Esqueceu a senha?

Quem é maior no Alcorão: Jesus ou Muhammad?

por Artigo compilado - qui maio 24, 9:54 am

Faça uma comparação entre Jesus e Muhammad no próprio Alcorão. Quem é maior no Alcorão, Muhammad ou Jesus? Você tem que dizer que é Muhammad, mas você pode provar no Alcorão? Pra começar, quantas vezes o Alcorão se refere a Muhammad? Apenas 4 vezes. Quantas vezes o Alcorão se refere a Jesus? Noventa e três vezes. De acordo com o Alcorão, sem mencionar a Bíblia, quem é superior no Alcorão, Muhammad ou Jesus? Você pensaria que Muhammad é superior, certo? Deixe-me citar apenas 4 versos. Vou apenas usar o Alcorão e vou mostrar exatamente quão grande é Jesus [no próprio Alcorão].

Na Sura 19:20 é dito que Jesus nasceu de uma virgem. Por que isso é importante? Muhammad nasceu miraculosamente? Não! Por que ter nascido de uma virgem é importante? Tenho perguntado reiteradas vezes e eles dizem que não sabem, que apenas foi registrado lá e eu digo, não, não, não. Existe um significado do por que ele nasceu de uma virgem. O que os muçulmanos deveriam fazer quando eles não têm uma resposta? Quem eles deveriam procurar para buscar a resposta? No capítulo 10:94, 21:7 do Alcorão diz que se um muçulmano tiver alguma pergunta, eles devem procurar o povo do livro, que somos nós, os Cristãos e os Judeus, que a nós nos foi dado a Torá e o Evangelho. Na Sura 29:46, diz que os muçulmanos nem sequer devem discutir conosco, eu amo esse texto, por isso estou todos os domingos no Speakers Corner. Nem sequer discuta comigo, porque a nós nos foi dado a Torá e o Evangelho e vou te dizer por que isso é importante. É importante por que em Genesis 3:15, Deus diz a Eva, logo depois de eles terem comido do fruto da árvore da vida, que da semente dela, da linhagem humana, Deus enviaria um, Ele, terceira pessoa do singular, masculino, que esmagaria a cabeça da serpente. Esta é a primeira profecia que temos da vinda de Jesus Cristo para destruir o diabo. E teria que vir da linhagem humana, e teria que ser um homem. Veja em Isaias 7:14, é bem claro que Isaías diz que seria um sinal, que a virgem conceberia. Espera, segura um pouco aí. A virgem concebe? Por definição, se uma virgem conceber ela não é mais uma virgem. Então, quando Isaias diz que seria um sinal, que a virgem conceberá, este seria o sinal. Quando a virgem concebe isso é impossível, um espetáculo miraculoso está acontecendo, este é o sinal, a virgem engravidaria de um filho, não uma menina, mas um menino, que será chamado Emanuel, Deus conosco. Este é o motivo de que quando o Alcorão menciona em 19:9-20 que a virgem conceberia um filho e seu nome seria Isa, o Alcorão não menciona o significado disso e os muçulmanos tem que vir a nós para conhecer o significado. Então, quando a virgem concebe isto é um sinal, acorde, Deus está conosco. Este é o primeiro problema. Na Sura 3:46 diz que esse Isa, nascido de uma virgem, fala ainda no berço. Eu não me recordo disso em minha Bíblia, eu não acho que Jesus falou quando era de berço, eu não estou aqui para discutir sobre isso, estou apenas ajudando os muçulmanos a entenderem usando o próprio Alcorão: Muhammad falou quando era ainda uma criança de berço? Não. Então o nascimento de Jesus é superior, sua tenra infância é superior a de Muhammad. Três versos depois, no verso 49, diz que essa criança, Jesus, pegou um pouco de barro, formou um pássaro de barro, soprou nele e ele ganhou vida e saiu voando. Muhammad nunca fez algo assim. Muhammad já realizou um milagre? Absolutamente não. Três vezes no Alcorão os Judeus pediram para Muhammad realizar um milagre e ele disse: “Eu não posso realizar milagres, eu não sou nada mais do que um mensageiro. Todos os profetas antes de mim realizaram milagres e vocês mataram todos eles”. Muhammad nunca realizou milagres. Somente Jesus realizou milagres. Esse Isa não apenas curou os