- CACP – Ministério Apologético - http://www.cacp.org.br -

Respondendo ao tolo

“Não respondas ao tolo segundo a sua estultícia; para que também não te faças semelhante a ele. Responde ao tolo segundo a sua estultícia, para que não seja sábio aos seus próprios olhos”. (Pv 26.4-5)

Como entender o capítulo 26 de Provérbios versículos 4 e 5?

A aparente contradição existente nesses dois versículos é eliminada quando os analisamos global e minuciosamente.

Em primeiro lugar, este provérbio com seus afins, foi escrito para nos mostrar dois aspectos:

a) o dilema daqueles que querem arrazoar com os que não são razoáveis;

b) nós mesmos somos insensatos em potencial.

Em segundo lugar, o sentido basilar destes versículos é que nada se pode fazer com os insensatos, porque quem entra em diálogo com eles, isto é, no seu próprio nível, vai solidificá-los na sua ignorância e rebaixar-se por nada: v.4. E, quem tenta elevar o nível deles por esse meio, dar-lhes-á um falso conceito de si mesmo, sem alterar o seu caráter em nenhum pormenor: v. 5.

Extraído do livro “A Bíblia Responde”, Editora CPAD

[1] [2]Compartilhar [3]