Esqueceu a senha?

Quase me tornei ‘bispa’ ou ‘apóstola’

por Mary Schultz - qui set 13, 11:36 pm

Depois de Kenneth Copeland (que afirma que Jesus precisou sofrer nas mãos de Satanás, a fim de completar a obra da Redenção, e que qualquer pessoa que tiver o dom da “revelação do conhecimento” poderia ter morrido na cruz, pois todos nós somos deuses)…

De Rick Joyner, que afirma ter chegado (em suas visões) ao Terceiro Céu, para conversar com Jesus, enquanto Paulo e os outros apóstolos/evangelistas permaneciam no primeiro Céu…

De Paul Cain, o “pai profeta”, o qual, quando está embriagado, tem visões alucinantes sobre os “Manifestos Filhos de Deus”, na preparação do Reino Agora…

De Rodney Howard-Brown, que lidera o insano reavivamento de sua Igreja em Pensacola, afirmando ser o “barman” de Deus…

De Bob Jones, que conversa anualmente com Cristo, a fim de saber qual a profecia que Ele tem para este “profeta” entregar aos crentes, no ano seguinte…

De Benny Hinn, que visita cemitérios, a fim de receber unção nos túmulos de Aimée MacPherson e Kathryn Kuhlman, para entregar aos seus discípulos…

De Todd Bentley, herdeiro da Bênção de Toronto, um sujeito gordo, careca, barrigudo e tatuado, o qual transformou sua igreja num verdadeiro jardim zoológico…

E de tantos outros jacarés espirituais, que torcem as Escrituras, com o objetivo de enriquecer e se assentar em tronos de ouro…

Temos agora um novo charlatão espiritual, o qual se auto-intitula – O Pastor Coca-cola. Vejamos a notícia recebida do grupo “informativo batista@yahoo.com.br”, conforme abaixo:

O Pastor Coca-Cola abre seus Templos no Brasil

Segundo a Revista SuperInteressante, ed maio/2009, pg15-19, por Larissa Santana, enfim a Redeemed Christian Church of God (ou Igreja de Deus dos Cristãos Redimidos – nome a ser adotado oficialmente em português), chegou ao Brasil.

Dentro do mercantilismo da fé, esse conglomerado que compõe a igreja está em 117 países e com mais de 5 milhões de seguidores (é comparada na África ao fenômeno IURD, de Edir Macedo). Entretanto, a polêmica faz parte desta que é conhecida internacionalmente como “Coca-Cola das Igrejas“. Seu pastor, Enoch Adeboye, se orgulha do título de pastor Coca-Cola. Eleito uma das 50 pessoas mais influentes do mundo, disse que a multinacional de bebidas americanas projeta que em 2020 haverá ao menos 1 Coca-Cola na casa de cada família no mundo; assim também sua igreja terá nesta mesma época 1 fiel em cada lar no planeta.

A troco de 10% do dízimo, que deve ser rigoroso no pagamento, calcado em uma estrutura de comunicação formada por TV aberta, TV a cabo, Revistas, Rádios, Jornais, Universidades e empresas comerciais, a Igreja saiu da Nigéria e ganhou a Europa e EUA. Promessas de cura da Aids e prosperidade financeira chamaram a atenção de autoridades, preocupadas com o charlatanismo. Dentre seus milagres, alega dirigir seu carro sem combustível, por obra de Deus.
No Brasil, os primeiros templos serão abertos em Uberlândia, São Paulo, Rio de janeiro, Porto Alegre e Brasília, e deseja alcançar, veja só, 20 milhões de fiéis, tornando o país o mais convertido de sua Igreja no mundo.

Fonte: http://professorrafaelporcari.blog.terra.com.br/2009/05/07/o-pastor-coca-cola-abre-seus-templos-no-brasil

Pelo visto, a Apostasia está chegando VIA SEDEX, com tantos marreteiros desembarcando no Brasil e em outros países ocidentais, a fim de faturar à custa da ignorância bíblica dos crentes.

Além do Waldomiro Santiago e de tantos mentecaptos nacionais da prosperidade, agora teremos de suportar mais um inimigo da fé cristã, travestido de “grande pregador”, o qual deseja entrar em todos os lares brasileiros, provavelmente através da TV.

Por esta e outras razões é que nunca liguei um aparelho de TV para ver ou escutar pregador algum. Quando quero aprender, corro até a minha Bíblia King James e a Bíblia FIEL, pois ali estou segura contra a mentira hulquiana, que tem predominado no meio evangélico emergente.

Há mais de um ano, recebi de um desses “apóstolos” fraudulentos um convite para me tornar “apóstola”, pagando menos de R$500,00 pelo título. Também, há alguns anos, uma obreira da IURD tocou o interfone do meu apê, a fim de entregar A FOLHA, na qual eu escrevia, perguntando se era a residência da Bispa Mary XUTS. Por que eu fui perder essas duas chances? Ach Du, Mein Gott!


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement