Esqueceu a senha?

Pulseira do sexo da discórdia

por Pr. Natanael Rinaldi - dom maio 25, 12:06 am

pulseiras-do-sexo

1. Jornal do dia 10 de novembro de 2009 traz um novo modismo com o título PULSEIRAS DO SEXO E DA DISCÓRDIA. O alerta está contido nas seguintes palavras: “ADEREÇO, COM CONOTAÇãO SEXUAL, VIROU FREBRE ENTRE OS ADOLESCENTES, MAS PREOCUPA. Diz a notícia assinada por Vitor Ferri, “Os mais atentos já notaram que os adolescentes incrementaram o visual com mais alguns itens. A primeira vista, uma colorida pulseira de plástico nos pulsos das crianças parece inocente. Mas, na realidade, elas são um código para experiências sexuais, onde cada cor significa um grau de intimidade, desde um abraço, até ao sexo propriamente dito. As pulseiras de silicone, agora promovidas ‘a pulseiras do sexo’, geraram o maior burburinho desde que começaram a aparecer. Alguns nem imaginam do que se trata. A moda, iniciada na Inglaterra, se disseminou pelo mundo, principalmente via Internet, e é febre também dentro das escolas. Quem as usa está automaticamente participando de um tipo de jogo (o Snap), que funciona assim: uns tentam arrebentar a pulseira do outro. Aquele que consegue, ganha o direito ao ‘ato’ ao qual a cor da pulseira corresponde . As ‘prendas’ vão desde um carinho até uma atividade sexual.”

PR. NATANAEL: O irmão sabia da finalidade dessas pulseiras usadas até por crianças?

Não. Confesso-me surpreso e estarrecido com esse modismo importado da Inglaterra. Isto porque quando uma pessoa da igreja me alertou sobre a finalidade do uso de tais pulseiras, que não servem apenas para enfeite, e sim um tipo de modismo para a prática desenfreada e irresponsável de sexo entre adolescentes. Estudei o assunto e hoje já posso dar minha opinião. Fiquei a pensar que cabeça diabólica era essa para conceber um plano como esse de brincar de sexo?. Fez-me lembrar do que está escrito na Bíblia sobre a situação escabrosa do mundo antes do dilúvio que levou Deus a não tolerar mais as práticas desenfreadas dos antediluvianos. “E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. Então arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração. E disse o SENHOR: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito. Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR. Estas são as gerações de Noé. Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus. E gerou Noé três filhos: Sem, Cão e Jafé.” (Gênesis 6:5-10).

2. Como os pais têm reagido a esse modismo de usar pulseiras de várias cores simbolizando cada cor um tipo de prática sexual?

A maioria dos pais desconhece a finalidade do uso de pulseiras de várias cores. Só quando são informados é que dialogam com os próprios filhos sobre a inconveniência do seu uso.

3. E como funciona o jogo do sexo?

Quem usa a pulseira está automaticamente participando de um tipo de jogo que se dá pela tentativa de arrebentar a pulseira do outro. Aquele que conseguir, ganha o direito ao ‘ato’ sexual ao qual a cor da pulseira corresponde, que vai de um abraço ao sexo explícito.

4. E quais são as cores das pulseiras e o seu significado?

O código das cores é o seguinte: Amarela: abraço; rosa: mostrar o peito; laranja: dentadinha de amor; roxa: beijo com a língua e talvez sexo; verde: chupões no pescoço; vermelha: fazer uma lapdance; rosa: sexo oral a ser praticado pelo rapaz; branca: a menina escolhe o que preferir; azul: sexo oral a ser praticado pela menina; preta: fazer sexo com o rapaz que arrebentar a pulseira; dourada: fazer todos os ‘atos’ citados; Imagine só: descrever essas práticas de sexo já causa vergonha só em mencioná-las como pode a nossa sociedade brasileira admitir tal prática de seus filhos adolescentes de ambos os sexos? Nossos jovens e crianças estão sendo estimulados a precocemente a se entregarem a práticas que são abominação diante de Deus. Tudo tem o seu tempo, mas agora, a idéia é esta: todos e de todas as idades podem fazer licenciosamente. O sexo é uma bênção de Deus para o homem, porém, ele é abençoado quando praticado dentro do casamento, por amor, e não de forma desordenada e deturpada, como tem sido hoje em dia. Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará.” (Hebreus 13:4)”.

5. Jesus indagado pelos seus discípulos sobre a ocasião da sua segunda vinda ele não disse a hora nem o dia, mas falou dos sinais que precederão sua vinda. Pode indicar se estamos vivendo num tempo em que tais sinais estão se cumprindo?

Jesus mencionou que os dias que precederiam sua vinda seriam idênticos aos dias antediluvianos exatamente nas práticas desenfreadas do sexo. (Mateus 24:36) – Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai. (Mateus 24:37) – E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. (Mateus 24:38) – Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, (Mateus 24:39) – E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.”

6. Que conselhos devem os pais dar aos filhos adolescentes de ambos os sexos?

Que só há dois caminhos: O céu ou o inferno; só há duas opções: Amar e obedecer a Deus ou entregar-se à vontade de Satanás. Ou procuramos levar os nossos filhos ao conhecimento de Deus, ou eles estarão fadados a serem facilmente levados para o abismo. A Bíblia diz em Provérbios 23.13-14 “Não retires a disciplina da criança; pois se a fustigares com a vara, nem por isso morrerá. Tu a fustigarás com a vara, e livrarás a sua alma do inferno. “Deus nos diz mais: “Eis que diante de vós coloco a vida e a morte; escolhe a vida, para que vivas, tu e a tua descendência. (Deuteronômio 30.19)


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement