigo compilado - qui fev 19, 5:34 pm

Cinco adolescentes são acusados de profanar túmulos de judeus na França. Crime que chocou o pais teve clara motivação antissemita, segundo promotor de Sarre-Union, no Nordeste do país.

 

Religioso judeu de costas para os túmulos depredados no cemitério de Sarre-Union – PATRICK HERTZOG / AFP

PUBLICIDADE

RIO – Cinco adolescentes de 15 a 17 anos foram acusados de vandalizar centenas de túmulos judeus na França. Eles estão sendo formalmente acusados de “profanar os locais de enterro devido à religião dos falecidos”. As tumbas, num cemitério de Sarre-Union, no Nordeste do país, tiveram suas tampas removidas no último dia 12 de fevereiro. Após o crime, que vem causando comoção no país, o presidente francês Francois Hollande, visitou o local.

Imagens que circularam pelas redes sociais também mostram suásticas e slogans nazistas pichados nos túmulos. Cerca de 300 deles foram danificados. Promotor público local, Philippe Vannier disse à imprensa que o vandalismo foi, aparentemente, parte de uma brincadeira que não deu certo. Num primeiro momento, os garotos disseram que não houve motivação religiosa. Mas, para Vannier, havia, sim, uma clara conotação anti-semita por trás do vandalismo

“A maioria dos danos é de lápides derrubadas, ou colunas arrancadas. Algumas sepulturas foram abertas, sem que se atentasse contra os defuntos”, afirmou. Segundo o promotor, os adolescentes são de origem local. Eles se entregaram à polícia após serem “surpreendidos” pela repercussão sobre o crime que cometeram.

Quatro dos garotos foram encaminhados a centros de correção juvenil, enquanto um outro está sob custódia de uma pessoa “de confiança”. Eles estão todos proibidos de voltar à cidade onde o crime aconteceu.

Extraído do Jornal O Globo em 19/02/2015


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement