- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Reprodutores de deuses

[1]DIZEM QUE PODEMOS NOS CASAR PARA TODA ETERNIDADE E NOS TORNARMOS REPRODUTORES DE DEUSES:

Em contraste com a doutrina da poligamia, o mormonismo tem a idéia do casamento eterno, vejo o que é dito; “se um homem se casar com uma mulher pela minha palavra e pelo novo e eterno convênio e for selado pelo “Espírito Santo” da promessa, estará (o casamento) em pleno vigor quando estiverem fora do mundo (Apêndice do Livro de Mórmon – Ed.98 – Pág.35 – D&C132:19). O casal se compromete a não contrair novas núpcias em caso de viuvez, para se encontrarem no céu e assim gerarem muitos “filhos deuses” para povoar os planetas.

Essa doutrina mórmon se parece mais é com mitologia grega. O Senhor Jesus, na resposta aos saduceus, desmonta complemente os artifícios e ideologias dos mórmons. Jesus disse: “os filhos deste mundo casam-se, e dão-se em casamento” (Lc.20:34). No mundo vindouro, esclareceu Jesus, o casamento não existirá mais por três razões: a) não podem mais morrer; b) são iguais aos anjos, nem se casam nem se dão em casamento (Mt.22:30); c) são filhos da ressurreição (Lc.20:35-36). É por isso que a morte anula legalmente o casamento, ficando o cônjuge viúvo livre para contrair novo matrimônio (Rm. 7:2)

Portanto o ensino dos mórmons quanto ao casamento não está certo, pois o casamento só tem validade para este mundo, e com um só parceiro, na vida vindoura não haverá casamentos.

POSSUEM UM CONCEITO DISTORCIDO SOBRE A DOUTRINA DA SALVAÇÃO:

A salvação do credo mórmon pode ser geral e individual. Geral – significa que na consumação dos séculos os incrédulos serão castigados e depois liberados para a salvação. Individual – é a salvação que é obtida conforme os artigos 3 e 4 das regras de fé mormonista, que consiste em: fé em Cristo, batismo por imersão, observância às leis, por obras, etc… Pregam que não há salvação sem Jesus, sem Joseph Smith e sem a Igreja Mórmon. J. E. Talmage (um dos líderes) chama a doutrina da justificação pela fé de perniciosa. No Livro Doutrina e convênios 135:3 diz que ninguém fez mais que Joseph Smith para a salvação da humanidade, além de Jesus (apêndice do Livro de Mórmon – Ed.98 – Pág.202). Ensinam que há pecados que o sangue de Jesus não pode purificar, portanto o próprio pecador deve ser degolado, e seu sangue derramado sobre sua própria cabeça (Jounal of discourse, vol.3, pág.247 – Brigham Young). Young ainda afirma: “Joseph Smith estará de novo na terra ditando planos e convocando seus irmãos parra serem batizados… Nenhum homem ou mulher nesta dispensação entrará no reino celestial sem o consentimento de J. Smith… Cada homem ou mulher precisa ter o certificado de J. Smith como passaporte para sua entrada nas mansões onde Deus e Cristo estão… Não posso ir além sem o seu consentimento. Smith segura as chaves daquele reino para esta última dispensação…” (DF). Como vemos, isto está muito longe de ser cristianismo.

Deus propôs a salvação para todos os povos (Ap.7:9), tribos e nações, de maneira simples e singela, para que tanto os sábios como os incultos pudessem alcançá-la. A receita é somente a fé em Jesus Cristo (At.16:31). Isto é um ato da soberana vontade de Deus, não vem de nossa própria justiça; a salvação é pela graça (Ef. 2:8-9 e Tito 3:5). O ato de crer no Unigênito Filho de Deus conforme as escrituras significa ter a vida eterna (Jo.17:3). Leiamos; “Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da morte para a vida” (Jo.5:24). Saiba de uma grande realidade – “VOCÊ PRECISA SÓ DE JESUS CRISTO PARA SER SALVO E DE MAIS NINGUÉM”.

Veja um vídeo sobre essa temática

[2] [3]Compartilhar [4]