Esqueceu a senha?

Quantas vezes o homem morre?

por Pr. João Flávio Martinez - dom nov 25, 12:43 pm

A apologética Kardecista vive tentando fugir de evidência Bíblica contra o raciocínio reencarnacionista. Dentro da cosmovisão teológica cristã, o texto mais contundente encontra-se em Hebreus 9.27 que arvora:

“E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o juízo”

Diante de um texto tão destrutivo ao pensamento espírita, argumenta os apologistas do espiritismo:

“A passagem de Hebreus 9.27 é citada inúmeras vezes, como argumento contra a Reencarnação… No Novo Testamento é narrada a ressurreição da filha de Jairo, do filho da viúva de Naim e de Lázaro. Se de fato houve essas ressurreições, vale dizer que Eles morreram DUAS vezes! E aí, como ficamos diante da afirmativa citada?”
*

Quais sãos os problemas que precisamos responder então?

1°) – Como fica o caso das pessoas na Bíblia que morreram e ressuscitaram pela intervenção de um milagre? Afinal de contas ao morrerem, elas morreram duas vezes?

2°) – E as pessoas que morreram e ressuscitaram, foram julgadas duas vezes? A lógica aqui é – se ao morrer eu sou julgado, como fica então os que morreram duas vezes – eles tiveram dois julgamentos?

“… ordenado morrerem …”

Donald Guthrie argumenta que: “O texto explicita que a morte em si é inevitável (é isso que o autor de Hebreus quer salientar). Ninguém está isento dessa experiência “debaixo do sol”. A diferença entre a morte de Cristo e todos os demais indivíduos é que a de Cristo foi voluntário (João 10.18), ao passo que para todos os demais seres humanos ela é ordena (apokeitai) – Armazenada para eles” – (isso por causa do “salário do pecado” – Rm 3.23). 

Cabe aqui salientar a observação relevante feita por Guthrie sobre a palavra “ordenada” – No grego “apokeitai” significaarmazenada para eles. Esse contexto não corrobora com a interpretação de que o homem não poderia morrer e ressuscitar pela intervenção Divina (Ou mesmo pelo uso de um desfibrilador). O que vemos no conjunto textual do original grego é que a morte não é simplesmente “ordena ao homem”, mas “ARMAZENADA PARA O HOMEM”.

“…uma só vez…”

Aqui se encontra a parte do versículo mais problemática, pois a apologética kardecista alega que as pessoas que ressuscitaram e voltaram a morrer teriam morrido duas vezes – enquanto o texto fala que o homem deve morrer uma só vez.

Guthrie comenta o seguinte: “ao fazer a comparação entre todos os homens e Cristo, o escritor começa com um fator comum: Ele morreu uma só vez, consideração esta que é repetida mais de uma vez. O que há de mais relevante nesta declaração é que a morte agora é declarada no passivo, tendo-se oferecido…”

Jesus se ofereceu uma única vez para redimir os homens da morte. O contraste do texto é para frisar esse fato – Jesus se ofereceu uma vez para libertar o homem da morte. O texto mostra que a morte quando efetivada, se não acontecer nenhum milagre da parte de Deus, é o caminho que todos devem passar, vindo depois disso o juízo de Deus.

Quanto aos milagres de ressurreição, eles foram feitos pelo poder e vontade exclusiva de Deus – ou seja – Ele interferiu na morte de alguém, dando àquele indivíduo mais tempo de vida. Claro, mas todos os que ressuscitaram no VT e no NT voltaram a morrer – cumprindo o designo humano e o texto de Hebreus 9.27 – ” E, como aos homens está armazenado (ou guardado) morrerem uma só vez, vindo depois o juízo “.

Outro fato interessante de notarmos é a doutrina Escatológica. Ela mostra que nem todos irão preceder aos que morrem, mas muitos não experimentarão a morte, sendo arrebatados para a glória de Deus (I Ts 4.15). Isso explicita que o texto bíblico de Hebreus tem duas exceções: No caso de pessoas que morreram e foram ressuscitadas e o caso do arrebatamento da Igreja – Mas em nenhum dos dois casos de exceção existe brecha para a doutrina reencarnacionista.

“…vindo depois o juízo”

As palavras “vindo depois o juízo” não visam dar a entender que o julgamento ocorre imediatamente após a morte, mas que o julgamento deve ser esperado subsequentemente à morte. O juízo aqui (krisis) aludido é o juízo final. Esse juízo não será aplicado a um conjunto de vidas, mas a uma única vida – a uma única existência (por isso a importância de aproveitarmos para chegar-nos a Deus no dia de hoje – Hb 3).

Conclusão:

Toda pessoa que morre fisicamente, sabe que não voltará a viver aqui novamente como afirmam os adeptos do espiritismo. A Bíblia é categórica nesse sentido e afirma que ninguém viverá por duas, três ou mais vezes, mas só uma única vez. Não há reencarnação, ninguém após a morte volta a viver nesse mundo outra vez em outro corpo qualquer.

A vida que Deus deu ao homem é para ser desfruta neste mundo apenas uma vez. Não se pode confundir ressurreição com reencarnação. Os mortos podem ressuscitar, mas não se reencarnar em outro corpo. Deus deu uma palavra, e ela será mantida:

“E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo” (Hb 9.27).

Nossa vida é única e intransferível diante de Deus. Somos responsáveis diretos por todas as decisões e atitudes que tomamos.

Se a reencarnação fosse verdade, não teria sentido Jesus ter narrado a história do rico e do Lazaro. A Bíblia não teria sentido, a própria vida não teria sentido.

A Bíblia fala de ressurreição, e não de reencarnação. O conselho prático seria aceitarmos a revelação de Deus na bíblia para nossas vidas e negarmos o engodo da reencarnação.

* http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20070727223347AAwCufE

Fonte de pesquisa

livro “Hebreus” – Editora Mundo Cristão.

Livro “Morte e Vida no Além” – Moisés Carneiro


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

12 Comentários

Comentários 1 - 12 de 12Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. Olá gostaria que fosse bem claro, os ressuscitados morreram duas vezes, e ae como fica a palavra. ….uma so vez?

    1. David, 

      As pessoas ressuscitadas, como as que foram descritas na bíblia, foram despertadas(reanimadas), a morte propriamente dita (a decomposição física) não foi efetivamente consumada. Se permaneceram no mesmo corpo físico, então não morreram duas vezes.

  2. Falou,falou, e nao deu uma explicação lógica. Creio q ao invés de se preocupar com outras religiões seria necessário aprofundar no evangelho.

  3. Nas escrituras esta escrito,bem aventurado aquele que crê e nao vê.Já li sobre fatos comprovados de aparições de seres de outros mundos e segundo as escrituras Deus criou vários mundos mais a bíblia fala do povo recente mais não se esqueçam que a terra tem 100 milhões de anos. 2016 DC.

    1. Nas escrituras esta escrito,bem aventurado aquele que crê e nao vê ?!
      essa afirmação refere-se a fé em Jesus, o messias de Israel e de todo que crê vide João 3:16
      mas nada haver sobre ” vários mundos” supostos seres outros mundos.
      QUANTO A ISSO NÃO HÁ PROVAS ALGUMA.

    2. “aparição” de seres de “outros mundos” na Bíblia são os chamados anjos, os quais são mensageiros de instruções de Deus aos homens em especifico e contexto de cada um, mas nada haver que sugere “de outros mundos” ..pois não há provas disso, até hoje ninguem provou nada.

  4. A Palavra de Deus não erra! O próprio Cristo ao se referir a Lázaro e a Filha de Jairo, em momento algum disse que eles estavam mortos, mas sim que dormiam, sendo assim eles morreram uma só vez! Não olhe como os homens olhe como Cristo!

  5. Bom usou argumento de outra pessoa , Queria a posição concreta da cacp

    1. pesquise mais … tem artigos sobre o assunto de caminhão.

      http://www.cacp.org.br/category/seitas/espiritismo/

  6. Morrer uma só vês refere para o pecado nós estamos mortos para o percado fomos crusificado com Cristo todos os nossos pecados ..

  7. O Homem (indivíduo) é formado de 3 partes: Alma, corpo e espírito. “O Homem é um espírito que tem uma alma que habita em um corpo. O espírito humano é que vai ser julgado. A vida está agregada ao espírito, vide Eclesiastes 12: 7. Tiago 2:26.

  8. 1 Ts 5:23 – Indivíduo = espírito, alma e corpo. Se nesta vida, alguém morrer e ressuscitar, volta o seu espírito para o seu corpo mortal. Quando nesta vida morremos, o corpo morre mas o espírito não. No Juízo final é quando vai ser decidido quem vai morrer.

Comentários 1 - 12 de 12Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement