Esqueceu a senha?

Razões para não se comprar a Revista Despertai!

por Pr. Natanael Rinaldi - qua abr 27, 11:07 am

tj 337

A geração de 1914

Uma das razões fundamentais, dadas pelos editores da revista DESPERTAI! para sua venda, constava na página 2 de todos os números publicados até o primeiro trimestre de 1987:

“IMPORTANTÍSSIMO é que esta revista gera confiança na promessa do Criador sobre uma nova ordem pacífica e segura antes que a geração que viu os acontecimentos de 1914 EC desapareça”.

Essa declaração não aparece mais nas atuais revistas. O que aconteceu que levou a Sociedade Torre de Vigia a retirar tal declaração enfática sobre a razão por que a revista deveria ser comprada sem reservas? Nada mais nada menos do que mais uma das muitas falsas profecias que não vieram a se cumprir dentro do programa profético das Testemunhas de Jeová. Acompanhe nossa exposição de motivos e veja se não é assim:

“Após chamar a atenção para as muitas coisas que assinalaram o período de 1914 em diante, Jesus disse: “Esta geração de modo algum passará até que todas estas coisas (incluindo o fim deste sistema) ocorram (Mateus 24:34). A que geração se referia Jesus? Ele referia-se à geração de pessoas que viviam em 1914″. Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra, p.154.

“A expressão “esta geração” foi usada por Jesus para qualificar um limitadíssimo período de tempo, a duração da vida dos membros de uma geração de pessoas que viviam durante o tempo em que ocorriam certos eventos que marcavam época. Segundo o Salmo 90:10, tal período de vida poderia ser de setenta anos ou até mesmo de oitenta anos”. A Sentinela, 01/05/1968, p.271.

“Hoje, muito mais do que no tempo de Moisés, o povo vive dentro de condições mais favoráveis para chegar aos 70 ou 80 anos. Moisés escreveu: “Os dias dos nossos anos são em si mesmos de setenta anos; e por motivos de potência especial são oitenta anos, mesmo assim a sua insistência é em desgraça e em coisas prejudiciais; pois tem de passar depressa, e lá saímos voando” (Salmo 90.10). Entretanto,embora alguns poucos vivam mais, Moisés estabeleceu a regra geral”. Ajuda Para Entendimento da Bíblia, edição de 1969, p. 641.

“O fato de que já se passaram quase cinquenta e cinco anos do período chamado de “últimos dias” é altamente significativo. Quer dizer que restam apenas alguns anos, no máximo, antes de o corrupto sistema de coisas que domina a Terra ser destruído por Deus. Como podemos estar tão seguros? Um meio é observar o que Jesus disse ao dar sua grande profecias sobre os “últimos dias”. Depois de alistar os muitos eventos que assinalariam este período, também declarou: “Deveras,eu vos digo que esta geração de modo algum passará até que todas estas coisas ocorram” (Mateus 24:34). Jesus fala obviamente sobre os que eram suficientemente idosos para testemunhar com entendimento o que ocorreu quando começaram os “últimos dias”. Afirmava Jesus que algumas dessas pessoas que viviam quando surgiu o “sinal dos últimos dias” ainda estariam vivas quando Deus pusesse fim a este sistema.” Até se presumirmos que os jovens de 15 anos teriam suficiente percepção mental para discernir a importância do que aconteceu em 1914, isso ainda faria com que os mais jovens ‘desta geração’ tivessem quase 70 anos atualmente”. Despertai!, 22/04/1969.

Aí estão as declarações das Testemunhas de Jeová que nos levam ao seguinte raciocínio muito lógico:

  1. a) A geração que viu o “sinal” da volta de Jesus(?) em 1914 precisava ter suficiente percepção mental para discernir com os olhos do entendimento o que ocorreu naquele ano (1914).
  2. b) Alguém com 15 anos em 1914, só poderia ter nascido em 1899 ou 1900. Logo, em 1969 (data da publicação da Despertai! de 22/04/1969), essa pessoa estaria com 70 anos.
  3. c) Uma geração, de acordo com o entendimento das Testemunhas de Jeová, atinge a idade de 70/80 anos, embora haja exceções. A regra, porém, estabelecida por Moisés no Salmo 90.10 é essa. Moisés viveu 120 anos, mas ele estabelece a regra geral.
  4. d) Uma geração nascida em 1899/1900 está atualmente com 88 anos (1987). Se uma geração e de 70/80 anos e já está a geração de 1914 com 88 anos dentro da regra do Salmo 90.10, segue-se que a geração de 1914 já passou há oito anos e não se deu a profetizada mudança do atual sistema de coisas.

O que há com o “escravo fiel e discreto” encarregado de dar “alimento espiritual” para o povo de Jeová (as Outras Ovelhas)? Não seria ele o “escravo mau” de Mateus 25.48 em vez de ser o “escravo fiel e discreto” de Mateus 25.45? O que a Bíblia tem a dizer? Leia Deuteronômio 18.20-22, Jeremias 14.14 e Ezequiel 13.1-8.

Mas, que dirão as Testemunhas de Jeová diante da prova irrefutável de mais uma falsa profecia, que está encoberta na revista Despertai! pela omissão da declaração usada até o fim de 1986 e princípios de 1987? Já sabemos a resposta: Provérbios 4.18: Houve mais luz no entendimento do Corpo Gorvernante. Será verdade? Deixe que as próprias Testemunhas respondam pela mesma revista:

“É verdade, houve aqueles que, em tempos passados, predisseram um “fim do mundo”, até mesmo anunciando uma data específica”. O fim não veio. Eram culpados de profetizar falsamente. Por que? O que estava faltando? Faltava a plena medida de evidência exigida em cumprimento da profecia bíblica. O que tais pessoas não tinham eram as verdades de Deus e a evidência de que Ele as guiava e usava”.

Não é o caso das Testemunhas de Jeová que batem à sua porta com uma revista que nem mesmo entre elas desperta mais confiança?

FALSOS PROFETAS

Definição: Indivíduos e organizações que proclamam mensagens que atribuem a uma fonte sobre-humana, que, porém, não se originam do verdadeiro Deus e não estão em harmonia com a sua vontade revelada”. Raciocínios à Base das Escrituras, p. 158.

Estudo elaborado em novembro de 1987


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário