Esqueceu a senha?

Razões porque as TJs não são cristãs

por Pr. Natanael Rinaldi - sáb fev 27, 9:50 am

tj 702015007_univ_lsr_lg

“Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo; porquanto nele habita corporalmente toda a plenitude da Divindade” (Colossenses 2.8-9).

As Testemunhas de Jeová TJs) são conhecidas por seu zelo na propagação de suas doutrinas. Entretanto, esse trabalho árduo e sincero só seria levado em conta se apoiado na obra e na pessoa de nosso Senhor Jesus Cristo (Romanos 10.2-4; 1Coríntios 3.11). Vamos confrontar a maioria dos ensinos das Testemunhas com o que a Bíblia ensina, para verificar que a maioria das doutrinas bíblicas são negadas pelos jeovistas:

I – A Natureza de Deus (Rm. 11.33-36)

  1. Há somente um Deus – Dt. 6.4;
  2. O Pai nunca criou outro Deus – Is. 43.10-11;
  3. Jesus Cristo é Deus – Jo. 1.1; 20.28;
  4. Jesus Cristo foi, é e será adorado – Mt. 8.2; 28.9,17; Hb. 1.6; Ap. 5.11-12;
  5. Todos precisam honrar o Filho como honram o Pai – Jo. 5.23;
  6. Jesus é o EU SOU de Êx. 3.14, comparado com Jo. 8.58;
  7. Jesus é o PRIMEIRO e o ÚLTIMO – Is. 44.6 comparado com Ap. 22.13;
  8. O Filho de Deus é eterno – Mq. 5.2;
  9. O Filho de Deus é imutável – Hb. 13.8 comparado com Ml. 3.6;
  10. O Espírito Santo é uma personalidade divina – Mt. 12.31-32; Jo. 14.16,26; At. 5.3-4; 1Co. 12.11; Ef. 4.30.

A unidade composta de Deus é ensinada na Bíblia – Gn. 1.26-27; 3.22; 11.6-7; Mt. 28.19) um nome e três Pessoas: Desde que as Testemunhas de Jeová negam a revelação de Deus como estabelecida nas Escrituras, elas não são cristãs.

II – A Natureza do Homem e Seu Destino (SI. 73.24)

  1. O homem é composto de espírito, alma e corpo (1Rs. 17.21-22; Lc. 8.5; At. 7.59; 2Co. 4.16; 1Ts. 5.23;
  2. A morte física trás separação entre o corpo, a alma e o espírito – Ec. 12.7; Mt. 10.28; Tg. 2.26;
  3. O Espírito Santo tem personalidade, podendo ver, ouvir, falar e sentir – Lc. 16.22-23; Rm. 8.16; 1Co. 2.11;
  4. O espírito ea alma de um cristão, por ocasião da morte, vão estar com Cristo – 2Co. 5.8; Fl. 1.21-23 e vão descansar do trabalho e das fadigas desta vida – Hb. 12.22-23; Ap. 6.9-11; 14.13;
  5. Ressurreição, na Bíblia, é do corpo e terá lugar para todos os cristãos, quando da volta de Cristo – Rm. 8.11,23; 1Co. 15.44,51-53; Fl. 3.20-21; 1Ts. 4.16-17. Os que estiverem vivos serão trans formados e terão corpos revestidos de imortalidade. Os mortos ressuscitarão com corpos incorruptíveis, semelhantes ao corpo de Cristo ressuscitado – Lc. 24.39-43; Rm. 8.11; 1Jo. 3.2-3);
  6. Os espíritos dos justos são aperfeiçoados – Hb. 12.23;
  7. A Bíblia nunca menciona aniquilação no estado intermediário – 2Pe. 2.4,9; nem do corpo, espírito e alma na ressurreição depois do juízo final (Mt. 25.41,46; Ap. 20.15). De Judas foi dito que foi “destruído” (TNM) ou “perdido” (ARA) em Jo. 17.12, enquanto que fisicamente ele vivia.
  8. O homem pode matar o corpo, porém não a alma – Mt. 10.28. Deus pode destruir (perder, do grego apollumi) ambos o corpo e a alm;
  9. Para os perdidos a Bíblia ensina punição eterna (kolasin): Mt. 25.46; Hb. 10.28-29.
  10. Assim, a Bíblia ensina que o homem pode estar morto em pecado (Ef. 2.1) e então pode morrer em pecados (Jo. 8.21) e pode perder sua alma (Mt. 16.26). Em contraste, o pecador arrependido que recebe a Cristo como Salvador e Senhor, dele fala a Bíblia como tendo a vida eterna (1Jo. 5.11-13), como tendo passado da morte para a vida (Jo. 5.24; 10.27-28). Desde que as Testemunhas de Jeová não podem aceitar a revelação da natureza do homem e seu destino, como revelado na Bíblia, elas não podem designar-se como cristãos.

III – O Verdadeiro Evangelho (1Co. 1.18)

  1. Existe apenas um Evangelho (Gl. 1.8) definido como tal para nós em 1Co. 15.1-6;
  2. Através do sangue de Cristo somos declarados para sempre cidadãos do reino – Cl. 1.13-14;
  3. O reino é espiritual e celestial – Jo. 18.36; Rm 14.17;
  4. A entrada no reino requer o novo nascimento (Jo. 3.3-5) através do Espírito Santo e da Palavra – Rm 8.14; 1Pe. 1.23;
  5. O reino não é limitado a 144.000 pessoas – Jo. 1.12; 1Jo. 5.1;
  6. As “outras ovelhas” de Jo. 10.16 são os cristãos gentios (Ef. 2.12-19), que herdarão o reino (Mt. 25.34) e são descritos como no céu – Jo. 14.1-3; Fl. 3.20-21; Ap. 7.15.
  7. Os membros da nova nação são todos sacerdotes – 1Pe. 2.9; Ap. 1.
  8. Todos os profetas estarão no reino dos céus – Mt. 8.11; Lc. 13.28; Ap. 18.20;
  9. Os cristãos formam a nova Jerusalém e não estarão debaixo deste governo – Hb 12.22; Ap. 22.14-15;
  10. Os cristãos herdarão o “novo céu e a nova terra”. Eles verão a Deus e estarão com ele para sempre – Mt. 5.1-12; Lc. 23.43; Jo. 14; Ap. 22.3-4.

Desde que as Testemunhas negam a revelação cristã acerca do verdadeiro Evangelho, como declarado nas Escrituras, eles não podem, portanto, chamar-se cristãos.

IV – Outros Erros das Testemunhas de Jeová (Ef. 4.11,13-15)

  1. A negação da ressurreição corporal de Jesus – Jo. 2.19-22;
  2. A declaração de que Cristo já voltou em 1914 – Mt. 24.23-27;
  3. A declaração de que a ressurreição, chamada a primeira, já ocorreu em 1918 – 2Tm. 2.17-18; Ap. 20.5-6;
  4. Oferecimento de uma segunda oportunidade de salvação para a maioria da humanidade durante o milênio – Hb. 9.27;
  5. A repetição de profecias para o Armagedom em 1914 – 1925 – 1941 e 1975 que não se cumpriram – Dt. 18.20-22; Mt. 7.15-16;
  6. A salvação pelas boas obras – Is. 64.6; Ef. 2.8-9;
  7. A negação de que Cristo é Senhor (Kurios) e a recusa em confessá-lo como tal – Fl. 2.11 comparado com 1Co. 10.21; 11.27;
  8. A recusa em receber transfusão de sangue – 1Jo. 3.16;
  9. O ensino que Jesus morreu numa estaca – Jo. 20.25;
  10. O ensino de que “os tempos dos gentios” terminou em 1914, com a contagem da queda de Jerusalém em 607 A.C. – Lc 21-24.

Em vista do que está exposto, como podem as Testemunhas de Jeová ser intituladas cristãs? O Jesus dos jeovistas não é o Jesus da Bíblia (2Co. 11.4). A verdadeira Igreja é um organismo vivo e composto de todos os crentes (Gl. 3.27-28; Ef. 4.4-5). Somente se voltarmos a Cristo com arrependimento (Lc. 13.3), reconhecendo-o como Senhor (At. 16.30-31), podemos ser livres das organizações dos homens. É verdade que as Testemunhas de Jeová, como os fariseus, a quem primeiro foram endereçadas essas palavras por Jesus (Jo. 5.39-40), precisam pesquisar a Bíblia e nela encontrar a salvação (Jo. 1.12; Jo. 5.24). Têm as TJS pesquisado as Escrituras e têm ido a Cristo? Exercem fé no seu nome? Todos os que assim fazem, nascem de Deus (Jo. 1.13). Não existe exceção.

———————–

Veja o Vídeo:


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

6 Comentários

Comentários 1 - 6 de 6Primeira« AnteriorPróxima »Última
  1. O artigo é bem superficial, o mesmo deveria apresentar, de forma SISTEMÁTICA, o credo por completo das TJS para que fosse possível fazer-se uma avaliação em torno de se esse grupo religioso constituí uma vertente cristã ou não.

    1. Sr. Lucas, pesquise aqui, tem muito material. 

      http://www.cacp.org.br/category/seitas/testemunhas-de-jeova/

  2. Concordo com o Lucas. Dizer que essa ou aquela religião é ou não cristã já é uma pretensão muito grande, principalmente se baseando em textos que são subjetivos e apresentados como opinião própria e não de forma realmente contusa. Não sou TJ, ok.

    1. ser cristão primeiramente é crer que Jesus é Deus “Se vós não crerdes que EU SOU, certamente morrereis em vossos pecados.” João 8:24 . E os TJ não creem nisso, e atribuem termos subalternos a Jesus. sendo assim, TJ não é cristão.

  3. No estudo sobre STAUROS, por exemplo, citam (ou acusam) as TJs porque no passado usaram uma cruz e uma coroa, alegando que seria de maçonaria e ocultismo, no entanto no logo do CACP sobre seminário teológico, vcs usam duas asas, duas espadas e uma coroa que também são símbolo da maçonaria.

    1. negativo, são símbolos universais… é só ver no dicionário de símbolos…

Comentários 1 - 6 de 6Primeira« AnteriorPróxima »Última

Deixe seu comentário

Advertisement