Esqueceu a senha?

Quem eram os Netineus?

por Artigo compilado - seg abr 21, 12:12 am

israel2

A origem do nome e do povo Netineu

A origem literária do nome Netineu vem do hebraico e grego e literalmente tem o significado de “doados” ou “aquele que serve”. Fala-se a respeito dos filhos dos escravos de Salomão em Esd 2.43:

“os Netinim” (como esta no original hebraico) filhos de Sai, filhos de Hasufa, filhos de Tabaot…”

A Bíblia hebraica traz o nome “Netinim”, a Bíblia de Jerusalém já traduz como “doados” e a Almeida traduz como “os servidores do Templo”. Nos escritos Bíblicos, das três Bíblias não podemos dizer que existem erros de tradução, mas sim os tradutores facilitaram o texto traduzindo “os Netinim” da bíblia hebraica original, para “doados” na Bíblia de Jerusalém e “servidores do templo”, na Bíblia da tradução Almeida. Para uma compreensão que se aproxima da origem deste povo o melhor seria seguir a Bíblia hebraica.

Os Netinim eram descendentes de prisioneiros de guerra ou de escravos pagãos (ver Ez 44.7-9) exercendo no santuário do templo funções inferiores e eram serviçais dos sacerdotes e levitas (ver Esd 8.10)

O livro de Josué se refere a um grupo de pessoas (todo o capitulo nove) que receberam uma punição: os Gabaonitas condenados a serem “rachadores de lenha e carregadores de água” para o Templo de Jerusalém. O texto assim diz:

“Naquele dia Josué os colocou rachadores de lenha e carregadores de água para o serviço da Comunidade e do altar de Iahweh, até o dia de hoje, no lugar que ele escolhesse” (Jos 9.27).

Este grupo de pessoas que passaram a servir o templo, não agradou o profeta Ezequiel que passou a denunciar o fato de pagãos estarem no santuário de Deus (Ez 44.7). Esta denuncia do profeta Ezequiel refere-se aos Netineus? Eles eram incircuncisos, continuavam “as escondidas” adorando seus antigos deuses.

Mais adiante nos livros de Esdras, Neemias e Crônicas estes de servos do templo os Netineus passaram a ganham destaque e Esdras em seu livro já os considera. Vejamos a hierarquia dos servidores do santuário:

1. Sacerdotes. (v. 36).

2. Levitas. (v. 40).

3. Cantores. (v. 41).

4. Netineus. (v. 43).

Quanto ao numero deles vamos encontrar em Esdras 2,58 e 8,20, o total de 392 em meio ao primeiro exílio que voltaram para Jerusalém e 220 entre os que voltaram oitenta anos depois. Os 392 vieram com Zorobabel, em 538 a.C.

Aonde viviam os Netineus em Jerusalém:

Os Netineus estavam bem estabelecidos, cumpridores de seus deveres e ao que tudo indica, estavam levando uma boa vida, digna e estável. Vejamos:

“Os Netineus habitavam no Ofel, (uma das colinas que circundam Jerusalém diante do túnel de Ezequias que conduz as águas da fonte até a piscina de Siloé) de fronte da porta das águas, para o oriente, e até à torre alta.” (Ne 3.26).

No versículo 31 do mesmo capítulo encontramos uma referência bem significativa à “casa dos Netineus”, na Bíblia de Jerusalém como “casa dos doados”.

Se os deveres dos Netineus eram os mesmos dos Gabaonitas, que rachavam lenha e carregavam água, entende-se porque ficaram ao mesmo tempo perto do templo e “defronte da porta das águas”.

De acordo com Esdras alguns Netineus moravam em outras cidades junto com os servos dos sacerdotes e levitas. Também ai encontramos os cantores e os porteiros. Estes lugares e cidades pertenciam aos ministros do santuário. Lembramos que muitos profetas denunciavam esta situação em que os sacerdotes e levitas tornavam-se fazendeiros.

Com o passar dos anos, os Netineus foram assumindo trabalhos ministeriais, e passaram a ser com os outros que trabalhavam no santuário de Deus. Possuíam privilégios e respeito dos outros, encontramos estas referencias nos escritos rabínicos.

Extraído do site abiblia.org/ em 20/04/2014


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Comentários fechados neste artigo.

Advertisement