Esqueceu a senha?

Respostas sobre Astrologia

por Pr. Natanael Rinaldi - seg ago 10, 9:41 am

PERGUNTA: Pode-se crer nas previsões astrológicas?

RESPOSTA: O profeta Isaías, predizendo a destruição da Babilônia, desafiou os conselheiros astrólogos daquela cidade condenada, que contemplavam os astros, que a salvassem do castigo divino que estava para vir (Isaías 47.13-14).

————

PERGUNTA: Qual a origem da palavra ‘astrologia’?

RESPOSTA: Astrologia = aster (astro) + logos (discurso, estudo).

 ————

PERGUNTA: E o que é horóscopo?

RESPOSTA: É a pretensa arte de conhecer, pela posição dos astros ou das constelações das estrelas, o destino, o futuro e até mesmo o caráter do homem.

————

PERGUNTA: A Bíblia admoesta as pessoas a não confiarem na astrologia, não é verdade?

RESPOSTA: Quando Deus tirou Israel do Egito, deu-lhe mandamento para não se envolver com a astrologia (Dt. 4.19). Embora houvesse essa recomendação divina, o povo de Israel apostatou, e nos dias do rei Manassés lemos que ele se envolveu com a astrologia (2 Rs. 21.3). Mais tarde, o rei Josias eliminou essa prática e ordenou ao sumo sacerdote Hilquias que retirasse do templo de Jerusalém todos os utensílios ligados à astrologia e à idolatria (2 Rs. 23.4-5).

————

PERGUNTA: Qual a origem da astrologia? Quando essa prática teve início?

RESPOSTA: Sua origem remonta provavelmente ao tempo pouco depois do dilúvio, quando os homens construíram a Torre de Babel. O nome ‘caldeu’ com o tempo veio a ser sinônimo de astrólogo. Cria-se que um deus diferente governava cada setor do céu. Cada movimento e fenômeno celeste, tal como o nascer do Sol, as fases lunares, os eclipses e os meteoros eram atos de deuses. Cria-se que todos os atos públicos ou particulares eram controlados por esses deuses do céu. Em consequência disso, decisões políticas e militares só eram tomadas depois de se convocarem os astrólogos para ler e interpretar os agouros e dar seu conselho.

————

PERGUNTA: O livro de Daniel faz menção dos caldeus ou astrólogos. Quando o rei Nabucodonosor teve um sonho, e chamou os astrólogos para dizer o sonho que ele havia esquecido, e sua interpretação, eles não puderam, não é verdade?

RESPOSTA: Sim, é verdade. Os astrólogos não puderam decifrá-lo, pois só Deus tinha a resposta, porque, na verdade, só Ele pode revelar o futuro (Dn. 2.27-28; Et. 3.7).

 ————

PERGUNTA: Existe perigo na prática da astrologia?

RESPOSTA: Sim. Há alguns perigos realmente grandes em viver baseando-se em horóscopos. O primeiro é orientar-se de acordo com a astrologia, pois ela é uma pseudo ciência, e assim a pessoa corre o perigo de ser prejudicada. Sabemos que a astrologia baseia-se na premissa de que os planetas giram em torno da Terra, teoria conhecida como geocêntrica, derrubada por Copérnico, que demonstrou que os planetas giram ao redor do Sol. Sua teoria é conhecida como teoria heliocêntrica. Fundamentando-se numa teoria já considerada falsa, a astrologia perdeu sua confiabilidade. Partindo de uma premissa falsa, todas as conclusões são igualmente falsas. Mas não é só esse o prejuízo.

————

PERGUNTA: Que outros prejuízos o Pastor apontaria?

RESPOSTA: O prejuízo financeiro, tanto no que é gasto com a astrologia, quanto com o que os astrólogos aconselham a fazer. Talvez recomendem um investimento no momento, uma aquisição mais tarde, comprar determinada coisa etc. Em segundo lugar, quem vive sob a orientação do horóscopo pode ficar deprimido, pois passa a considerar a vida como uma fatalidade predeterminada desde o nascimento, sem oportunidade de libertação. Há casos de mulheres que recusaram o conselho médico para um parto induzido, devido a uma gravidez tardia, porque desejavam que o bebê nascesse sob o signo de Aquário, por exemplo.

————

PERGUNTA: Quais as lições ensinadas por essas situações mencionadas pelo Pastor?

RESPOSTA: Primeiro, não há lugar para a astrologia, os horóscopos e ou outras práticas ligadas ao ocultismo na adoração verdadeira a Deus (Rm. 12:1-2) e, segundo, é muito fácil cair nessas práticas quando se negligência a relação com Jesus (Mt. 6:24). A barreira a tais práticas é servir a Deus de todo coração (Rm. 1:20-25,28; Jo 8:21-24).


Cada autor é responsável pelo conteúdo do artigo.

Deixe seu comentário