Esqueceu a senha?

Presidente da Câmara deve barrar “Cura Gay”

por cacp - qui jul 04, 7:57 am

Presidente da Câmara diz que deve barrar novo projeto da ‘cura gay’

Deputado Anderson Ferreira reapresentou proposta arquivada pela Câmara. Henrique Alves disse que avalia regimento, mas ‘tendência’ é vetar texto.

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), afirmou na noite desta quarta-feira (3) que deverá “indeferir” a tramitação do novo projeto que libera a “cura gay”, protocolado nesta tarde na Mesa Diretora da Casa pelo deputado Anderson Ferreira (PR-PE).

A apresentação da proposta ocorre um dia depois de projeto com o mesmo teor, de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO), ser arquivado pelo plenário da Câmara. O texto permitia o tratamento por psicólogos de pacientes que quisessem “reverter” a homossexualidade e foi alvo de protestos durante manifestações que tomaram as ruas do país nos últimos dias.

“A informação que eu tenho é que não poderia ser reapresentado na mesma sessão legislativa. Eles estão alegando que não sendo o mesmo autor poderia. Eu entendo que não. Já mandei o Mozart  [secretário-geral da Câmara] examinar e no que depender de mim vou indeferir”, disse Henrique Eduardo Alves.

De acordo com o presidente da Câmara, a decisão sobre a proposta será tomada nesta quinta (4). “Quero resolver amanhã para não deixar essa coisa crescer. Na mesma sessão não deve [poder apresentar proposta com mesmo teor], mas vou me assegurar. Essa é minha tendência.”
Pelo regimento da Câmara, o arquivamento do texto de João Campos impediria que proposta idêntica fosse reapresentada no mesmo ano, “salvo por deliberação do plenário”.

Extraído do site da Folha em 04/07/2013


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

1 Comentário

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Maior perda de tempo essa tal de “cura gay” tratando isso como caso estatal. Se alguém acha-se enfermo deve procurar livremente um tratamento, e não impor isso compulsóriamente, é o que está dando a entender … mais parece uma bravata vingativa contra os ativistas por todos os dissabores que eles falaram e fizeram, o que não aproveita em nada para o Reino de Deus, o qual ” …faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos” Mt 5:45.
    Feliciano com a autoridade que ele tem hoje e também pastoral, vá visitar presos, doentes e necessitados e não “embolar o meio de campo” com brigas sem fim.
    Porque os gays já falaram que não querem se converter e não gostam de assuntos biblicos.
    Fazer ô que ?! é a decisão deles, é o livre arbitrio. não adianta insistir com eles.

Comentários 1 - 1 de 1Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement