Esqueceu a senha?

Reconhecendo o bem de Deus quando ele vem

por Pr. Aureo Ribeiro - qui jan 17, 8:21 pm

Deus sempre envia o bem para nós, o problema é que nem sempre conseguimos identificar a bênção de Deus, até que em muitos casos acabamos perdendo aquilo que desprezamos.

Às vezes, consideramos uma benção ou uma grande coisa aquilo que desejamos de todo o coração, e não o que Deus quer para nós.

Foi o que aconteceu com Israel. Jesus, o Messias, veio, e era a benção esperada, mas, infelizmente, estavam à espera de alguém que fosse uma espécie de guerreiro político que viria montado em um grande cavalo de guerra para libertar Israel do jugo romano. Quando o Cristo que viram montava em jumentinhos, não acreditavam que ele era a benção enviada por Deus. O problema foi que não havia nenhuma revelação para eles naquele momento, porque eles desprezavam o que Deus havia enviado. E, além disso, eles não tinham conhecimento suficiente para estar pronto para a visitação de Deus.

A mesma coisa acontece com a gente. Às vezes, quando lemos a Bíblia, entendemos alguns versos de uma forma, em algum momento, mas quando lemos de novo, Deus nos permite ter uma outra revelação. Embora tenhamos estudado o suficiente, o Espírito Espírito revela algo que nunca haviamos entendido. Por isso precisamos de Deus para revelar-nos o bem que, diariamente, nos concede, caso contrário, estaremos em apuros, como aconteceu com o povo de Israel. Ao mesmo tempo que veio o Cordeiro de Deus, que era a grande benção, eles perderam a visitação Deus, pois não haviam entendido o propósito de Deus.

O bem de DEUS está, em todo o tempo, sobre a nossa casa, em nossas famílias, em nossa cabeça, embora para nossos olhos naturais possa parecer o contrário. Somos abençoados por Deus, mesmo não vendo isso. Está escrito: “Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias”. (Sl 23.6)

Em Jeremias 17:5-8, assim está escrito: “Assim diz o Senhor: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu poder, e cujo coração se afasta do Senhor. Ele será como um arbusto no deserto e não verá quando vem o bem; habitará em terreno rochoso no deserto, uma terra de sal e sem habitantes. Bem-aventurado o homem que confia no Senhor, cuja confiança é o SENHOR. É como uma árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, e suas folhas serão verdes, no ano de seca não estará ansioso, nem deixará de dar fruto.

O BEM virá em nossas vidas, a oportunidade vem para todos nós, todos nós temos que entender e perceber quando é hora, de modo a maximizar o potencial que isso pode significar para as nossas vidas. Por isso, é importante andar de acordo com o que Deus tem planejado para nossas vidas, porque, de outra forma, o que pode acontecer é que, quando acreditamos que é agora chegado o que tanto ansiávamos, tudo o que encontramos são verdadeiros laços de destruição e não de bênção. Se não, houver, portanto, uma revelação individual da palavra de Deus para nós, não perceberemos que Deus enviou sua benção e a perderemos.

É por isso mesmo que, ainda que vejamos o mal em torno de nós, podemos ter o amor de Deus, basta crer em sua palavra, ter fé e depois ver o que os outros não vêem.

Um exemplo simples, mas real disso, é sobre o fim dos tempos. A Bíblia ensina-nos que, no fim dos tempos, as pessoas casariam-se e se dariam em casamento, mas essas coisas sempre ocorreram ao longo da história. O que temos que entender é que isso se refere ao deboche moral que o mundo está vivendo. Está aumentando os casamentos de pessoas do mesmo sexo e, pior, o “comer e beber” da Bíblia é revelado pela percepção que não se referia, exclusivamente, a comidas normais, mas a coisas inaturais, como bebidas alcóolicas das piores espécies, crianças que se embebedam desde tenra idade, pessoas que bebem sangue de outras pessoas, entorpecentes dos piores tipos, tudo isso em uma escala jamais vivida na terra. Ou seja, se apenas ler a Bíblia sem a presença da revelação do Espírito, jamais perceberíamos que esses são os tempos do fim.

Amado, reconheça que a MÃO DE DEUS está sobre tua vida. A BENÇÃO do SENHOR ENRIQUECE e NÃO ACRESCENTA DORES!

Adaptado e alterado do texto original de Pr Sergio G. Enríquez, da Guatemala.


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário

Advertisement