cegos, ele também ressuscitou mortos. Muhammad poderia fazer algo assim? Não. Geralmente Muhammad fazia o oposto. E então voltamos à Sura 19:19, que é o meu verso favorito. No Alcorão diz que Gabriel veio a Maria e disse “em verdade eu estou te dando um filho santificado”. O que essa santidade significa? Ausência de pecado, pureza. Um filho santificado, sem pecado. Está no Alcorão. Todos os profetas eram sem pecado? No Alcorão todos os profetas eram sem pecado. E sobre Muhammad? Supostamente todos os muçulmanos dizem que Muhammad era sem pecado exatamente porque muitos não leram o Alcorão. É bem claro no Alcorão que não apenas Muhammad pecou 3 vezes, mas que ele recebeu perdão desses pecados e se você tiver dúvida, leia a Sura 48:1,2, e verá que lá diz bem claro que Muhammad recebeu perdão dos pecados passados e futuros e isto é a prova de que ele continuou pecando. Muhammad pecou, mas Jesus não. Agora, deixe-me te perguntar: apenas estes 4 versos: 19:20; 3:46; 3:49; 19:19, apenas estes 4 versos, o que estes versos dizem sobre Jesus versus Muhammad? Quem é maior no Alcorão? Jesus está acima. Nem precisei pegar outros materiais, nem a minha Bíblia. Apenas no Alcorão você pode provar que Jesus é maior que Muhammad. Mas o problema com o Alcorão é que ele dá um nome errado. Isa não é o meu Jesus. Meu Jesus não falou ainda no berço, meu Jesus não formou um pássaro de barro e soprou nele e ele saiu voando sem razão, meu Jesus não pegou nenhuma árvore para que sua mãe balançasse para caíssem frutas como menciona na Sura 19, e o mais importante, na Sura 4:157 que diz claramente que Jesus não morreu na cruz e se Jesus não morreu na cruz, todos estão condenados, toda a humanidade está condenada. Meu Jesus veio à terra com uma única missão. Sim, ele veio para nos dar a revelação, sim ele veio para andar e ensinar por 3 anos, mas a razão mais importante que Jesus veio à terra foi para morrer na cruz. Cumprindo o que foi dito a Eva em Genesis 3:15, cumprindo o que todos os profetas disseram sobre ele, cumprindo o que diz em Isaias 53 e 7:14, Jesus veio para morrer na cruz, e um verso no Alcorão tenta destruir toda a noção de que Jesus morreu. Este é o motivo que temos que confrontar essa negação da crucificação. Este é o motivo que temos que confrontar que o Jesus do alcorão não é o meu Jesus. O Jesus do Alcorão nunca foi crucificado, o Alcorão diz que outra pessoa foi colocada lá no lugar dele, e que Allah colocou a imagem dele em outra pessoa e essa pessoa morreu no lugar de Jesus. Pare e pense nas consequências e implicações dessas doutrinas. O que isso diz sobre o deus do islamismo? Que ele nem sequer teve condições de salvar Jesus, que ele colocou a imagem de Jesus em outro homem e então Jesus, se ele era um verdadeiro profeta, o que ele estava fazendo três dias depois entrando no cenáculo e se mostrando aos 10 discípulos e admitindo que havia estado na cruz? Uma semana depois quando Tomé teve o pecado da incredulidade, Jesus mostrou os furos em suas mãos e pés provando que ele era o homem que estava na cruz, que tipo de Jesus, que tipo de profeta mente desse jeito? Não o meu profeta, não o meu Jesus. Não o meu Deus. E que tipo de Deus coloca a imagem de um homem em outro homem e deixa esse homem morrer no lugar do outro e não diz nada a ninguém por 600 anos? Deixa toda uma religião crescer, começando em 500 pessoas no tempo da morte de Jesus, chegando a 30 milhões de crentes no quarto século. Que tipo de deus permite que isso aconteça? E depois, repentinamente, 600 anos depois, diz “deixa eu dizer o que aconteceu aqui, deixa eu contar a história verdadeira”. Não o meu Deus. Não o Deus da Bíblia.

Por Jay Smith

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=fbL5O0u_xbk

tempo aproximado: do minuto 45 ao 49;

Tradução Walson Sales.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement